sábado, 17 de setembro de 2005

INJUSTIÇA com os CÃES!

Eu tinha certeza de que o post “Mais segurança para BANDIDOS!” ia suscitar polêmica, é para isso que servem os blogs.
O primeiro amigo a protestar foi o LCMarques, que só podia mesmo ser botafoguense, segundo o finado HENFIL, um autêntico CRI-CRI (brincadeira).
Vamos por partes:
Ultimamente, não sei porque, a mídia resolveu satanizar os cães!
Há estatísticas confiáveis?
Algumas sim.
O trânsito de veículos, por exemplo, mata 50.000 pessoas por ano no Brasil!
Quantas crianças são feridas ou mortas em acidentes domésticos, do tipo panelas com água fervente ou ingestão acidental de medicamentos?
Quantas crianças morrem no Brasil em acidentes com bicicletas, motonetas ou em piscinas?
Quantas crianças morrem no Brasil vítimas de doenças medievais que só o descaso da saúde pública possibilita?
Quantas crianças são feridas ou mortas no Brasil por maus tratos praticados por seus próprios pais?
Quantas pessoas no Brasil são mortas por bandidos, cerca de 30.000 por ano, não se sabe ao certo!
Quantas pessoas são feridas ou mortas por cobras, aranhas, escorpiões, abelhas, et coetera...?
E os cães, são responsáveis por quantos acidentes?
Tenho 49 anos de idade e desde os 9 anos convivo com cachorros.
Perdi a conta de quantos cães tive, e de por quantos chorei quando se foram, porque é uma grande injustiça que os cães vivam tão pouco comparado com nosso tempo na Terra!
Foram sempre grandes e saudosos amigos!
Cheguei a ter seis dobermanns ao mesmo tempo, e hoje tenho “apenas” três cães, dois poodles e um dobermann de cuja companhia não prescindo!
NUNCA sofri ou presenciei um ataque imotivado de cães a pessoas!
Alguém já contabilizou os bons serviços prestados pelos cães à Humanidade?
Cães são usados por polícias de todo mundo, para dominar criminosos e farejar drogas e explosivos.
São usados por bombeiros para localizar e resgatar vítimas de incêndios, desabamentos e avalanches.
Quantas vidas humanas os cães já salvaram ao longo da História?
Alguém contou?
Cães acompanham o Homem há milhares de anos, ajudando na caça e guardando a entrada da caverna!
Sob muitos aspectos, os CÃES são mais nobres do que nós HUMANOS.
São FIÉIS, LEAIS à toda prova, acompanham seu dono em qualquer circunstância e só matam por necessidade, ao contrário de nós, que matamos por qualquer motivo, ou mesmo sem motivo nenhum!

13 comentários:

Elaine disse...

Como sou botafoguense e cri-cri também, lá vai.
A descrição do pequeno relatório nesse post, não alivia a dor de pessoas que perderam suas crianças atacadas por cachorros e muito menos daquelas que foram parar em hospitais machucadas e traumatizadas com os seus ferimentos.
Desculpe-me delegado, mas mantenho meu pensamento. Pitbull e doberman devem sim usar focinheiras.
Sds...Elaine Paiva

Augusto disse...

Corroboro com a opinião de que cães são animais que só facilitam e alegram nosso existência. Tenho 36 anos tive também vários .Atualmente tenho um rottweiler e além dos cães meu Fluminense tb só tem me dado alegrias ultimamente.

gus disse...

Odeio defender cães e tenho fobia a eles, até um pincher me intimida, um pitbull etão...
Mas acho que essas coisas de colocar a culpa nos cães (cães são criados por pessoas) no trânsito (carros são conduzidos por pessoas) e nas armas (armas são empunhadas por pessoas) é coibir a conseqüência, não a causa.
O problema não são os cães, os carros ou as armas, o problema é a má iíndole de (certas) pessoas. Mas cães, carros e armas não votam, pessoas votam.
Quero ver o que eles vão fazer quando tiver uma onde de ataque de pit-hamisters treindaos por pit-boys. Vão castrar e poribir os hamisters?

maria alyce disse...

Rayol, comovente o seu depoimento sobre cachorros e todos os seus sinônimos: lealdade, solidariedade, companhia, alegria, humildade, amor sem fronteiras, aceitação, obediência, proteção e tantos outros predicados. Como você, cresci cercada por esses belos exemplares e já cheguei a ter - ao mesmo tempo! - dois Mastin Napoletano, DEZOITO Sheepdog, dois Cocker Spaniel e um Poodle, num total de 23 cães. Sou privilegiada porque o meu celeiro de fraternidade, calor humano e lealdade foi sendo construído pela presença deles em minha vida e na vida de meus quatro filhos. Para mim, o cão é a mais perfeita contribuição na arquitetura de um ser humano! Estou com você,assino embaixo.

Paulo Eduardo disse...

Rayol, vc escreve sobre cachorros e não quer que os botafoguenses se manifestem???

Paulo Eduardo disse...

Rayol, vc escreve sobre cachorros e não quer que os botafoguenses se manifestem???

Alice disse...

