sexta-feira, 13 de julho de 2007

VAIAS, muitas VAIAS no MARACANÃ!!!

Os primeiros jogos PAN-AMERICANOS foram realizados em 1951 em Buenos Aires e desde então foi estabelecido o protocolo e a tradição de que o chefe de Estado, do país onde se realiza o evento, faz o discurso de abertura iniciando oficialmente a competição!
Hoje, aconteceu a cerimônia de abertura da 15a edição dos jogos PAN-AMERICANOS do Rio de Janeiro no estádio do Maracanã!
E uma tradição foi quebrada!!!
O presidente LULA estava no Maracanã e mais cerca de 90.000 pessoas!
Por cerca de quatro vezes, quando o nome do presidente LULA foi anunciado no sistema de som do estádio, ou sua imagem apareceu no telão, uma estrondosa onda de constrangedoras VAIAS pôde ser ouvida!
Intimidado pelas VAIAS, o presidente LULA resolveu que não ia discursar, até porque, com as VAIAS, ninguém ia ouvir mesmo as besteiras que ele iria falar!
O problema é que ninguém avisou o mexicano presidente da ODEPA (Organização Desportiva Pan-Americana), MARIO VASQUEZ RAÑA, que anunciou a "fala" do presidente LULA!
Essa foi a grande GAFE porque quem assumiu o microfone foi CARLOS ARTHUR NÚZMAN, presidente do COB - Comitê Olímpico Brasileiro, que abriu oficialmente o PAN-2007!
Pela primeira vez, na história dos jogos PAN-AMERICANOS, a abertura oficial não foi feita por um chefe de estado!
Deve ter sido porque pela primeira vez em 56 anos, um chefe de estado nunca foi tão hostilizado pelo público presente em uma festa de abertura de jogos PAN-AMERICANOS!
Parece que as 90.000 pessoas que estavam presentes no Maracanã são parte daquele segmento da sociedade que, tal e qual o editor deste VOX LIBRE, NUNCA foram consultadas por esses institutos de pesquisa que afirmam que a popularidade do presidente LULA está em alta!
Deve ter sido ainda, porque não havia no Maracanã, nenhum beneficiário de programas do tipo "bolsa-esmola", aquela claque oficial que costuma aplaudir incondicionalmente tudo o que o presidente da república fala, por mais idiota que seja!
Não há a menor dúvida de que hoje o presidente vai dormir de cabeça quente e com a auto-estima em baixa!
Não conseguiu "embromar" ninguém no Maracanão lotado!!!
Uma autêntica e genuína "sexta-feira 13" para o presidente LULA!

13 comentários:

Vaya borracho, vaya! disse...

Vaias machucam ego inflado?
Apupos freqüentes levam à depressão?
Impoluto presidente,
As vaias de ontem
São sinais do fim do seu tempo!


O Brasil segue o lento compapasso do Maracanã. Em 1950, chorou. Em 2007, vaiou. Ou diminui o tempo de reação, ou morreremos de tédio...

Klatos disse...

E ainda dizem que tem 70% de popularidade?
É isso que me faz pensar nessas pesquisas. Urnas eletrônicas, etc...Se essas urnas fossem confiáveis, os países de primeiro mundo ja estariam usando a tempos.

Newton Santos disse...

A petralhada justificará o ocorrido, dizendo que alí só havia a ZELITE.

Quanto as pesquisas, agurado anciosamente o ida que irão consultar-me.

Alice disse...

Eu tava assistindo, qdo começou as vaias,pensei:nossa não estou acreditando ,mas depois,ficou claro...no minimo vão pensar alguma desculpinha esfarrapada ou fazer cara de paisagem ...
Bom dia :)

Ricardo Rayol disse...

Só posso dizer que foi um baita exemplo de cidadania que o povo carioca deu ao resto do Brasil.

Klatos disse...

O mulla é vaiado em muitas ocasiões, só que a midia adesista/cooptada abafa... Ele também SEMPRE aparece em eventos controlados pela segurança e com público cativo, convocado junto aos "movimentos sociais" (MST, UNE, ONGs,etc..), que ganham diária, transporte e alimentação, além dos subsídios costumeiros.
Esta foi uma das poucas vezes onde elle se arriscou (porque megalômano) junto à uma massa de 90.000 pessoas, onde a orquestração é práticamente impossível!!!
Duvido que elle repita esse "erro"... Pode anotar!!! Elle teme até entrevistas coletivas...
Os EUA foram vaiados porque aquele beócio chamou o RJ de "Congo" e a Venezuela e Bolívia o foram pelo mesmo motivo do mulla...
O que vimos ontem foi uma dígna e honesta manifestação da insatisfação generalizada com esse desgoverno de m... que nos assola...
O fato foi muito bom para desmistificar esses ridículos e absurdos índices das pesquisas de araque, que são divulgadas homeopáticamente para anestesiar as pessoas...
Basta se circular pelas ruas para se sentir toda a insatisfação da população (de TODAS as classes sociais), com esse bravateiro barato e aproveitador...
Por tudo isso achei ÓTIMA a manifestação expontânea da abertura do PAN, para que as pessoas percebam que estão enredadas em uma catatonia gerada por uma estratégia gramscista desenvolvida por esses clepto-petralhas...

Anônimo disse...

