sexta-feira, 20 de junho de 2008

Punição severa para motoristas alcoolizados! É para valer?

A partir desta sexta-feira, o motorista que tiver ingerido qualquer bebida alcoólica, mesmo uma latinha de cerveja, e for flagrado dirigindo poderá perder a habilitação, além de pagar multa de R$ 955.
Nesta quinta-feira, o presidente da república sancionou o projeto que transforma em lei a Medida Provisória (MP) 415, que proíbe a venda de bebidas alcoólicas nas áreas rurais das rodovias federais e determina que não será aceito qualquer teor alcoólico no sangue dos motoristas em qualquer via.
Antes, eram permitidos até 6 decigramas de álcool (o equivalente a dois copos de cerveja) por litro de sangue. Agora, a tolerância é zero.
O uso do bafômetro também será obrigatório.
A sanção da lei ocorreu durante a abertura da 10ª Semana Nacional Antidroga, no Palácio do Planalto.
A medida provisória transformada em lei altera o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci).
A nova lei considera também a lesão corporal provocada por motorista que dirigir embriagado como crime doloso.
A notícia parece boa ante o morticínio que ocorre quase diariamente nas ruas, avenidas e estradas do país.
No Brasil, morrem por ano quase 50.000 brasileiros em virtude de acidentes de trânsito.
Estima-se que 70% (setenta por cento), de tais acidentes sejam causados por motoristas sob efeito de bebidas alcoólicas.
A pergunta que resta é a seguinte:
A nova lei será para valer, ou será mais uma regra para cair em desuso?
As autoridades encarregadas sabem, há muito tempo, quais são os horários e os dias em que a incidência dos acidentes de trânsito é maior!
Nas madrugadas dos fins de semana, quando os motoristas saem das "baladas" embriagados e morrem, ou pior, matam terceiros, que não consumiram bebidas alcoólicas!
Se as autoridades, que sempre souberam quando e porque os acidentes de trânsito acontecem, nada nunca fizeram, por que fariam alguma coisa agora?
Motoristas embriagados devem ser punidos severamente, 'inda mais se causarem acidentes com vítimas!
O VOX LIBRE espera que a nova lei seja cumprida e que as autoridades se movimentem para punir os motoristas alcoolizados!

12 comentários:

Marcia H disse...

Cabe a cada um de nós ser responsável e cumprir a lei, além de exigir de amigos e familiares que eles também a cumpram.

Espero que desta vez seja pra valer.

Ricardo Rayol disse...

vamos ver como fica, afinal, restaurantes ganham muito dinheiro vendendo cerveja e vinho, como não se pode beber e dirigir....

Na Banânia as Leis resolvem tudo, balizam os deveres e direitos de todos.... rs.... rs... disse...

Leis, leis, leis, leis... le...

Temos leis a dar com pau
Poucas leis cumpridas

Mais uma lei para fomentar a corrupção

Brechas e mais brechas nas leis

Leis, Santas Leis que enriquecem alguns e fomentam a impunidade

Moral? Ética? Os Dez Mandamentos?

Respeito ao próximo?

Vamos propor uma Lei que garanta a todos o Respeito Do Próximo... Quem não cumprir será multado em dez salários mínimos, com alguma possibilidade de se negociar a multa...

Fernando disse...

Mais uma lei que vai dar uma "bombada" inicial, e que cairá no esquecimento dentro de alguns dias.
Essa lei só irá funcionar se acabarem com a corrupção no Brasil, e como corrupção e Brasil não vivem separados, essa lei só vai encher as "burras" de alguns policiais desonestos, e dar cobertura a "filhinhos de papai" que possam bancar a propina para fugir da punição.
BRASIL UM PAÍS DE TOLOS.

Raul--Klatos disse...

Queria saber do doutor Rayol o que ele acha do ministério da Justiça passar em cima da constituição e retirar o direito do cidadão de não produzir provas contra si mesmo, pois esse direito é assegurado pela Constituição Federal. Segundo a FOLHA, Pedro Abramovay, secretário de Assuntos Legislativos do Ministério da Justiça, afirma que o governo não mexerá na lei de tolerância zero ao álcool na direção.

