segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

O dilema da galinha BRANCA GAL!

Há muitos anos atrás, em uma galáxia muito distante, havia uma galinha da raça leghorn que, obviamente se chamava BRANCA GAL.
BRANCA porque era a cor de suas penas e GAL porque era uma abreviatura de galinha!
BRANCA GAL vivia em uma fazenda e, portanto, convivia com muitos outros animais.
Cavalos, bois e vacas, cabritos e cabras, patos, marrecos, gatos, cachorros e et coetera...
Mas BRANCA GAL era uma celebridade na fazenda!
Cantava, dançava, era modelo e atriz...
De vez em quando, quase sempre, para preencher as horas vazias, os bichos se reuniam no celeiro e passavam o tempo em intermináveis discussões sobre quem eram os mais fortes, os mais bonitos, os mais úteis, os mais queridos, os mais inteligentes...
Nessas ocasiões, a galinha BRANCA GAL surpreendia a todos com sua atitude olímpica!
Ela fazia questão de alardear que era muito feliz em ser uma galinha, tinha muito orgulho em ser uma galinha, e não tinha a menor vontade, mesmo se pudesse, de ser outro bicho!
Mas um belo dia, alguma coisa mudou nas convicções de BRANCA GAL!
BRANCA GAL era uma celebridade que vivia sendo citada na mídia rural e, de repente, ficou revoltada porque a mídia só a tratava como a "galinha BRANCA GAL"!
Ninguém entendeu NADA!!!
BRANCA GAL contratou um assessor de imprensa e o instruiu para que divulgasse em todos os órgãos de imprensa que ela não queria mais ser chamada de galinha!
O assessor de imprensa, meio confuso, ainda tentou ponderar:
"-Mas dona BRANCA GAL, a senhora É UMA GALINHA!"
BRANCA GAL foi irredutível:
"-Não admito mais ser chamada de galinha!"
Na fazenda, todos os bichos comentaram a reviravolta de atitude, e, quase todo mundo entendeu que a velha postura, de se orgulhar de ser galinha, não era nada mais que puro fingimento!
Tudo indicava que BRANCA GAL nunca fora feliz em ser galinha, e na verdade ela, se pudesse, gostaria de ser outro bicho!
Foi um escândalo!
Mas a coisa não parou ali, pois BRANCA GAL contratou também um advogado de um escritório famoso para processar todos quantos doravante, a chamassem de galinha!
O advogado famoso também tentou argumentar com um fato:
"-Mas Dona BRANCA GAL, a senhora É UMA GALINHA!"
Mais uma vez a galinha BRANCA GAL manteve sua posição de forma rígida.
A galinha BRANCA GAL, não admitiria mais, em nenhuma hipótese, ser chamada de GALINHA!
Embora o festejado advogado estivesse embarcando em uma "canoa furada", defendendo causa que não poderia ganhar, aceitou o encargo, pois BRANCA GAL se comprometia a pagá-lo regiamente, independentemente do resultado dos processos.

Como BRANCA GAL era uma celebridade, o tal advogado sabia que o caso lhe renderia notoriedade e isso, era muito bom para o negócio, pois atrairia outros clientes não tão problemáticos!
Mas o fato é que a cruzada pessoal da galinha BRANCA GAL estava apenas começando.
Ela decidiu processar também o GOOGLE, porque toda vez que algum internauta pesquisava a expressão: "galinha branca", ou "galinha leghorn", o GOOGLE mostrava o resultado: BRANCA GAL!!!
Ninguém era capaz de convencer a galinha BRANCA GAL de que ela estava errada em tentar atribuir aos outros a culpa por sua própria natureza!
Afinal de contas, BRANCA GAL era uma GALINHA!!!
Se você, estimado leitor, acha essa história de ficção absurda, ela é absurda mesmo!
Já se você a identifica com algum caso semelhante da vida real, isso é problema inteiramente seu!
O modesto editor deste VOX LIBRE não quer ser processado por alguma personalidade da vida real que acaso se identifique com a fictícia galinha BRANCA GAL!!!
Qualquer semelhança com pessoas ou fatos da vida real é mera coincidência acidental!!!

4 comentários:

Marcos disse...

Que as pessoas que já passaram por isso não o leiam, Antonio.
No mínimo, hilário.
E tentar combater o Google é como tentar processar Netuno por ter levado um caldo na praia (ops, acho que falei demais...)

RESPEITÁVEL PÚBLICO! VAMOS DAR INÍCIO AO FABULOSO ESPETÁCULO NACIONAL!!! - disse...

E o pior é que ela se acha a galinha mais gostosa, linda, de belíssima voz e bossa, uma atriz nata.

Será que também tem cartão corporativo e equipe de segurança especial e oficial, para não ficar inferiozada em relação a uma outra polêmica filha de ex-operário?

Proponho uma campanha de arrecadação de lonas (encerado automotivo):

BRASILEIRO, DÊ A SUA LONA VELHA ROTA E REMENDADA EM PROL DO 'MAIS GRANDE' CIRCO NACIONAL NUNCA ANTES EXISTIDO NESTE PAÍS!

Anônimo disse...

Tamb�m vou processar o sr. Google. Se voc� digitar "barbeiragem" ele sugere "mulher no volante".

Anônimo disse...

Já leu o kibe loco hoje? Veja só:

Preta Gil: "Como uma boa galinha que sou, estou aqui para dar uma canja"

***

Responda depressa: qual o melhor comentário sobre a declaração acima?


a) "Galinha", não. Chester!

b) E pelo tamanho da ave, fizeram a canja numa piscina térmica.

c) Não dou três dias para o Google passar a sugerir "Experimente também: atriz gorda" quando procurarmos por "galinha Preta". Depois ela reclama.