Eu tenho uma foto, no carrinho de nenem ( eu era nenem rs ), eu na frente e uma cachorrinha peluda vira lata atrás ( não me lembro dela,qdo eu cresci ela não fazia mais parte,tinha morrido ) .
Não me vejo sem minhas cachorras e concordo com o que vc colocou .
Perdi minha cachorra agora com 16 anos de alegrias ,de carinho, lealdade .
O problema na verdade é o " animal homem " , esse sim é o pior,pq treina o cachorro para ataque , qdo o animal sai "desembestado atacando a todos " , não é culpa do animal , é do seu dono que o tranformou numa arma .
Aqui tá uma febre de Pitbull,é cachorro arrastando bike ,ano passado, lavando a calçada , veio 2 criaturas,com uma pit , a coitada qdo viu a mangueira , bebeu agua desesperada , eles gritando para eu não dar ,pq a coitadinha tinha que ter resistência e ficar 12 hs sem beber nada .
Animal é o ser humano :(

S0MBR4 disse...

Eu tenho um rott... que tem contato com várias crianças...

Nem fora da minha presença ele foi capaz de arranhar ninguém...

Alias, moro num bairro repleto de rotts aqui em Niteroi... e não sei de nenhum acontecimento de ataques...

É tudo uma questão de criação, vis-a-vis respeito ao espaço do cão... 99,9% dos problemas são oriundos de adestramento incorreto ou alguem que "invadiu" a área do cachorro...

O resto é fobia e uma tremenda falta de respeito com os animais...

S0MBR4 disse...

complementando... nao se iludam sobre enforcadores e focinheiras!!!

qdo um cachorro de porte quer, ele se livra de tudo e de todos...

como eu disse no inicio, todo o controle está no adestramento que impoe limites, respeito e socializa os dogs... e nesse sentido os donos deveriam ser punidos por qq coisa que aconteça...nao o cachorro!

LCMarques disse...

Perfeito seus comentários, o cão realmente é um grande amigo. Já tive aos longo dos meus 52 anos vários cães. Destaco uma Fila, criada desde os primeiros dias e que morreu de velhice. Foi muito bem adestrada por um profissional e cuidada com muito carinho por toda minha família. Eu morava em uma casa com um grande quintal e ela sempre garantiu nossa segurança, e olhe que meu filho na época com nove anos vivia levando seus amigos para brincar. Tive vira-latas fiéis ao extremo.
Nada tenho contra cachorros, quem é o amigo que ao chegarmos em casa, altas horas e na chuva vem no portão nos receber? E olhe que ás vezes pulam sobre nós cheios de lama nos sujando com a sua alegria e ainda gritamos com ele...
Meu caro Rayol, tudo é uma questão de atitude, você e outros comentaristas colocam muito bem. Artes marciais é um exercício para a mente para uns e uma arma para outros, pelo que já li em seus comentários, você é um mestre na arte e entende mais do que eu.
Imagina que temos hoje uma parte da população que utiliza cães como armas, uns para segurança, outros para ataque e outros ainda para exibicionismo. É isso que me preocupa, a atitude de muitos em relação aos seus cães. Adestram-se cães para atacar em movimento, crianças principalmente quando estão assustadas correm. O cão intimida, mas se o ladrão resolver roubar, ele dará um tiro no cão.
Se a Lei igualasse o cão a uma arma e o dono/responsável sofresse as sanções, sem previlégios e com agravantes, tenho a certeza de que muitos teriam outra atitude em relação ao tratamento aos seus cães.
Mantenho minha posição e ainda incremento a polêmica com a grande proliferação de raças modificadas geneticamente onde os instintos desses cães são desconhecidos.
Em tempo e com orgulho: Na história do Botafogo, o Glorioso, tem um cachorro... Botafogo e cachorro têm tudo a ver...

Helena disse...

Apesar dos contrários, sou tb uma botafoguense, gosto muito de animais, já tive um casal de Mastin Napoletano, hoje prefiro não ter cães, pois fazem bagunca no meu jardim, não gosto de ver bichos presos. Tenho só um gato, o Salém, que é lindo!
Tem uma coisa que muito me preocupa, os cães policiais, auxiliares da polícia, eles não deveriam usar alguma protecão contra balas?

Anônimo disse...

Quanto mais conheço o ser humano, mais amo meu cão. Como voce, sempre tive cães. Grandes no tamanho e grandes como amigos. Infelizmente vivem muito pouco. Tive um que viveu 17 anos. O atual, Pastor Belga, é dócil, amigo, cordato, fiel, agradecido. Todos os dias, após se alimentar, vem até a minha esposa e esfrega seu focinho nas mãos dela como a agradecer o alimento recebido. Quantos humanos fazem isso? O cão reflete a personalidae do dono. Quando um cão ataca um humano, tanto ele como seu dono devem ser reciclados para viver entre humanos.

Alice disse...

Olha eu voltando aqui, outra coisa pior está acontecendo,muitos estão criando Pits e outros de grande porte por modismo,mas qdo o cão cresce e começa " pesar no bolso" , estão sendo abandonados ,volto a falar novamente da " Posse responsável" ,ter consciência que o animal vai viver no mínimo 10 anos ,de ração, vets, vacinas ,castração ( opção do dono ), espaço e não deve ser adquirido por modismno e depois abandonado a sorte :(