quarta-feira, 15 de fevereiro de 2006

"MÃO LEVE" para criminosos!

Cerca de 50 membros de uma organização de parentes de policiais e soldados mortos por terroristas colombianos fizeram uma manifestação em frente à embaixada do Brasil em Bogotá, na última segunda-feira, para exigir a extradição de um dirigente das FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) preso no Brasil.
"Os familiares dos mortos com sua enérgica presença protestam diante da representação diplomática brasileira para que não dêem asilo político ao guerrilheiro Antonio Cadena Collazos, conhecido como Oliverio Medina e padre Camilo"
disse Rodrigo Obregón, líder da Fundação Colômbia Ferida.
Em 2005, citando um documento da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), a revista “Veja” apontou Collazos como uma espécie de embaixador dos terroristas das FARC no Brasil que em 2002 teria anunciado (numa suposta reunião de políticos nos arredores de Brasília), uma doação de US$ 5 milhões para a campanha de petistas, claro que o PT negou veementemente a acusação ("eles" nunca sabem de nada).
Collazos, o "embaixador de terroristas", foi preso em agosto de 2005 no Brasil e, para Obregón, o protesto “mostra claramente que o governo brasileiro e a sociedade não podem ver como político um assassino”.
Padre aposentado, o terrorista preso no Brasil é acusado de crimes de rebelião e terrorismo.
"Ele é culpado da morte de 29 rapazes"
disse Obregón.
Pedido pela Colômbia, o processo de extradição do terrorista colombiano deverá se arrastar por meses no Supremo Tribunal Federal (STF).
Depois de preso, Collazos pediu "refúgio político" ao Conselho Nacional de Refugiados.
Desde então, o processo de extradição pedido pelo governo colombiano está suspenso.
Para ser retomado, depende de uma decisão do STF, e, enquanto durar essa "embromação" o terrorista colombiano vai ficando por aqui, longe das garras da justiça de seu país.
Tudo faz sentido!
Depois de tratar com benevolência os seqüestradores do empresário ABÍLIO DINIZ, fazer vista grossa para os crimes do MST e usar o "prestígio internacional" (que pensa que tem) para pedir clemência para traficantes brasileiros presos na INDONÉSIA a turma de Brasília agora "enrola" a COLÔMBIA para proteger um terrorista assassino.
Depois das bandidagens institucionais que começaram a se tornar públicas em 2005 tratar-se-ia pura e simplesmente de "esPriT de corp"?
O VOX LIBRE só quer saber, e, afinal de contas, perguntar não ofende!!!

7 comentários:

Anônimo disse...

Se o PT tivesse que estampar em sua bandeira alguma frase ou expressão que indica-se suas diretrizes a melhor seria: " ao amigos da corte tudo, aos desconhecidos a lei".

abcs
Rubone

Ricardo Rayol disse...

Ou então estão usando os vastos conhecimentos em bandidagem do elemento para refinarem sua ingenuidade em roubar e destruir.

Sérpico disse...

Esse governo mostra para quem quiser ver que seus aliados são: a guerrilha colombiana, os tráficantes Brasileiros e Colombianos e todos aqueles mafiosos que andam pelo mundo e que queiram usufruir das vondades e facilidades que um governo "democrático" oferece.

Anônimo disse...

A resposta pra essa questão é o Foro de São Paulo, associação da corja esquerdista latino-americana com partidos legais como o PT e PC cubano e organizações revolucionárias como as Farcs, Mir Chileno, MST, entre outros. Criada em 1990 e que tem como lema: “reconquistar na América Latina tudo o que perdemos no Leste Europeu”.
Por isso não é à toa que petistas defenderam os sequestradores(do MIR chileno) do Washington Olivetto e Abílio Diniz e o Mulla não reconhece as Farcs como organização terrorista ou ao menos criminosa.

Augusto disse...

Essa mesma lógica é usada para o pagamento das indenizações de quem "sofreu" nas mãos dos militares.Por exemplo, nosso presidente ficou preso 15 dias e ganha por mês R$3.900,00.Veja bem ele era apenas um metalúrgico.Já cabo da PM de São Paulo morto por "guerrilheiros" em assalto a bancos, sua viúva mãe de 4 filhos leva a bolada de R$400,00 por mês do MJ.Já acadêmico safado que gosta de escrever sobre orgias imaginárias em seus livros de pessoas já mortas, leva R$2milhões de cara e pgt mensal de R$22.000,00, claro é esquerdista.Alegação do grande escritor ganhar tudo isso do povo brasileiro é porque na época da ditadura ele era jornalista de um grande jornal e certamente iria, se não fossem os militares, chegar à chefia da redação daquele grande jornal. Mais não se espantem são centenas de casos assim.Claro existiram muitos inocentes úteis que foram mortos e torturados pelos militares.Mas a anitia não era para ser ampla, geral e irrestrita? Então serviria para os dois lados da moeda.Não estou aqui para defender os militares, mas hoje já com o cachorro bem morto todos querem chutar e essa não é uma conduta muito honrosa.

Gusta disse...

O anonimo respondeu a pergunta:
Foro de São Paulo.
Estamos sob a égide de guerrilheiros e terroristas.

Beto disse...

O governo Lula na encruzilhada. Se derem asilo político estarão reconhecendo a legitimidade das FARC, se extraditarem reconhecem o atual governo colombiano. E agora?
Com certeza o STF irá arrastar esse caso por alguns meses, e, talvez a decisão seja em dar asilo politico durante a copa do mundo, onde a atenção da imprensa será outra. Afinal, devem protejer seu igual.