segunda-feira, 9 de outubro de 2006

O debate presidencial de ontem na TV BANDEIRANTES!

Durante ainda a campanha eleitoral do primeiro turno uma piada sobre o Geraldo Alckmin circulou na internet, dizia o seguinte:
"Sabe por que você olha para o Alckmin e não sente nada?
É porque ele é anestesista!"

Era uma piada alusiva ao apelido de picolé de chuchu que “colaram” no ex-governador de São Paulo!
Parece que esqueceram que o Alckmin ganhou uma eleição para governador de São Paulo, estado que tem o maior colégio eleitoral do país, uma massa de eleitores exigentes e qualificados.
Ontem, depois do debate da Rede Bandeirantes, não consegui escrever nada neste blog, também fiquei meio nocauteado pelo chuchu e apenas postei um extrato do debate feito pela blogueira Táta.
O anestesista mostrou que sabe botar os outros tontos.
Eu esperava que ele fosse ser agressivo contra o candidato LULA, mas não imaginava que ele fosse usar um trator!
Todo mundo acreditou na história do picolé de chuchu, principalmente o candidato à reeleição.
O candidato do PT não foi aos debates no primeiro turno não porque fosse já o favorito ou porque fosse ser acuado por todos os outros candidatos, mas porque temia a ferocidade da ex-petista Heloisa Helena!
Agora no segundo turno, diante da ameaça real da derrota e apenas para enfrentar o picolé de chuchu achou que ia ser moleza.
Craque na arte de falar com propriedade sobre assuntos dos quais não entende nada, imaginou que ia ser um debate burocrático em que ia embromar com facilidade o insosso Geraldo Alckmin.
Que engano!
Sorteado para abrir o debate com uma pergunta ao candidato LULA, ALCKMIN cumprimentou a todos e disparou a primeira pergunta com inesperada agressividade.
Atingido com um “soco” no baixo ventre, o candidato do PT perdeu o fôlego, acusou o golpe e “esqueceu” do "roteiro" préestabelecido e dos cumprimentos protocolares.
O resto do debate foi com o candidato LULA na defensiva e o desafiante ALCKMIN batendo pesado o tempo todo.
ALCKMIN questionava LULA sobre os escândalos de corrupção do governo petista, LULA tergiversava, tangenciava e tentava mudar de assunto.
ALCKMIN não permitia a manobra diversionista e "arrastava" LULA de novo para a arena da CORRUPÇÃO e da ÉTICA!
Vocês se lembram daquele personagem que DESAFIAVA quem quisesse discutir ÉTICA com ele?
Pois bem.
Aquele personagem... MORREU!
O candidato LULA, visivelmente nervoso e contrariado, de fisionomia carregada, suava e bebia muita água para suavizar a sensação de boca seca!
"Cadê o picolé de chuchu?"
Perguntava mentalmente desesperado o candidato petista!
Em vão!
O ataque continuava...
Mais de uma vez o candidato petista apelou para a mãe...
Em dado momento, diante de uma pergunta sobre política externa do oponente ALCKMIN, o candidato LULA respondeu o seguinte:
"Minha mãe sempre dizia, cada macaco no seu galho!?"
Ninguém entendeu (talvez nem ele mesmo), o que é que tal adágio popular tinha a ver com o que estava sendo discutido ali!
Parecia o apelo desesperado do sujeito que está sendo nocauteado e tenta arrumar uma pausa para respirar.
Tal e qual o desafiante em uma luta de boxe contra o campeão favorito, ALCKMIN se comportou como aquele que tem que partir para o tudo ou nada para conquistar o “cinturão de ouro”.
