quinta-feira, 29 de novembro de 2007

RECLAMAR é preciso!!!

Com o advento da internet e do correio eletrônico ninguém vai mais a uma agência dos Correios para mandar uma carta ou telegrama.
Enviar um e-mail é mais prático, mais rápido e quase de graça.
Mas há ainda algumas situações em que é necessário recorrer aos serviços da Empresa de Correios e Telégrafos.
Foi o meu caso ao necessitar despachar para Buenos Aires a minha tese de doutorado.
Eram oito volumes encadernados segundo as normas técnicas aplicáveis e o troço era pesado p’ra burro!
Há muito tempo eu não entrava em uma agência dos Correios e, portanto, eu estava desatualizado sobre o que acontece hoje em dia com a ECT!
Eram três os guichês de atendimento, mas só um funcionava atendido por um funcionário que era um visível exemplo de falta de motivação ou coisa pior.
Assistir a velocidade em que trabalhava o tal sujeito era de dar sono.
Do lado de dentro do balcão, outros três funcionários estavam empenhados em uma animada conversa sobre os últimos resultados do brasileirão de futebol, absolutamente ignorando a fila de dez pessoas no único guichê em funcionamento.
O único funcionário que atendia os clientes parecia fazer um favor aos infelizes da fila.
A fila andava muito lentamente e, como eu já disse, a minha encomenda internacional era pesada.
Observando o que as pessoas que estavam à minha frente na fila seguravam nas mãos, descobri que só eu estava ali em busca de um serviço “postal”.
Tinha gente com boletos bancários para pagamento, contas de luz e de água, carnês do Silvio Santos, compra de cartões telefônicos, formulários de inscrição em concursos públicos e até declarações de isentos de imposto de renda.
Exasperado, em tom de voz elevado a ponto de ser ouvido pela turma de funcionários que discutia futebol ao invés de trabalhar, perguntei se ali era uma agência dos Correios.
A discussão sobre futebol foi interrompida e seus participantes me olharam como se vissem uma alma do outro mundo.
Um deles, visivelmente irritado pela interrupção da “mesa redonda”, respondeu que ali era SIM uma agência dos correios.
Emendei a segunda pergunta:
“Há algum guichê para atender alguém que veio despachar uma encomenda postal?”
O mesmo funcionário retrucou:
“O senhor já está na fila!”
E eu repliquei:
“Acontece que aqui nesta fila só eu estou em busca de um serviço postal!”
Muito contrariado o funcionário abriu um novo guichê e eu consegui ser atendido.
Todo mundo na agência começou a me olhar de soslaio, como se eu fosse uma espécie de "maluco", tudo porque ousei reclamar um atendimento melhor.
É como as coisas funcionam hoje em dia, as pessoas estão sendo treinadas a agir, ou a não agir, feito gado em um curral.
Todos se conformam com abusos e desrespeitos de toda natureza e quando alguém reclama, é um "elemento alterado" perturbando a harmonia da desordem.
Posso parecer antiquado, mas agências de correios deveriam ser um lugar onde se prestam serviços postais, mas, atualmente, funcionam quase como bancos.
Acontece o mesmo em casas lotéricas e em supermercados que hoje cobram contas e vendem cartões telefônicos.
As coisas estão ficando um tanto confusas.
Daqui a pouco, bancos vão vender feijão e arroz e receber apostas lotéricas.
Pelo menos tudo vai fazer mais sentido!!!
Não aceite tais abusos, não se conforme, não permita que furem a fila, RECLAME e EXIJA seus direitos!
Este país só vai melhorar quando o conformismo bovino for banido pela gritaria dos cidadãos indignados!

6 comentários:

Quando vou aos Correios, BB e CEF transformam-me em cidadão "bosta"! - disse...

Caro patrício Rayol,

Aqui na "terrinha" onde sobrevivo, os Correios mantém uma agência "oficial" e uma "franquia".