Jogos Pan-Americanos

A vaia do Rio de Janeiro branco
DAVIS COIMBRA/ Enviado Especial/Rio

A vaia do Maracanã ao presidente Lula foi maciça, foi pesada e foi humilhante. Mas há um aspecto nessa vaia que não se pode deixar passar: foi a vaia do Rio de Janeiro branco. Onde estavam os negros na linda festa do maior templo do esporte mundial? Onde estavam os pobres que todos os dias atormentam os motoristas nos sinais de trânsito, esmolam nas esquinas, balançam nos trens e nos ônibus lotados? Quem atravessou a cidade da Barra da Tijuca ao Maracanã viu onde eles estavam: nas favelas pingentes, nas malocas infectas, vivendo no fedor do mangue, entre balas perdidas e papagaios empinados.

Isso não desmerece nem desautoriza a vaia do Maracanã. Os bem nascidos e bem alimentados também têm direito à vaia, e foram 90 mil bem nascidos e bem alimentados que vaiaram o presidente. Mas foram, sim, os bem nascidos, os bem alimentados.

Eu estava no Maracanã. Eu vi: eram todos limpos, corados, vestidos de acordo com a moda, caminhando sorridentes com seus filhos pela mão. Repito: não havia pobres no Maracanã. E repito: isso não torna a vaia menor. Mas isso deixa exposta a maior chaga do Brasil. O Brasil são dois: o Brasil branco, que trabalha, ri, se diverte e protagoniza uma festa tão magnífica como a de ontem. E o Brasil que vive à margem, subnutrido, revoltado, muitas vezes de fuzil na mão, como nas favelas do Rio.

Lula veio deste Brasil. Do Brasil negro. Provavelmente mereceu a vaia. Mas quem o vaiou vem de um lugar do qual ele jamais pertenceu. E talvez tenha sido esse o motivo de ter sido a vaia tão maciça, tão pesada, tão humilhante.

Anônimo disse...

Realmente não devia haver pobre no maraca, quem estava lá era justamente quem está pagando a conta deste governo, a "classe média", e quem paga tem direito a tudo inclusive a vaiar o quanto quizer, porque o Lula resolveu comprar votos e adesões no atacado com a "bolsa esmola" Os ricos estão cada vez melhor obrigado, então mais uma vez sobrou para a classe média com impostos escrochantes que nunca foram tão altos, em troca de um sistema de saude falido (apesar do cpmf) in segurança total, e ainda por cima chamou todo mundo de idiota quando disse que não sabia nada sobre mensalão.
Depois de tudo isso ainda queria submeter os ouvidos de gente que diferentemente do público habitual que o aplaude que tem sòmente dois neurônios na cabeça só que um não se comunica com o outro e aplaude os discursos simplistas, reducionistas que como costuma dizer nosso querido alcaíde Cesar Maia, são suco de água.
Mereceu cada vaia que foi dada,só lamente não ter estado lá para vaiar também

¡Vaya borracho, vaya! disse...

Pagar ICMS, IPI, COFINS, I.R., ISS, IPTU, IPVA

e vaiar o presidente Lula quando ele menos espera, ao vivo e em cores, para muitos outros países também...


NÃO TEM PREÇO!!!

Klatos disse...

Talvez não existisse pobres no maracanã. Mas existia gente que como eu trabalha 5 meses e meio por ano para sustentar Lula e sua claque (MST,UNE,CUT,MSLT,ONGS)com grandes somas de dinheiro arrecadados de impostos.
Que sutenta suas festas regada à Romanée-Conti, fortunas em paraísos fiscais.
Que sustenta a ociosidade com bolsa miséria ao invés de elaborar um plano de trabalho e dignidade.


"Eu não mereço isso"

Klatos disse...

Esqueci de dizer também que quem estava no Maracanã eram pessoas que patrocinam a fábrica de indenizações governamental. Sendo que das últimas indenizações, fizemos a família do terrorista-assassino Lamarca 902 mil reais mais rica. Até indenizar feto meu dinheiro de imposto indeniza.

Lucky Man disse...

Realmente, exigir que "o povo" diferencie Chefe de Estado e Chefe de Governo, é exigir demais.

Saudações

Fera disse...

Entra governo e sai governo...mas a turma do "eu sou contra o governo" está sempre presente, pronta para criticar, deturpar e até vaiar.
Afinal, os frustrados com seus fracassos pessoais necessitam descarregar o ódio que sentem por serem "os perdedores"em alguém.Quem melhor que um presidente?
O mais engraçado é que esta gente, sempre em época de eleição, se perguntamos em quem irão votar, o escolhido é sempre um candidato que não tem chance alguma de ganhar. Claro, assim eles não se comprometem e ainda estarão protegidos para poder criticar o futuro governante.
É... o povo brasileiro e principalmente o carioca, "acha" muito e "sabe" pouco!
O piegas mesmo é ver que esta gente toda que vaiou o presidente, é a mesma que, diariamente, oferece propina para o guarda de transito dar "aquele jeitinho" de não multar, que fura fila sempre que pode e até acha "normal" guardar lugar em fila de banco. As mesmas pessoas que não respeitam sinal vermelho, que comem fruta no supermercado e não levam, que estacionam sobre a calçada e uma série de outras "gracinhas" das quais estes indivíduos ainda têm orgulho de cometer.
Aí eu pergunto...quem mesmo merece ser vaiado?