Se vai conseguir vencer a eleição é outra história, cujo desfecho só saberemos no dia 29 de outubro!
O fato é que o chuchu virou um tremendo pepino engasgado na garganta do candidato à reeleição.
Se o desempenho do GERALDO no debate vai lhe render mais votos ninguém sabe, mas em enquetes promovidas pelos sites do GLOBOONLINE e do UOL na madrugada de hoje, os internautas afirmavam que ALCKMIN venceu o debate em percentuais que variavam entre os 60% contra 30% do candidato LULA.
Depois do debate, ainda na transmissão da Rede BANDEIRANTES, a coordenadora da campanha petista em São Paulo, a ex-prefeita MARTA SUPLICY tentou desqualificar o candidato ALCKMIN dizendo que não gostou dele.
Claro, não era para gostar mesmo!
Ela gostaria do ALCKMIN se ele tivesse sido engolido pelo candidato do PT!
Sem conseguir conter um riso nervoso, MARTA dizia que ALCKMIN pareceu um candidato de “plástico”, querendo dizer que ele foi uma pessoa artificial!
Patético!
Por falar em “plástico”, deu dó ver a fisionomia da ex-senhora SUPLICY.
Parece que ela foi submetida a tantas cirurgias plásticas que ficou com o rosto deformado, toda vez que ela ria, piscava o olho direito e a orelha esquerda vibrava.
Coisa muito estranha!
Mas voltando ao tema do debate na BAND, é até possível que após o desastre de ontem o candidato à reeleição arrume uma desculpa para não comparecer a outros eventos semelhantes.
A desculpa melhor seria desqualificar o GERALDO!
Hoje durante um evento público, o candidato à reeleição disse que viveu ontem (durante o debate), o momento mais triste de sua carreira política!
Foi triste mesmo para os petistas!
LULA disse que ALCKMIN se comportou como um “delegado” arrogante!
Acho que o GERALDO acertou.
Depois de tudo o que aconteceu nos 4 anos desse governo, o candidato do PT precisa mesmo é ser interrogado por um delegado!
Alguns analistas políticos que escreveram hoje sobre o debate criticaram os dois candidatos dizendo que eles apenas trocaram acusações, não apresentaram propostas nem programas de governo!
Ora, propostas e programas de governo são apresentados no horário da propaganda eleitoral gratuita.
Debate, como ensina qualquer dicionário, se caracteriza pelo antagonismo e pelo confronto.
Serve para que os candidatos façam um ao outro aquelas perguntas cujas respostas os eleitores querem conhecer, aquelas perguntas que os jornalistas não têm coragem ou oportunidade de fazer!
Debates servem para que se toque naqueles assuntos delicados que ninguém abordaria espontaneamente.
É aquela coisa do:
"tudoquevocêqueriasabermasnãotinhacoragemdeperguntar"
Se não houver choque ou confronto não precisa haver debate!
Quanto à troca de acusações, há um evidente desequilíbrio em desfavor do candidato da situação!
Nada menos que 5 ex-ministros do seu governo estão indiciados criminalmente pela polícia ou denunciados pelo Procurador Geral da República, para não falar de dezenas de outros membros de seu partido de menor hierarquia.
Não era para falar nisso?
Então esqueceram de combinar com o GERALDO!!!
A conclusão que sobrou do debate presidencial na TV BAND é que o candidato LULA pode até conseguir se reeleger, mas que não vai ser fácil, não vai não!
O até então Dr. JEKYLL (o picolé de chuchu), resolveu mostrar sua face Mr. HYDE que deve continuar assombrando as hostes petelhas até o final da campanha eleitoral do segundo turno!

