sexta-feira, 13 de janeiro de 2006

SEXTA FEIRA 13!

Hoje é SEXTA FEIRA 13!
Há quem acredite que é um dia de azar, quando não se deve nem mesmo sair de casa!
Bobagem!!!
Mas até em países do chamado PRIMEIRO MUNDO muita gente acredita nisso!
Eu mesmo pude testemunhar que nos EUA (país tido com exemplo de super potência), há prédios que não possuem o décimo terceiro andar.
Há várias explicações para tal crença.
A mais aceita é que ela se origina no fato de que que na ÚLTIMA CEIA de Jesus Nazareno, o Cristo, eram 13 os presentes à mesa, e ela ocorreu em uma sexta feira e o resto da estória todo mundo conhece.
Segundo o dicionário AURÉLIO, "superstição" é um sentimento de caráter religioso originado no temor e na ignorância!
IGNORÂNCIA!!!
No mundo todo, certamente, milhares de pessoas morreram e outras milhares nasceram na data de hoje e isso não tem nada a ver com o calendário, é apenas a roda da vida girando!
Prefiro o ZAGALO que acredita que o 13 é um número que só traz sorte, e escolho acreditar na sorte!
Todos os dias podem ser dias de SORTE!
Você faz sua SORTE!
Você tem o LIVRE ARBÍTRIO e faz da sua vida o que você ESCOLHER para ela!
Tenha FÉ na sua capacidade de engendrar, empreender e realizar e não se entregue a essas baboseiras de superstição!
Todo dia é dia de realizar, destino não existe, o que existe é a sua vontade e de acordo com sua FÉ, suas vontades se realizarão, mas não sem TRABALHO!
Você já ouviu aquele provérbio segundo o qual "DEUS AJUDA A QUEM CEDO MADRUGA"?
Pois trate de MADRUGAR e ir à LUTA!!!

2 comentários:

Augusto disse...

Também não creio nessas besteiras, por exemplo, dizem que pezinho de coelho traz sorte, ora se trouxesse mesmo, o bichinho não perdia o pé.

Elaine disse...

Não tenho muitas superstições. Para mim o número treze é como outro qualquer, bem como as "sextas-feiras 13" e adoro gato preto. Até hoje só não consegui resolver o problema do chinelo virado.
Minha mãe torrava tanto a minha paciência que o chinelo virado a mãe ou avó podiam morrer que até hoje, mesmo não acreditando nessas besteiras, eu não consigo ver um chinelo virado para baixo que tenho que colocá-lo direito.
Enfim, somos frutos dos nossos antepassados que tinham muitas superstições. E ainda hoje, acredito que a maioria da população do mundo ainda tenha resistência em se desvencilhar de certas superstições. É o medo que os leva a tantos pormenores em suas vidas. O medo da morte, o medo de enfrentar a realidade, o medo enfrentar o amor, o medo de enfrentar uma dificuldade, o medo da verdade e tantos outros medos, que precisamos criar algo ou alguma coisa que possa "nos proteger" daquilo que não entendemos.
No mais, bom final de semana!
Sds...Elaine Paiva
PS: Augusto vc foi ótimo!