segunda-feira, 16 de janeiro de 2006

ANESTESIA e INDIFERENÇA!

Um cadáver vindo do mar ficou por cerca de seis horas na praia de Ipanema, a principal da zona sul do Rio, na última sexta feira 13.
Por volta das 10h, o corpo de um homem de aproximadamente 30 anos encalhou na areia para espanto de quase 200 pessoas que estavam na praia no trecho entre as ruas Garcia Dávila e Aníbal de Mendonça.
Em decomposição, o cadáver, que não foi identificado, só deixou a água após os bombeiros serem avisados por banhistas.
Eles usaram cordas para puxar o corpo até a praia.
Retirado da areia apenas às 15h30, o corpo tinha ferimentos na testa.
A causa da morte só será anunciada na próxima semana após a divulgação da perícia do corpo.
O cabo Renatti, do Corpo de Bombeiros, que trabalhou na retirada do homem do mar, diz que o cadáver deve ter sido lançado da favela do Vidigal, localizada próxima a Ipanema.
"A cabeça dele estava com marcas de violência. Pelo visto, ele pode ter sido morto e lançado ao mar por traficantes do Vidigal",
disse Renatti.
Apesar da cena inusitada e do mau cheiro causado pelo cadáver em decomposição, a rotina da praia quase não mudou.
O trecho é freqüentado por jovens da zona sul.
A atriz Cléo Pires estava ontem na praia.
"Vamos fazer o quê? As férias são curtas e temos que nos divertir de qualquer jeito"
disse o estudante Carlos Matos, 19, que estava com amigos.
Policiais da 14ª Delegacia (Leblon) não tinham identificado o corpo até o final da tarde da sexta feira.
É isso aí!
A vida humana não vale mais nada mesmo!
Nem a presença de um corpo humano em decomposição e exalando mau cheiro é capaz de perturbar um dia de lazer na praia.
Quando eu era menino e alguém aparecia morto em via pública, sempre surgia um bom samaritano para cobrir o corpo com um lençol e acender quatro velas em torno, as pessoas paravam e a maioria dedicava uma breve oração pela alma do desconhecido!
Agora, no século XXI (pelo menos aqui no Brasil), a turma se afasta um pouco por causa do mau cheiro e continua a se divertir na praia, tomando uma geladinha ou batendo uma bola!
A morte de um semelhante não é capaz de comover nem chocar mais ninguém!
Deve ser um sinal do fim dos tempos, um meteoro ou asteróide purificador deve estar se aproximando da Terra!

5 comentários:

Augusto disse...

Sabe que hoje vendo o Jornal Nacional pensei a mesma coisa que você, apareceu uma cena de uma menina que morreu na Turquia da gripe das aves e tinha um montão de gente consternada pelo o que havia acontecido. Pensei a mesma coisa, aqui no Brasil pode ter até genocídio que todo mundo caga solenemente.

Elaine disse...

O editot tem razão. A sociedade está a cada dia mais indiferente ao que acontece ao seu redor. Não gosto muito de tocar nesse assunto, pois algumas pessoas entendem como papo piegas ou papo cabeça. O que eu sei é chego a conclusão que não valemos nada nesse mundo. E pior, estamos em 2006 e ao invés de evoluirmos, regredimos, não no tempo, porque acho que nossos pais, avós, e tataras avós e etc...tinham mais respeito pelo róximo e por seus mortos. Mas sim na questão da solidariedade e no respeito ao próximo.
Enfim, é papo piegas e cabeça não vale a pena ir em frente. As pessoas não se importam e muito menos se interessam. Cada um quer saber do seu umbigo.
Sds...Elaine Paiva

Jotaesse disse...

Eu já vejo outra coisa aí. A eterna incompetência dos orgãos responsáveis para recolher um cadáver em qualquer lugar desta cidade (o mesmo acontece na maioria das cidades brasileiras). Entra ano e sai ano. Entra década e sai década, e a falta de carro, a falta de gente, ou a falta de combustível é a desculpa para um corpo ficar mais de 12 horas, exposto na rua, até ser recolhido e levado ao IML. Ultimamente, devido ao crescimento da violência neste País, pode-se acrescentar aí a desculpa do congestionamento no serviço de apanha.

Alice disse...

Se duvidar , ainda batem boca com o morto , por estar atrapalhando ...
As pessoas estão esquecendo os valores,talvez pq não estejam praticando ou não tenham exemplos .

Alice disse...

Algumas vezes não podemos cobrar ,o que alguns desconhecem .
Bom dia .