No mais eu concordo com essa lei já que a maioria dos acidentes graves são causados por motoristas bêbados, se é que essa lei não vai servir somente para a classe "PPP".

Alice disse...

Não pode cair no esquecimento dentro de alguns dias , como colocou o Raul Klatos no seu comentário acima , pois "Operação Lei Seca começa em 40 dias na Baixada Santista " , tá no site da Tribuna
http://atribunadigital.globo.com/bn_conteudo_cidades.asp?opr=103
Bom dia .

Alice disse...

Cometi um equivoco, sorry ...não é o comentário do Raul Klatos e sim o comentário do Fernando .

bebeto_maya disse...

Lindo. As estatística mostram uma diminuição no número de acidentes. O que a mídia chapa-branca não diz, é que essa redução se deve a fiscalização e não a redução na tolerância do consumo de álcool.

Se, pelos parâmetros anteriores, tivesse havido fiscalização, como há agora, teriamos tido o mesmo índice de redução de acidentes sem destruir as liberdades individuais das pessoas, algo tão comum no atual governo.Vamos fingir que acredito nos adeptos do PC (politicamente correto).

Sídali João de Moraes Guimarães Filho disse...

Já estamos em setembro.
A lei já não está sendo aplicada como antes.

O brasileiro já criou a "rede do goró" onde os bebuns avisam uns aos outros por meio do torpedo por celular onde estão as "blitz do bafo"

E já não se vê mais tanto a polícia ou as autoridades de trânsito nas ruas nas tais "blitz do bafo".

O 'desuso' preconizado por você já está chegando!

Parabéns pelo blog.

Só para lembrar: nos conhecemos após uma palestra dada por você na UNIPLI em Niterói.

Se puder, dê uma passadinha no meu blog.

Trincheira democrática
http://trincheirademocratica.blogspot.com

Abraços!

Aposentado Com Todos Os Dedos Das Mãos, um Brasileiro João Ninguém. --- disse...

Maletas da ABIN e maletas da PF
Auscultando todos, amigos e adversários.
Lula não sabe nada e de ninguém?
Estado de Direito?
Teles compram tudo e todos...
A Democracia foi transformada em uma triste piada.

Educação e Formação ineficientes?
Próximas décadas serão de choro e ranger de dentes?
Criminoso governo “populi$ta”?
Instituições sendo desmanteladas?
“Sem-vergonhismo” dos eleitores?
Alienação dos considerados capazes e conscientes?
Que país é este?

Vamos, Rayol!
Não deixe seu Blog agonizar assim!
Observe, constate, analise e ESCREVA!

Esperança disse...

Pode-se criticar a decisão de um Tribunal?????


Rinha de galo é liberada pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso

http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL767612-5598,00-RINHA+DE+GALO+E+LIBERADA+PELO+TRIBUNAL+DE+JUSTICA+DE+MATO+GROSSO.html

20/09/08

Decisão está na contramão da lei que vigora em outras partes do país.

Entidades que defendem os animais criticam decisão da Justiça de MT.

Anônimo disse...

PROGRAMA "FANTÁSTICO" DA REDE GLOBO MANIPULANDO O PÚBLICO? POR INTERESSE DE QUEM?

Vide:

" Sobre ladrões de bicicletas e ladrões de vidas humanas
Há certas iniciativas no campo do entretenimento que acabam se confundindo com o jornalismo que mais desinformam o público do que informam. O Fantástico, há pouco, exibiu uma delas. Depois de mostrar uma cidadezinha em Santa Catarina onde todo mundo se conhece e onde se pode deixar a bicicleta na rua, que ninguém leva, o programa decidiu fazer um teste em algumas capitais brasileiras.

