domingo, 30 de outubro de 2005

BEMTEVI morreu!

O traficante BEMTEVI, chefe do tráfico na favela da Rocinha, foi abatido a tiros em confronto com a polícia carioca na madrugada do último sábado.
BEMTEVI foi assunto de alguns posts passados neste VOX LIBRE, por causa de seu gosto por armas "douradas" e também porque foi flagrado em "grampos" telefônicos conversando com celebridades, pagodeiros, jogadores de futebol, um vereador carioca, modelos e atrizes.
No enterro de BEMTEVI nenhuma celebridade apareceu.
Parece que morto, ele perdeu sua utilidade.
BEMTEVI também foi enterrado em um caixão comum e não em um sarcófago dourado, como poderia parecer coerente para o gosto do "faraó" da Rocinha.
O Secretário de Segurança do Rio de Janeiro deu diversas entrevistas ressaltando que o êxito da ação policial se deveu a uma operação de INTELIGÊNCIA!
Foi usado um antigo expediente policial conhecido no jargão da "tiragem" como CAVALO DE TRÓIA.
Na sexta feira, 200 policiais entraram na Rocinha e horas depois, apenas 190 saíram, 10 policiais ficaram escondidos em uma casa próxima ao local onde BEMTEVI costumava se reunir com seus comparsas, sendo que ninguém percebeu que nem todos os policiais que entraram, saíram!
Assim, BEMTEVI foi surpreendido, e como resolveu não se render, acabou sendo morto.
Era de se esperar.
Criminosos como BEMTEVI só passam dos 30 anos quando têm a sorte de ser presos e BEMTEVI morreu aos 28 anos.
Que a polícia agiu com INTELIGÊNCIA ninguém discute, o problema é que a INTELIGÊNCIA parece ter acabado quando o Secretário de Segurança carioca resolveu contar com riqueza de detalhes, como é que se faz uma operação CAVALO DE TRÓIA e o jornal O GLOBO publicou até um infográfico.
De agora em diante, esse tipo de operação policial se tornou de grande risco.
Traficantes mais atentos poderão detectar uma dessas operações em andamento e transformar um CAVALO DE TRÓIA em uma ratoeira para policiais, que serão inapelavelmente chacinados!
Mas afinal de contas o Secretário de Segurança não precisa se preocupar com isso, pois ele não vai participar de nenhum CAVALO DE TRÓIA, ele vai continuar em seu gabinete refrigerado cuidando de sua campanha política para deputado federal em 2006.
E se alguns policiais "descartáveis" forem exterminados em alguma operação CAVALO DE TRÓIA mal sucedida, ele sempre poderá ir ao enterros para fazer alguns discursos bonitos e, quem sabe, "cabalar" mais alguns votos!
Pessoas que ocupam determinados cargos públicos, como secretários de estado, diretores da polícia federal e outros (a lista pode ser grande), deveriam ter um prazo de carência (pelo menos 4 anos), antes que pudessem se candidatar a qualquer cargo político, isso evitaria que sua ação no cargo fosse contaminada por sua ambição eleitoral.
O VOX LIBRE acha que seria uma boa idéia!

12 comentários:

Augusto disse...

É não foi inteligente o que o secretário fez, a próxima operação cavalo de tróia , pode virar um cavalo de trolha, para alguns policiais infiltrados.

Elaine disse...

Eu também acho uma ótima idéia. Não é a primeira vez que o secretário faz essa graça não. Ele sempre gostou de uma mídia. E agora candidato deputado federal em 2006, será uma titica atrás da outra. Pobres policiais, ninguém merece!
Sds...Elaine Paiva

Ester disse...

Foi exatamente isso que pensei quando ví hoje no Bom Dia Brasil todo o esquema montado, com croquis fotos e estratégias da polícia. Uma traição aos policiais!

LCMarques disse...

Rayol, inoportuna foi a reportagem do RJTV na noite de sábado.
Fizeram um bela reportagem entrevistando zoologos e especialistas, imagens belíssimas e como alimentar e cuidar de...... bem-te-vi.
Lastimável, ficou parecendo homenagem póstuma.

Alice disse...

Não acredito contar com detalhes ,isso pq é Secretário .

LCMarques disse...

Acabo de ler no Globo on line que o dono do prédio que alugou o apartamento para os policiais foi enforcado...

Marco Santos disse...

Curiosamente, na sexta-feira eu postei no meu blog uma matéria sobre o fascínio que os norte-americanos tem pelos seus bandidos. No texto, eu escrevi que aqui não tem disso (nem deve ter). Mas quando eu vejo a Globo fazendo matéria sobre bem-te-vis, penso em retirar o que disse...Quanto ao secretário de (in)segurança, se ele quer tanto aparecer, poderia se candidatar para o Big Brother. E ele deve aproveitar logo, porque as inscrições estão abertas. Um abração!

Anônimo disse...

Eu vi o RJTV do último sábado e a sempre boa coluna RIO ANIMAL teceu comentários sobre o pássaro BEIJA-FLOR que é bem diferente do bem-te-vi.Para quem quiser ver na web vá na página www.redeglobo.com/rjtv
Entrando no site clique no menu RIO ANIMAL e veja que no dia 29/10/2005 foi sobre beija-flores.

LCMarques disse...

Como postei a nota sobre o RJTV quero me desculpar. Processei errado e fiz um comentário inadequado.
Negar, alegando desconhecimento, nunca.
Aproveito para retificar sobre o enforcamento em outro comentário. Li no Dia on line e não no Globo.
É muita urucubaca prá um mesmo dia, por favor joguem no vaso e descarga rápida porque estou naturalmente vermelho e com a estrela em queda.

Jorge Antonio Barros disse...

O Dr. Rayol está coberto de razão. Inteligência policial pressupõe um conjunto de táticas que ajudem não apenas a desvendar o crime, mas golpear a organização crimnosa e abrir a caixa-preta de suas operações e de seu modus operandi.

edesc disse...

Parece que a eliminação do Bem-te-vi é o início da ação do governo do Rio no combate a gripe aviaria. Como sempre, são os garotinhos na vanguarda! E a próxima ordem do secretario é a exigencia de crachá pra secreta subir o morro. Pra investigar só de crachá. E o traficante cara crachá cara crachá.

Guilherme Fiuza disse...

Rayol, ótima idéia a quarentena. Dois anos pelo menos. Tem que arranjar agora um deputado corajoso e não-corporativista pra propor no Congresso. Abraço.