sexta-feira, 15 de julho de 2005

IDIOTA ou CORRUPTO???

O Senador ARTHUR VIRGÍLIO, líder do PSDB no Senado Federal, pegou pesado em pronunciamento na tribuna ontem, dia 14 de julho.
A respeito da enxurrada de denúncias de corrupção contra a "tchurma" do PT no planalto, o Senador ARTHUR VIRGÍLIO disse que o Presidente LULA, se não sabia de nada, é um IDIOTA, e se sabia, é um CORRUPTO!!!

8 comentários:

Elaine disse...

Eu não sei se o presidente é um grande cínico ou se é idiota. E entre corrupto e idiota, prefiro acreditar que seja comprovada sua conivência com toda essa corrupção. Porque pelo menos, se é que comprovar sua participação efetiva será possível, ele pega o boné e vai embora, mas caso contrário, parte do povo brasileiro que não entende o que - significa ter um presidente idiota - vai acreditar que "por ele ser um homem simples" foi envolvido pelos "políticos" seja de seu partido ou não, e provavelmente, cairão no mesmo erro de votar nesse mesmo "cidadão" na próxima eleição.
O presidente tem razão em seu comentário na França: O POVO MERECIA COISA MELHOR.

Paulo Magalhães disse...

Espero que após este pronunciamento - sanguíneo - a estratégia política de proteção (blindagem) do Presidente Lulla venha a ser modificada.
É óbvio que José Inácio sabia de tudo, compactuava e nada era feito e decidido sem sua autorização.
Aos poucos vai brotando a realidade triste e absurda - nosso presidente é o chefe de uma das maiores quadrilhas de falsários, estelionatários, corruptos e ladrões que este país já teve.
Isto tudo devidamente acobertado atrás da bandeira e dos símbolos nacionais.

LCMarques disse...

Como disse Roberto Jefferson: "Eu estava vendo que queriam colocar o cadáver no meu colo, aí resolvi abrir a bôca."
O Virgílio deve ter aprendido como lidar com coveiros.

inquieta disse...

De idiota ele não tem nada. Idiotas s os que votaram nele.

Paulo Magalhães disse...

Um dos mais fortes indícios de que o Lulla sabia foi apresentado ontem à noite no Jornal Nacional.
Marcos Valério, após o posicionamento contundente de Artur Virgílio, aparece ao vivo e em cores dizendo que tudo fazia à mando do Delurbio, que não existia mensalão, que tratava-se de uma negociação legal para "cobrir" as contas do PT.
Apavorados os petistas escalaram um "bode espiatório" (Delurbio) que será execrado em praça pública como forma de produzir fumaça e camuflar a real situação e posição do Sr. Luiz Inácio - chefe do bando.
Se continuarem a forçar a ideia de que O LULLA SABIA certamente apareceram novas versões e outros responsáveis suicidas.

Júlio César Queiroz disse...

Interessante o fato da revista Istoé da semana enfatizar, em primeira página, uma pesquisa do Instituto CNT/Sensus, que mostra um pequeno aumento percentual da avaliação positiva de Lulla, e ainda o fato delle ter sido ovacionado na França. A contrario sensu, a revista VEJA continua com a investigação jornalística objetivando ir a fundo em busca da verdade, que no meio jurídico chamamos de "material". A aceitação de Lulla na França pra mim não quer dizer nada. Sobre a pesquisa, não adianta querer lançar esses "engodos" na opinião pública, o povo não é mais, como diriam na minha terra, LESO! O que a Istoé não enfoca, é que na mesma pesquisa verifica-se que a avaliação negativa no período, aumentou bem mais do que a positiva.
A comparação entre as revistas talvez demonstrem o que está acontecendo implicitamente nos bastidores da crise, os tradicionais "acertos" entre governistas e oposicionistas para preservar a imagem de Lulla, com objetivos voltados para as eleições. Com isso, elles continuam achando que podem controlar a opinião pública, através das artimanhas de mídia, das famosas pesquisas de opinião que expressam resultados de acordo com seus interesses e dos fatos isolados sem a real conotação, como essa viagem à França. Isso me lembra a época em que os "cara-pintadas" foram fazer uma manifestação vestidos de preto, quando o Presidente Collor pediu para que vestissem verde-amarelo para apoiá-lo. Brincavam dizendo que, quando Collor via urubus voando em cima da casa da Dinda, dizia que eram papagaios. A nossa popular e soberana vontade tem que se sobrepor a delles, como prova do nosso sofrido amadurecimento político, que sabe muito bem distinguir o verde-amarelo do mar de lama. Senador Artur Virgílio, como bom manauara, o Sr. como eu sabe que, de idiota e leso o presidente não tem nada.

Persegonha disse...

O senhor Artur Virgílio deveria (e muito) se preocupar com o falecido senhor Sérgio Motta. O senhor Valério deve ter boas para contar dele. Ofender o presidente da República dessa forma cai muito bem em taxistas e pipoqueiros e não em senadores da República, que, com certeza, deve ter telhado de vidro. Por pior que seja o senhor Lula ele FOI ELEITO DIRETAMENTE, não foi por isso que lutamos, inclusive o senhor, Rayol, a vida inteira? Então, só nós devemos dizer se ele deve ou não voltar ao Planalto. Pessoalmente acho que não. Mas o senhor Virgílio não pode ficar muito aborrecido: ele deve ter votado a favor da REELEIÇÃO comprada pelo PSDB. Então, quem pariu Mateus que o embale. Esse é o medo: a reeleição. Rayol, a diferença entre o PSDB e o PT é uma só: o PSDB sabe roubar.

Paulo Magalhães disse...

Não obstante o ultimo comentário estar sendo dirigido, diretamente, ao Rayol, dou-me por metido e aproveito para o pitaco: "a diferença entre o PSDB e o PT não é que o PSDB sabe roubar" como afirma persenha. A diferença entre os dois partidos é que o primeiro (PSDB), diferentemente do segundo (PT), não fica gritando por aí que é o esteio da honestidade, que em seus quadros só tem pessoas ilibadas, que não existe partido de maior lisura que ele (PT), que o resto é resto e ele (PT), somente ele (PT), presta.
Pior do que o desonesto e o ladrão é o ladrão desonesto hipócrita.