As cidades escolhidas foram Recife, Goiânia, São Paulo, Rio e Porto Alegre. Uma bicicleta foi deixada em dois pontos de cada uma dessas capitais. O objetivo: saber em qual a dita-cuja seria levada primeiro. A bicicleta deixada na Praça da Sé, na capital paulista, foi surrupiada em pouco mais de 12 minutos. Pergunto: o que um “teste” como este quer dizer? Teria o paulistano menos caráter do que o recifense ou o goiano? Seria a cidade menos segura? Não custa lembrar que a reportagem que inspirou o teste tratava de segurança.

Para que um “teste” como esse tivesse algum significado, seria preciso que os locais em que as bicicletas foram deixadas tivessem a mesma concentração e/ou fluxo de pessoas e que o corte social da massa que freqüenta a área fosse o mesmo. A Praça da Sé é uma das áreas, durante o dia, com a maior densidade demográfica do Brasil. É fácil pegar qualquer coisa ali e virar multidão. Mas isso ainda diz pouco. Em Recife, a bicileta ficou intocada.

Terei de lembrar aqui algumas coisas. Vocês sabem qual é a capital do Brasil em que mais se matam pessoas segundo o Ritla (Rede de Informação Tecnológica Latino-Americana), que faz um relatório considerado oficial pelo próprio governo? Recife!!! Sim, a cidade que deixa em paz as bicicletas mata 90,5 pessoas por 100 mil habitantes. É mais do que o dobro do que se mata no Rio de Janeiro.

Você sabia que se mata mais gente, proporcionalmente, em Florianópolis do que em São Paulo? Você sabia que Belo Horizonte é a segunda cidade (daquelas com mais de um milhão de habitantes) em número de homicídios por cem mil pessoas? Vejam mais números.

Na lista das capitais (incluindo cidades com menos de 1 milhão de habitantes), o Rio está em 9º lugar no ranking dos homicídios, superado pelas seguintes capitais:
- Recife (90,5)
- Vitória (87)
- Maceió (80,9)
- Porto Velho (68,4)
- Palmas (65,8)
- Belo Horizonte (56,6)
- João Pessoa (46,7)
- Cuiabá (45,2)
- Rio de Janeiro (44,8)

São Paulo está em 22º nessa lista de capitais. No ranking geral, incluindo todas as cidades do Brasil, eis o lugar ocupado pelas principais capitais:
- 9º lugar – Recife
- 99º lugar – Belo Horizonte
- 205º lugar – Rio de Janeiro
- 281º lugar – Porto Alegre
- 342º lugar – Salvador
- 409º lugar – Brasília
- 422º lugar – Florianópolis
- 430º lugar – Fortaleza
- 492º lugar – São Paulo

São Paulo acabou saindo mal do teste do Fantástico, embora a segurança pública na cidade e no estado devesse ser exaltada como modelo no Brasil inteiro. Por que digo isso? Respondo republicando trecho de um post de 30 de janeiro deste ano (em azul).

A taxa de homicídios na cidade e no estado de São Paulo vem caindo de forma continuada e sustentada desde 1999.
“Qual será o segredo?”, perguntam-se os especialistas. Eu tenho uma explicação objetiva, material, aritmética:
- São Paulo tem 40% dos presos do país — não prende demais, não; os outros é que prendem de menos;
- Existem 227,63 presos por 100 mil habitantes no Brasil; em São Paulo essa relação salta para 341,98 por 100 mil habitantes;
- Em 2001, o estado de São Paulo tinha 67.649 presos; em 2006, eles eram 143.310 — mais do que o dobro.
- Entre 1996 e 2006 (ano do levantamento divulgado ontem), o número de presos aumentou 10 vezes;
- Até julho de 2006, haviam ingressado no sistema prisional do estado 4.832 pessoas — 800 por mês ou um preso por hora.Só eu tenho esses números. Não! São públicos. Todo mundo tem. Não é mesmo fantástico? Mais bandidos presos, mais pessoas vivas! Quem seria capaz de negar essa evidência? Pois acreditem: a esquerdopatia militante nega, sim! E fica encontrando falsos motivos e subterfúgios para explicar o espantoso sucesso da cidade e do estado.


Acho que os demais estados deveriam seguir o exemplo de São Paulo na segurança pública.
Por Reinaldo Azevedo | 22:40 | 12/10/2208 "