domingo, 24 de julho de 2005

PÓ BRANCO!

(Na foto acima, uma imagem microscópica do BACILLUS ANTHRACIS.)

O senador ARTHUR VIRGÍLIO, líder do PSDB no Senado, e o deputado federal RODRIGO MAIA (filho do prefeito do Rio de Janeiro CESAR MAIA), e líder do PFL na câmara, receberam envelopes pardos anônimos contendo um misterioso pó branco.
Suspeitando que o tal pó branco fosse uma carga de esporos de ANTRAZ (bacillus anthracis), medidas de segurança foram adotadas e o material foi encaminhado para análise.
Considerando que os citados parlamentares são dois importantes nomes de oposição ao governo do PT de LULA, surgiu logo a suspeita de algum tipo de bioterrorismo!
Acontece que o ANTRAZ é uma bactéria tóxica que mata 90% dos infectados e se o tal pó branco fosse mesmo uma carga de esporos perigosos, os dois destinatários dos tais envelopes pardos já estariam internados em situação grave!
Logo, as evidências indicam que tudo não passou de alarme falso, um trote, ou um golpe publicitário!
Sei não!
Esse negócio de PÓ BRANCO é sempre uma coisa complicada de se explicar!

6 comentários:

Elaine disse...

Complicadíssimo! O que mais eles irão receber ou o quê irá acontecer? Se não for publicidade, espero que não venhamos a assistir a nenhuma tragédia. Vamos aguardar!

Ozéas disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Ozéas disse...

Se estivessemo na no período da "República de Alagoas", diria que o pó branco foi entregue equivocadamente, o boy teria errado o destinatário.
Como estamos na era do Ministro da Cultura arrependido, acho que deve ser coisa de torcedor do Fluminense mesmo, é talco.

Ricardo Rayol disse...

Ainda bem que era sólido. Se fosse líquido seria cachaça mesmo

Persegonha disse...

Quanto ao sr. Rodrigo Maia, o que se pode dizer é que o pó branco faria muito bem a ele: ajudaria a eaconder as acusações que fez a alguns deputados da atual legislatura de terem recebido mensalão antes de terem sido eleitos. Coisa que, sinceramente, já valeria um depoimentozinho na comissão de ética e fazê-lo aprender que bom em factóide é o pai...

O senhor Artur Virgílio, arroubos palavrórios a parte, me parece sério. Mas terá muitas dificuldades em explicar algumas atitudes tomadas por seus pares de PSDB assim que o seu partido entrar no olho do furacão.

Antônio, nesta história não há santos. Se resolvessem cassar mesmo o mandato de toda essa esculmalha, sobraria uns cem e olhe lá.

Ricardo Rayol disse...

esse persegonha é um otimista