Pelos mesmos motivos reportados em seu texto, acabei virando freguês da agência "franquia". Mas, até na "franquia" comecei a ficar "irritado". Fiz um teste: no último mês eu comecei a frequentar novamente a agência "oficial" e notei que agora há até um guichê exclusivo para quem envia ou busca encomenda "Sedex" - mas, volta e meia o atendente está fora do posto de trabalho e acaba dando tudo ma mesma...

Logo farei 60 anos de idade e terei o "privilégio" de ser atendido "na frente" de menores de 60 anos, não-grávidas, não-deficientes, não-espertinhos (e não-espertinhas), etc.

Outro detalhe importante que observei: o "ritmo" de atendimento dos funcionários dos guichês das agencias dos Correios continuam semelhante aos caixas do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal: tratam os "fregueses" como se estivessem "quebrando um grande galho", da superioridade cidadânica que seus guichês lhes conferem! E pior, cada vez mais com cara de "petista", ou "novo-comunista" (ou seria, novo-socialista?). E nos Correios também tem algo chato pacas: somos insistentemente assediados com ofertas de "Telesenas" do Silvio Santos...

A cada vez que vou a uma agência do BB, da CEF e dos Correios eu me sinto um brasileiro cada vez mais pobre e insignificante, pra não dizer... um "bosta".

Será que a coisa vai melhorar pra mim quando eu completar 60 anos de idade? Ou vou virar um simples "bosta velho"?

Eu só não me sinto um "bosta velho" quando estou em meu lar e o carteiro chega para entregar correspondência e encomendas. Nesse quesito, a postura dos funcionários que desempenham a função de carteiro merecem elogios. Esses e os funcionários da "logística" (centros de coletas, distribuição e transportes)são as formiguinhas que não permitem que os Correios desmorone pelos "atendentes" superiores dos guichês das agências, nem pelos mensalões, nem contratos favorecendo "amigos" do governo, nem licitações ilícitas, etc, etc, etc...

augusto disse...

Não teve mais nenhuma discussão!O funcionário resignado sentou-se logo em seu posto, então considere-se um homem de sorte. Nessa semana fui em uma repartição da prefeitura e quando cheguei lá a mesa redonda de futebol estava rolando solta.O chato aqui interrompeu o papo e pediu um processo. O grande servidor não conseguiu achá-lo, mas foi socorrido por uma colega mais competente que encontrou a papelada. Então o "Doutor" começou a folhear o processo e fazer perguntas... e o chato aqui pedia:- posso ver o processo e nada... na terceira vez o grande servidor se queimou e emendou:
- Eu estou aqui desde às 11:00 atendendo o público estou cansado(eram 15:00 e o cara em altos brados).
- Tem gente que trabalha bem mais que vc e ainda não fica conversando sobre futebol, falei.
- Vire-se vc com o processo, disse ele.
- Infelizmente, se vc continuar berrando eu terei que reclamar com um superior seu! Então ele sossegou.
Conclusão:
Quando um contribuite vai na Secretaria Municipal de Urbanismo merece ser tratado com mais URBANIDADE.

Marcos disse...

Antonio,
Dia desses passei por uma situação dessas de reclamação. Mas foi um pouquinho diferente. O cara que estava logo atrás de mim na fila do mercado começou a reclamar que a senhora grávida é que deveria ser atendida no caixa da fila ao lado (a fila preferencial). Começou a falar besteiras de quem tem dois ou menos neurônios. Mas ele não reclamou com a atendente, nem mesmo com o gerente. Ele apenas dizia as suas baboseiras infundadas à grávida. E o casal que estava sendo atendido, não dava a mínima, não sei se por não escutarem ou por não entenderem nada, afinal cruzei com eles no mercado e eles falavam em inglês. Talvez na terra deles, as pessoas que têm preferência em filas saibam disso e já entrem logo na frente de outras pessoas que não deveriam ser atendidas preferencialmente.
Mas de tanto ouvir o cara atrás de mim reclamar para a pessoa errada (a grávida, e não a atendente ou o gerente), eu me enchi o saco e soltei: Por que você não reclama para a pessoa certa? Por que você não fala com o casal que deveria ter deixado a grávida passar? Por que não chama o gerente?
Bem, como já podem imaginar, o infeliz achou que eu não concordava em a grávida ser atendida antes dos outros. Aliás, acho que ele não entendeu nada do que estava acontecendo, nem o que ele estava fazendo ali. Ainda teve a capacidade de me chamar de moleque. Como se eu devesse algo a alguém...
Costumamos ser muito bonzinhos e nunca reclamamos. Mas se você quer reclamar, ao menos reclame para quem vá resolver o seu problema!
Que foda!

