sexta-feira, 27 de janeiro de 2006

FEDERAL AIR LINES!!!

Um radiograma circular está dando o que falar nos corredores da Polícia Federal.
O documento 002/06-GAB/DIREX/DPF solicita o recrutamento de quatro agentes de Polícia Federal pela Coordenação de Aviação Operacional (CAOP) para trabalharem como "comissários de bordo" da aeronave EMB 145 EP da Federal Air Lines, recentemente adquirida pela Polícia Federal.
O recrutamento nem foi concluído e a polêmica já toma conta de todos.
Uma delas é a seguinte: Se o piloto for de terceira classe, o aeromoço agente federal de primeira e o delegado e o perito, passageiros, quem mandará no vôo?
Ou "...mascaras de oxigênio cairão automaticamente.
Ajuste-as sobre suas cabeças.
Caso haja uma criança ao seu lado, ajuste-a primeiro em você e depois coloque na criança..”
Quem quiser ler a notícia completa basta clicar no link no título deste post.
O VOX LIBRE tem algumas questões sobre o tema:
O tal avião vai ser utilizado a serviço ou a passeio?
Por que não contratar prestadores de serviço externos para realizar o mister de Comissário de Bordo?
É correto empregar Agentes de Polícia Federal, que foram treinados com dinheiro público, para executar missões policiais para a tarefa de COMISSÁRIOS DE BORDO?
E por último, se um Agente de Polícia Federal transmutado em COMISSÁRIO DE BORDO derrubar, acidentalmente, uma bandeja de bebidas em uma alta "autoridade" da Polícia Federal, um mero pedido de desculpas resolverá o incidente, ou o COMISSÁRIO DE BORDO sofrerá uma punição disciplinar baseada no regimento interno da Polícia Federal?
O VOX LIBRE acha que o cidadão-eleitor-contribuinte (que vai pagar por tudo isso, inclusive pelo avião), tem o direito de SABER as respostas às questões acima enumeradas.
Pelo menos isso é o que diz o artigo 37 da Constituição Federal, que determina que os atos da administração pública devem ser PÚBLICOS e TRANSPARENTES!

7 comentários:

Augusto disse...

Ah! peguem servidores boiólas do DPF, que eles vão se amarrar nesse serviço.Não é possível que eles não estejam por aí também.

Sérpico disse...

Bom dia Rayol, veja: tenho alguns amigos na PF e tenho certeza que todos eles devem achar essa noticia atroz e inverosímil. Com a falta que faz a mão de obra especializada para a PF. Contratar ou ocupar dois ou tres agentes para atender "autoridades policiais de passeio" e um absurdo. Deveriam comprar mais hlicopteros. Melhores aparelhos de comunicação. Melhores coletes e armas. Em fim e o Brasil Rayol e sua politicagem ultrapassada.

Anônimo disse...

Não tenho nada contra a profissão de comissário de bordo que é tão digna quanto qualquer outra, mas designar 4 APFs treinados na ANP para combater o crime organizado, tráfico ilícito de entorpecentes...(Art 144 parag 1.o. I da CF...)para proporcionar conforto aos mebros da corte em suas viagens, digo "missões", desafia no mínimo desvio de função pública. Sua alteza real Dr Zulmar perdeu totalmente o dicernimento sobre a função policial. Esse ato administrativo "rompe" todos os limites de tolerância que a própria entidade e principalmente os cidadãos podem suportar.

Abcs
Rubone

Antonio C Santos disse...

Como cidadão comum e na prática de minha cidadania, quero, em alto e bom som, MANDAR ESSE GOVERNO E TODA SEU CAST PRA PQP!. Desculpe. Mas ainda em tempos de Lula, MArcos VAlerio, BMG, Dantas, Velhos caciques da políticagem, miséria, fome, falta de emprego, de perspectiva, de segurança, de saúde....policias servindo cafezinho e refrigerantes, quando não uma cervejinha ou wiskinho com cajuzinhos, temos que aturar mais essa.
Obrigado pelas informações.
"LIVRO PRA COMIDA, PRATO PRA EDUCAÇÃO!"

Anônimo disse...

A mesma coisa se não compra avião reclamam se comprar tambem reclamam!

O GRANDE IRMÃO PETISTA.

Anônimo disse...

Uma coisa é certa, esse governo é entusiasta em aviões. Primeiro o Air Force 51 , agora o federal air lines. Daqui a pouca todos os orgãos da Adm. pública direta e indireta estarão com jatinhos à sua disposição!!!!

LCMarques disse...

Eu tenho a certeza de que os servidores públicos sérios farão as manifestações necessárias para que o absurdo não se concretize.
Se aceitarem serão convocados para garçon nas festas da Jeannie, flanelinhas em recepções do Itamaraty, apanhadores de bolinhas nos jogos de tênis da casa de Ribeirão, adestradores para o cachorrinho de d. Mariza Letícia, podadores das estrelas do jardim da Granja do Torto e não poderão reclamar. Será tudo em nome da segurança nacional.