domingo, 15 de outubro de 2006

O irmão dele vota em ALCKMIN!

JACKSON INÁCIO DA SILVA, irmão do candidato à reeleição e atual presidente LULA, em notícia publicada no jornal O Estado de São Paulo de 12 de outubro, critica a corrupção no governo e declara VOTO em GERALDO ALCKMIN no segunto turno!
O mestre de obras de 52 anos JACKSON INÁCIO DA SILVA afirma que também votou em ALCKMIN no primeiro turno!

8 comentários:

pentefino disse...

O Molusco faria grande bem ao Brasil se, ao invés de matar a sede da oncinha que só toma da "marvada", bebesse cicuta.
Só assim ficaria na história "destepaiz"...
Quem o conhece, não se engana.

O que fizemos, para merecer esse castigo? disse...

Vendo a foto do cidadão Jackson não se pode dizer "cara de um, focinho do outro". O cidadão Jackson não é barbudo, tem brio e hombridade. O cidadão Jackson não vive na mordomia às custas de alguns há mais de 30 anos, não se presta a beijar mão de Jader Barbalho, nem se entender com Sarney e Delfim Neto, nem deixou Morales encostar e sorrir por cima do seu ombro esquerdo. Paramos ou continuamos com a lista de “coisas vergonhosas” que descem quadrado pelas goelas dos brasileiros honestos?

Está na hora da maioria dizer ao Abominável Homem dos Alambiques: FORA!

Ricardo Rayol disse...

Ele sabe onde se mete a mão.

Hercules disse...

REFERÊNCIA: ACORDO FRUSTRADO ENTRE ALCKMIN X PDT


TRÊS CENAS DA VIDA REAL:

Cena 1: O rapazinho perdido na Boca do Lixo:

- Ao perceber que estava perdido em uma rua sem saída e ali era a Boca do Lixo, o rapazinho lembrou do que a vovó sempre lhe falava, "Querido, sempre confie em sua áurea". A lembrança daquele conselho tranqüilizou o rapazinho. Ele viu uma tremenda “gata”, distraiu-se e... três rufiões o pegaram de jeito... e porradas nele!

Moral da história: Se a vovó nunca fez ponto na Boca do Lixo, esqueça os conselhos dela e "pernas, para que te quero!"

Cena 2: O diretor da seccional após ter sido cobrado diretamente pelo Secretário da Segurança, solicitou a opinião do seu assessor, sobre quem ele deveria indicar para mandar prender de vez um temido marginal:

- "Para pegar um bandido temido e cruel, que já matou 13 pessoas, só mesmo dando o serviço para um delegado que sempre está tenso, grandão, cara feia e barba por fazer, modos e palavreado de bandidão quando não está em seu lar. Não adianta mandar um investigador educado e que tem muito tato para tratar as pessoas nervosas no balcão de B.O. da delegacia", ponderou o assessor para o chefe.

Moral da história: O cara bom não consegue pegar desprevenido e ferrar o cara mau, o inverso é verdadeiro.

Cena 3: A vitória estava escorrendo por entre os dez dedos do candidato, um bom moço. Era imperioso conseguir o apoio de todos, contra o adversário de apenas nove dedos, mas de incrível capacidade de levar no bico até mesmo uma platéia de 318 estelionatários:

- O candidato, todo esperançoso e confiante em sua áurea de bom moço, levou toda a papelada solicitada e já assinada. Chegou lá e descobriu que era uma armadilha combinada entre um bando de zé-ninguém com o temível "nove dedos", seu adversário - por sinal, formado na faculdade da vida e estágio prático em assembléias, palanques e discursos de improvisos.

Moral da história: Quem não ouve o motorista particular, por sinal, um ex-taxista que fazia ponto na Boca do Lixo, acaba fazendo papel de otário.


MORAL DA HISTÓRIA DAS TRÊS CENAS DA VIDA REAL: Quem nasceu para trabalhar e governar com seriedade e honestidade não pode ir até a "zona" para negociar com os rufiões. -> -> -> ou, traduzindo para os militantes tucanos do 7º escalão hierárquico, que só entendem o que é dito em “português realista”, na bucha:“O FHC é de foder mesmo! Deixou o Lula chegar lá, sentar e tomar gosto pelo cargo e com a garantia de ser reeleito!”

----------------------------------------------------
... rir para não chorar. No segundo turno
votarei no Alckmin. Fatos inesperados
poderão acontecer e pela segunda vez
faltar votos para o Lula (ele próprio sacou
esse lance no primeiro turno!).

Hercules disse...

TV CULTURA SP - PROGRAMA RODA VIVA DESTA 2ª FEIRA, 16/10/2006

ENTREVISTADO: LULA, auxiliado bravamente pela jornalista Teresa Cruvinel, de O Globo(Olha O Globo aí, gente!!!)


51ª DOSE CERTA VIDEO, APRESENTA:

“CRUVINEL, A MAMÃE NOEL MERCENÁRIA DEFENSORA DO EX-OPERÁRIO POBRE E HOJE UM POBRE PRESIDENTE”


Cruvinel, Cruvinel!
Do Lula, és Mamãe Noel!

