sexta-feira, 25 de agosto de 2006

Violência no trânsito!!! Quosque tandem???

A foto acima é do jornal O DIA e mostra o que sobrou de um automóvel ASTRA depois que ele se chocou em alta velocidade na traseira de um caminhão parado a serviço da prefeitura, que fazia manutenção em sinais de trânsito.
O local estava sinalizado com cones, mas mesmo assim, não havia sequer marcas de freada do ASTRA, o que demonstra que o motorista do automóvel nem tentou parar o veículo, significando que não deve ter "visto" o caminhão.
Por mais incrível que possa parecer, dentro do ASTRA estavam sete pessoas, cinco homens e duas mulheres.
Os cinco homens morreram na hora e as duas mulheres foram socorridas e encontram-se em estado gravíssimo!
Pelo horário do acidente, na madrugada da última quarta-feira (dia 23 de agosto), estima-se que os ocupantes do ASTRA vinham de uma "balada" e não é nenhum exagero supor que o motorista estivesse alcoolizado!
O acidente foi tão violento que chegou a arrancar o eixo traseiro do caminhão.
O acidente ocorreu na Barra da Tijuca, bairro de classe média alta do Rio de Janeiro, mais exatamente na Avenida das Américas que já ganhou o apelido nada lisonjeiro de "avenida da morte", pela alta velocidade e conseqüente morticínio que costuma caracterizar os acidentes que ali ocorrem!
Estima-se que mais de 50.000 óbitos ocorram por ano no Brasil em virtude de acidentes de trânsito.
É um número maior do que o de soldados americanos mortos nos 9 anos da guerra do Vietnã!
São principalmente acidentes causados por falha humana, quase sempre com o fator "ingestão de álcool" associado aos desastres.
As autoridades sabem de tudo isso, mas ninguém sabe porque não agem com rigor para reprimir os motoristas que dirigem embriagados.
Não é preciso ser um especialista para saber os locais e os horários em que é possível flagrar motoristas dirigindo sob o efeito de bebidas alcoólicas mas ninguém toma uma providência a respeito.
Dirigir veículos embriagado é uma infração gravíssima segundo as leis do Código de Trânsito, mas como acontece com outras normas no Brasil, trata-se de "letra morta"!
Em qualquer "engarrafamento" (coisa normal no Rio de Janeiro), vendedores de "tudo" perambulam entre os carros parados vendendo, inclusive, cervejas em lata, que os motoristas consomem sem o menor pudor à vista de policiais e fiscais de trânsito!
Em dias de sol e calor à beira mar, é possível assistir a motoristas completamente embriagados, que depois de um dia inteiro na praia onde "beberam todas", simplesmente não entram, mas "caem" dentro de seus carros, que saem dirigindo ziguezagueando pelas ruas.
Muitas vezes conduzem dentro de seus automóveis, a família inteira, mulheres e crianças!
O maior problema dos irresponsáveis motoristas bêbados, não é o de colocar suas próprias vidas em risco, mas ameaçar a vida de terceiros, inclusive daqueles que não bebem!
Mais irresponsáveis ainda, são as "otoridades" do trânsito que nada fazem para reprimir rigorosamente a carnificina!
Até quando esse massacre vai continuar???

8 comentários:

Alice disse...

Caramba sobrou pouco do carro ,pelo visto vai continuar por muito tempo ,as "otoridades " não estão muito preocupadas .
È triste eu sei , mas pior ainda é qdo matam inocentes nesses acidentes , batem , atropelam , quem não tem nada a ver ...
Bom dia :) , bom final de semana .

José Alberto Mostardinha disse...

Viva António:

Isso não é caso único.
Com maior ou menor grau em Portugal passa-se o mesmo.
Volta e meia lá está um enfeixado em qualquer coisa.
E aqui não se pode dizer que é por não terem instrução.
Tem é a ver com a falta de responsabilidade dos condutores e falta de educação cívica.

Um abraço,

AVISO disse...

Leia na Veja: Humberto (PT) é indiciado vampiro 25/08/2006 12:03
a Polícia Federal pediu o indiciamento de HUMBERTO COSTA como membro da máfia dos vampiros - esquema de superfaturamento de hemoderivados desarticulado pela PF em 2004.

Leia amanha na revista VEJA em todas as bancas do pais!

+ Vampiro
+ Sanguessuga
+ Mensalão


LULA + HUMBERTO
É RUIM PARA O BRASIL
É PIOR PRA PERNAMBUCO

* espalhe esta notícia //

Augusto disse...

Quosque tandem? Até os Cíceros serem tão competentes quanto o original e houverem menos Catilinas no Brasil.

José Alberto Mostardinha disse...

Viva António:

Passei por aqui para lhe desejar um bom fim de semana.

Um abraço,

baratas disse...

Blog legal, parabéns! A política, se me atrai por sua importância para a vida social, também me cativa pela inesgotável mineração que nela se faz de excelentes motivos para o riso e a ironia. Há muito de exemplar nela! Saúde e paz! www.baratas2006.blogspot.com

Rodrigo Xavier disse...

Olá Antônio,

A irresponsabilidade no trânsito denota nosso egoísmo, no sentido mais abjeto.

A cultura de paz no trânsito só é possível a partir de dois vetores: a) paciência;
b) agilidade.

Sob o ímpeto da pressa, ao recebermos uma fechada, por mais que o carro da frente esteja dificultando nossa passagem... é preciso ter paciência. Demonstração de nobreza de caráter, esta qualidade acompanha os sábios. Todo motorista precisa dominar este valor para o trânsito fluir.

Tranquilidade é algo bem distinto de falta de educação. Por mais que seja domingo, mesmo que a pista esteja aberta, mesmo que você esteja na velocidade indicada... é preciso ser ágil. Permitir ao outro fluir, conduzir seu carro sem segurar o trânsito, abrir logo a fila quando o sinal abrir, são atitudes imperativas para dificultar a possibilidade de acidente.

A idéia de manejar uma máquina de mais de tonelada, leva-nos a regredir à barbárie. Por mais aberrante que essa condição aconteça.

A civilização só é possível com autonomia, respeito ao próximo e inteligência.

Abraços.

Ricardo Rayol disse...

NO país das "leis que não pegam" não é de seestranhar que ninguem dê a menor bola para as leis de trânsito