12 comentários:

augusto disse...

Eles(petistas) se acostumaram com o jeito "Serra" de fazer debates. Pensavam que seria fácil,mas não foi.Vejo agora nos meios de comunicação vários petistas dizendo que o jeito agressivo de Alckmin fez ele perder votos! Esse discurso nos mostra o medo que eles estão do debate da TV Globo.A melhor estratégia para Alckmin sempre será o ataque! Se Alckmin continuar a forçar a barra nos ataques, é bem capaz de Lulla dar um vexame na frente das câmeras. Para o povão amado todo ver.

Helena Resende disse...

Excelente comentário, Dr. Rayol!

O debate foi sensacional! Vibrei o tempo todo e quando Lula mentia, sempre que falava, eu sempre dizia aquele chavão cômica: "Fica vermelha, cara sem vergonha!"
Li no blog do Noblat, que o aconselhava a olhar para o telespectador, ou seja para a câmera, mas como, doutor, quando se está mentindo, não se olha nos olhos!

LCMarques disse...

O 'ético' diz que vai se preparar par o próximo debate.
Se o Alckmin, acredito que sim, se concentrar em projetos e deixar ele atacar desmioladamente do jeito que lhe é peculiar, será a pá de cal...

Anônimo disse...

O mais engraçado da memorável noite foi a declaração estapafúrdia da escanteada pelo próprio pt - martaxa suplício, toda plastificada pelo botox a respeito do futuro Presidente do Brasil - GERALDO ALCKIMIM!eh,eh,eh

Sorria, vc está sendo filmado disse...

Dr. Delegado,
Estou revoltada.
Como é possível que o bandido do PT preso com as malas de dinheiro no hotel em São Paulo, agora venha dizer que só citou o nome do Fróide porque o Delegado PF "exigiu" que ele desse o nome de alguém próximo a Lula??
É possível que o Delegado não tenha filmado o interrogatório?
Se filmou, o país precisa assistir.
Se não filmou, foi muita ingenuidade. É tão fácil filmar!
Por que deixar que o bandido desqualifique e anule o trabalho da polícia, por falta de uma providência tão simples e barata??
Se puder, comente, por favor.

Anônimo disse...

O engraçado é que ele confundiu as profissões quando disparou: "delegado de porta de cadeia"!!Seria reflexo do nocaute na noite anterior?????ahahahaha

abcs

Rubone

Luis Gonzaga disse...

Caro Rayol.

Excelente post. Estou totalmente de acordo. Agora é terminar o massacre e mandar o molusco e família para a Itália, aproveitando a cidadania recém-obtida...

A batalha não será fácil. Como não foi no 1º turno.

Mas, no final, vamos vencer. Como o apedeuta gosta de metáforas futebolísticas, aqui vai uma para ele: A vitória virá os 45, no 2º !!!

tunico disse...

Rayol, a atitude de Alckmin lavou nossa alma. Falou diretamente ao Lula o que nós queríamos e não podemos pela blindagem criada em torno dele.Mas lhe assevero que Alckmin é assim.Comedido,tranquilo mas se necessário, duro e contundente. Ele nunca perdeu eleição. Vai batalhar muito para que esta não seja sua primeira vez.Tomara não seja.Lutou contra seu próprio partido, contra o desconhecimento de sua pessoa e de sua biografia impecável.Ademais é homem criado na política por Mário Covas, o líder que eu gostaria que fosse Presidente mas os caminhos da vida o levaram para outras plagas.Gente ligada a Covas é gente séria, dedicada,trabalhadora pelos bons destinos do país.bons brasileiros como nós.Fique certo que são poucos, dentro do PSDB. Um deles é Geraldo Alckmin.Hoje o melhor nome.

Anônimo disse...

Os eleitores de São Paulo são qualificados?
Não me faça rir...

Alice disse...

Eu, antes de começar ,o debate , me deu até um medo , achei que o Lula ia acabar com o Alckimin , mas qdo começou ,achei ótimo o Alckimin fez o que todos nós brasileiros,queriamos fazer .
Não é possivel um ser não saber de nada , não ver nada e continua passando a idéia que não sabe de nada , nem das coisas públicas .
Foi ótimo e no dia seguinte , todo mundo comentando a postura do Alckimin que foi muito boa ( antes que eu me esqueça, no bus , no curso , no refeitório , na vizinhança , mais uma vez , sinto em decepcionar as pesquias que acham que o Alckimin foi mal ,´pelo visto abriu os olhos de mais pessoas , rs ) .

Anônimo disse...

É dificil de acreditar que esse crápula vai ficar mais 4 anos no poder, quando o lugar dele é na cadeia. E o que dizer dos que votam nele?

Karl Marx disse...

complicado vcs nehh...soh ataam o presidente como se ele fosse um homem da pior espécie, eu n analisei isso n, pelo contrario. De defensor, Lula passou a não só mdefender aos ataques, mais atacar também. Não é qualquer brasileiro que faz isso n, n eh qualquer persedente que ganha o premio de melhor estadista do ano tb naum, entaum pensem melhor, pq se juntar o conhecimento de vcs todos, intelectuais, n ganham da cultura do presidente Lula, e isso pq ele n formou em nd. Que bom que a burguesia n vence eleição...