Cruvinel faz média e passa a bola,
Ri e pisca para o Lula,
Uma sob medida, na dose certa.
Vai, Lula. Vai presidente, aterroriza!
Inverta a acusação,
Não responda, eu vou atrapalhar...
Elogie a Justiça e a PF.
Lula, você é demais, faturamos mais essa!

PS: Se o Paulo Caruso é o caricaturista do "Roda Viva", eu, um pobre telespectador também posso fazer os meus acrósticos caricaturais, uai!

É de chorar, ao sabermos préviamente o efeito na formação moral das nossas crianças e jovens brasileiros, pela exposição forçada a um verdadeiro bombardeio de mal exemplos, desfaçatez, mentiras, inversão de valores, crimes e impunidade.

Hercules disse...

Um único Palácio custa mais que quatro ministérios!

A Presidência da República bateu o récorde de gastos em 2004: R$ 2,6 bilhões. No início de setembro de 2006, a conta da Presidência já chegava a R$ 1,4 bilhão, despesa superior ao total de R$ 1,2 bilhão desembolsado, este ano, pelos Ministérios da Cultura, do Esporte, do Turismo e do Meio Ambiente juntos. A informação é da ONG Contas Abertas - www.contasabertas.uol.br.

É fácil imaginarmos o nosso mais ilustre gastão-cúmplice justificando tal disparate de gastos e alocação de recursos da nação. Seria algo mais ou menos, assim:

“Vamos por parte, que eu vou tirar de letra essa questão...

Primero, Ministéro do Meio Ambiente. Pra que mais verbas do Orçamento, se não temos pobremas com os nossos ar e rio?

Segundo, Ministéro da Cultura. Pra que mais verbas do Orçamento, seu eu que sou cheguei a presidenti sem nunca ter estudado mais que o curso de torneiro mecânico?

Tercero, Ministéro do Esporte. Pra que mais verbas do Orçamento, se eu próprio dou exemplo ao povo destepaiz, pra que ele jogue futebol aos sábados, sendo que pra isso não se precisa de dinheiro nenhum do governo, é só fazer uma vaquinha entre amigos e ir até um campinho rapadão?

Quarto, Ministéro do Turismo. É piada, intriga dessa oposição recalcada e que perdeu a boquinha... conta outra! Pra que verbas do Orçamento, se são os turistas que vem de fora é quem vem aqui gastar o dinheiro deles?

Quinto.. cadê? Não tem pobrema, dá pra ir em frente sem. Finalmente, quanto a esse palácio que voceis tanto criticam, nunca antes na história destepaíz esse palácio foi tão bem cuidado, as pessoas que nele moram e trabalham foram tão bem tratadas e respeitadas, com todas atenções que elas merecem. Afinal, é o palácio de um país inserido no mundo globalizado, excluindo-se os países ricos e os que estão quase ricos... mas, nós chegaremos lá, alguns degraus acima do Haiti! Acreditem, o pobre brasileiro já é mais rico que os pobres do Haiti e muitos outros povos da África.”

Moral da História (existem "n"...):

1. Quem desconhece "Nem com toda sede ao pote, nem com toda fome à arca", dia mais ou dia a menos, se estrumbica de vez.

2. O Brasil continua esperando que cada um cumpra com o seu dever.

3. Lula, você vai se estrumbicar! Se estrumbica Lula, se estrumbica...

4. em diante (digam as suas e divulguem aqui... se o blogueiro permitir! rs...)

Luis Gonzaga disse...

O recado dos números...
Veja só que curioso: o segundo turno será no dia 29/10/06.

Se somarmos os números, 29+10+06 = 45

Se subtrairmos, 29-10-06 = 13

É o recado dos números: se você quer um Brasil MAIS, um Brasil MELHOR, um Brasil POSITIVO, então SOME: 29+10+06 = 45. É GERALDO ALCKMIN!

Mas se você quer um Brasil MENOS, um Brasil DIMINUÍDO, um Brasil NEGATIVO, então DIMINUA: 29-10-06 = 13... Fazer o quê, né?

Até a natureza está mandando o recado: dia 29/10/06 é 45! É Alckmin!

gigoga disse...

Precisamos brigar com espírito suprapartidário, para acabar com o conceito entranhado que corrupção é algo inevitável na política, e pior, o povo nada pode fazer para deter o roubo de nossos impostos. Precisamos da união de todos para exigir mudança na legislação penal para casos de corrupção e malversação do dinheiro público, com punição severa aos envolvidos e culpados. Enquanto a população se mata pelo Lula ou Alckmin, neste exato momento, centenas, milhares de políticos e pessoas ligadas ao governo estão enfiando a mão no seu bolso e subtraindo o dinheiro da segurança, da escola, da saúde que te é devido como contribuinte, a voce que paga o salário desta escória! Ou o povo brasileiro se une para melhorar este país, que se encontra no fundo do poço, ou calem-se para sempre! Ladrão é ladrão, deixa de ter partido político para ser apenas um meliante.