sexta-feira, 28 de março de 2008

O "braço" só funciona sob o comando do "cérebro"!

A leitora que se identificou como MARCIA H, deixou, na data de hoje, um comentário em uma postagem do VOX LIBRE de 29 de janeiro de 2008, intitulada "CAZUZA tinha razão? O BRASIL é um "puteiro"?".
MARCIA H destacou uma nossa frase contida no referido post:
"...todos os crimes e todos os criminosos devem ser reprimidos e punidos..."
E, em seguida, referiu-se a um caso em que um suposto policial federal teria agido de forma arbitrária e truculenta em relação a um sobrinho dela, e um amigo deste, na saída de um shopping.
MARCIA H fala da impunidade do tal policial, menciona também um possível acobertamento do tal mau policial e pede que o VOX LIBRE se pronuncie a respeito.
O problema é que MARCIA H não dá qualquer outra informação a respeito do assunto, tornando difícil ou mesmo impossível que o editor deste blog emita qualquer opinião a respeito.
A Polícia Federal é conhecida pelo rigor com que trata desvios de conduta de seus servidores, segundo o pensamento de alguns, o rigor é até excessivo, mas isso é outra história.
O fato é que qualquer irregularidade cometida por funcionário é minuciosamente apurada pelo Departamento de Polícia Federal e o responsável, quando cabível, é punido na esfera disciplinar administrativa e na esfera penal.
Mas a Polícia Federal tem que ser informada a respeito do assunto!
Não sei se o caso mencionado pela leitora MARCIA H foi levado ao conhecimento do DPF.
Se o caso não foi relatado ao DPF, não há que se falar em impunidade!
Qualquer pessoa que tome conhecimento, ou seja vítima, de arbitrariedade cometida por policial federal deve comunicar o fato ao DPF, pessoalmente, ou através de advogado se achar melhor.
Se o fato não for comunicado, nenhuma providência poderá ser tomada pela administração do DPF e o caso ficará impune mesmo, não por qualquer tipo de "acobertamento", mas por inércia da parte atingida!
Testemunhar é sempre um ônus com o qual muitas pessoas não querem arcar.
Sem testemunho, muitas vezes, para não dizer sempre, a autoridade policial nada pode fazer, porque o sistema só funciona na base de provas, e testemunhos são uma prova fundamental e imprescindível!
A polícia não funciona sozinha, ela precisa do apoio e da cooperação dos cidadãos!
A polícia é um braço armado da sociedade que age em favor dela (da sociedade), no cumprimento da Lei!
A questão é que nenhum "braço" funciona sem o comando do "cérebro"!
Se o "cérebro" (a sociedade) se omite, o "braço" (a polícia), permanece inerte!

6 comentários:

Do ponto de vista 'cívico', somos cidadãos covardes? disse...

Cidadãos brasileiros que somos, temos virtudes e defeitos. Muitos defeitos cívicos. Não é nada incomum sofrermos ou testemunharmos crimes e violências e negamos o testemunho contra os criminosos e faltosos. Calamos o bico, nos acomodamos e ao mesmo tempo destilamos indignação e comentários desmoralizantes contra a Polícia e a Justiça.

Nós queremos que a Polícia e a Justiça tenham também os dons da clarividência e da telepatia, enquanto nós exercitamos o defeito da 'covardia cívica'...

Assim não dá, assim não pode!

Marcia H disse...

Pois é, nao foi um suposto, mas um verdadeiro PF, que pelo jeito nao merecia estar na corporacao. Tá lá no meu blog, 12.10.2007, marcador "família". Minha irma, advogada, está processando o shopping e o pai de Felipe está processando shopping Salvador e PF - mas já está sofrendo retaliacoes!
O delegado simplesmente falou para meu sobrinho: ele (o PF)tem um filho de 1 mês e perderá o emprego caso vc o processe. É encobrir ou nao?
Meu sobrinho é tao ingêniuo q pensou q fosse assalto e queria dar carteira e celular ao PF.
Meses depois ele continua com problemas, insônia e medo!
www.farinhacomrapadura.blogspot.com caso vc se dê o trabalho de verificar!
se fossemos punir todas as atrocidades cometidas pela policia no BR nao teriamos quase ninguém trabalhando como policial, estariam quase todos na prisao.

"Brasil, Ame-o ou Deixe-o!" (e quem o deixou, não meta mais o bico e muito menos dê pitacos...) disse...

"Se fossemos punir todas as atrocidades cometidas pelos traficantes, assaltantes, assassinos e colarinhos brancos no BRASIL não teríamos mais criminosos vagueando pelas ruas, shoppings, praias... Muitos mais já estariam na Alemanha, França, Inglaterra - onde os 'direitos humanos' são respeitados!... Não é não?"

Cuidado com a "Covardia Politicamente Correta"!!! disse...

Para novo presidente do STF, dossiê é "covardia institucional"

Por Dimitri Do Valle, na Folha:

"O futuro presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes, 52, que deve assumir em 23 abril, afirmou ontem que a prática de montagem de dossiês para incriminar adversários representa "covardia institucional". Falando em tese e dizendo não ter mais dados para analisar o caso envolvendo o gabinete da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, Mendes afirmou que vazar informações para constranger adversários não "condiz com o Estado democrático de Direito". "

---------------------------------
---------------------------------

Covardia Cívica (os cidadãos covardes se calam e acabam protegendo os criminosos)

Depois, Covardia Institucional (as sacanagens, as mutretas, os dossiês, os crime são praticados lá dentro do governo, pelo próprio governo!)

Logo, nos contentaremos quando alguém justificar que tal Golpe de Estado é aceitável porque é fruto de uma "Covardia Politicamente Correta"! (O Lula compra a todos e emplaca o seu terceiro mandato!)

De covardia isso, de covardia aquilo, nós estamos a caminho de sermos pisoteados pelas ditaduras "oficial, inicialmente instituída pelo voto" e do crime organizado (FARCs, PCC, Comando Vermelho... (ou seria tudo a mesma coisa, a "oficial" e a do crime organizado?)

Covardia é covardia e ponto final.

Da omissão do cidadão à omissão institucional e passando-se pela "Covardia Politicamente Correta", o resultado será trágico! disse...

Segunda-Feira, 31 de Março de 2008

PCC quer se infiltrar na política e financiar campanhas eleitorais

Escutas mostram bandidos discutindo como se aproximar dos partidos, por meio de doações a tesoureiros

Marcelo Godoy

A cúpula do crime organizado quer ter representação política. Depois de entrar no tráfico internacional de drogas, o Primeiro Comando da Capital (PCC) quer se aproximar dos partidos políticos e financiar campanhas eleitorais. Seus líderes consideram que a "família" pode garantir muitos votos aos seus escolhidos e tem capacidade de mobilização em dez Estados. "Muitos partidos políticos não têm essa força", afirmou Daniel Vinícius Canônico, o Cego, porta-voz do líder máximo da organização, Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola."

Para o texto completo, vide: http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20080331/not_imp148447,0.php

Raul--Klatos disse...

"Se fossemos punir todas as atrocidades cometidas pelos traficantes, assaltantes, assassinos e colarinhos brancos no BRASIL não teríamos mais criminosos vagueando pelas ruas, shoppings, praias... Muitos mais já estariam na Alemanha, França, Inglaterra - onde os 'direitos humanos' são respeitados!... Não é não?"[2]