Alice disse...

Na verdade " o correio " se transformou em td , menos correio, é tele sena , conta de água, luz , telefone,recebe aposentadoria , quem sabe tbm fazer empréstimos , menos a função dele que era enviar e receber cartas :(
E qdo vc " grita " ,presencia coisas absurdas ...tivemos problemas com a Tv e a net ano passado , o técnico não conseguiu configurar o modem , com a recusa de assinar a ordem de serviço ( uma vez que o serviço não foi executado 100 % e o retorno do técnico seria pago , como consta no contrato ),com a recusa ,o técnico não teve dúvida : " além de xingar , subiu no poste e desligou nossos serviços de Tv e internet " ,o pior que a operadora onde " essa criatura trabalha ", não acreditava que seu técnico fez isso ...virou quase caso de policia ...
Bom dia :)

Ser honesto, fiel e leal aos ELEITORES é preciso, condecorar ladrão não é preciso... - disse...

ACREDITE: LULA VAI CONDECORAR LADRÃO DA PETROBRAS
18.12, 17h27

A presidência de Lula vai entrar para a história muito parecida com aquele quadro antigo do programa Silvio Santos: O impossível acontece. Todos os dias os cidadãos brasileiros são surpreendidos com algo bizarro. Lamarca ganha status de general, o principal assessor internacional de Lula manda todo mundo longe diante de uma catástrofe aérea, e fica tudo igual. Agora não é diferente. Um ano e sete meses depois que o presidente da Bolívia Evo Morales mandou tropas do exército invadirem refinarias brasileiras naquele país e forçou o Brasil a entregar por preços vis seus investimentos milionários, Lula vai condecorá-lo. Morales receberá do governo brasileiro o Grande Colar da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul. Trata-se da mais alta condecoração brasileira concedida a cidadãos estrangeiros e originada ainda no Império. O decreto foi assinado no último dia 14 de dezembro.

O que Lula está dizendo ao mundo, senhores? Roubem o Brasil e sejam condecorados.

--------------------------------------------
Fonte: www.diegocasagrande.com.br

"FAÇA O QUE EU MANDO, NÃO FAÇA O QUE EU FAÇO! " disse...

Do Blog do Noblat, 20/12/2007:

"DEU NO ESTADÃO

Chefe do Detran do Distrito Federal tem 42 multas

De Vannildo Mendes:

O diretor do Departamento de Trânsito (Detran) do Distrito Federal, Délio Cardoso, de quem se espera conduta exemplar no trânsito, está tendo dores de cabeça para explicar uma contradição. Foi flagrado por radares cometendo 42 infrações nos últimos dez anos, a maioria por excesso de velocidade - cinco delas são consideradas graves e a lei inclui entre as penalidades a suspensão do direito de dirigir. O episódio ficou ainda mais constrangedor porque, com base em fotografias de radares, Cardoso já suspendeu a carteira de 30 mil motoristas de Brasília."

---------------------------------

--->>> SE O EXEMPLO VEM DE CIMA, DÁ PRA ENTENDER PORQUE SOMOS O 'PARAÍSO' DA IMPUNIDADE, DA POLÍCIA E JUSTIÇA FALHAS, DO GOVERNO 'LOTADO' DE CORRUPTOS... DOS CRIMINOSOS "POR CIMA DA CARNE SECA" E AMIGÃOS DE AUTORIDADES...