terça-feira, 15 de agosto de 2006

Cadeira Vazia!

No primeiro debate entre presidenciáveis transmitido pela Rede Bandeirantes de Televisão ontem à noite, o candidato da situação não compareceu e foi representado por uma cadeira vazia!
A candidata HELOÍSA HELENA do PSOL classificou a ausência como uma demonstração inaceitável de arrogância política!
Mas há outras explicações circulando na mídia.
O humorista JOSÉ SIMÃO disse hoje na rádio Bandeirantes que o candidato à reeleição não compareceu porque foi informado de que haveria exame anti-doping.
Há também quem afirme que o candidato da situação não foi ao debate porque NÃO SABIA DE NADA!
Outros dizem que ele mandou uma cadeira no seu lugar porque alguém disse que ele, como presidente em exercício, poderia falar no debate "de cadeira", e ele entendeu tudo errado!
Há também a versão de que a decisão de mandar uma cadeira ao debate partiu da assessoria do candidato baseada no velho ensinamento de que é melhor ficar calado e os outros pensarem que é um idiota, do que falar e todo mundo ter certeza!
Alguns acham que a cadeira vazia desempenhou o importante papel de manter no debate o nível intelectual elevado, já que a cadeira ficou calada, ao contrário do que faria seu ocupante.
Não era necessário colocar uma cadeira vazia com o nome do candidato ausente, mas a providência serve para lembrar o tempo todo que alguém não compareceu, e isso é ruim!
Transmite a idéia de medo do confronto.
Analistas políticos avaliam que a postura de colocar nos debates uma cadeira vazia representando o candidato ausente pode fazer um grande estrago nos índices eleitorais!
Só o tempo dirá!!!

9 comentários:

Kafé Roceiro disse...

Rayol,
Eu continuo achando que o pobrezinho não foi por que ele não sabia!

Elaine disse...

rrs também acho que ele não sabia!
Affe, tomara que ele não vá a nenhum debate.
Sds...EP

Santa disse...

Antônio

Que bom estar aqui! Tudo o que eu precisa hoje era ler algo bem humorado meio a ácida realidade.Parbéns pelo texto e blog.

Um abraço,

Alice disse...

O tempo é senhor da razão rsrsrs, espero .
Bom dia :)

Klatos Magnus disse...

Não se pode enganar com números:



Vejam os comícios que mal começaram e Alckmin arrasta uma média de 9600 eleitores contra 3000 de Lula.(Folha de São Paulo)

Na Bahia em 2002 havia 150 mil pessoas.Este ano foram 3600 mais ou menos.

Nas enquetes na net,sempre com 150,200 mil pessoas, Alckmin aparece sempre com 60,70,75%.

Outro lance.

Vejam esses números:

Brasileiros que não votaram em 2002:
a) abstenções: 23.589.485
b) brancos : 1.727.760
c) nulos: 3.772.138
TOTAL = 29.089.383
Diferença entre Serra x LuLLa no segundo turno:
18.915.595

29 milhões de pessoas não gostam de Lula.Se não votaram nele em 2002
nunca votarão agora e não vão querer que ele seja eleito.

Sou otimistas mesmo.

José Alberto Mostardinha disse...

Viva António:

Concordo plenamente com a tua opinião e a ausência do Lula deveria ser punida eleitoralmente.
Não posso acreditar que o candidato a futuro Presidente da República brasileira tenha medo do confronto de ideias.
Como costumo dizer, "Quem não deve não teme".

Senão foi para debater os problemas do país para que serve a democracia?
Ao proceder assim Lula age contra os mais elementares pricípios democráticos.

Tem medo do debate por falta de preparação cultural,... pois bem não deveria sequer candidatar-se a Presidente de uma das maiores economias do mundo.

Um abraço,


Novo artigo no EG á espera do teu comentário.

Augusto disse...

Na placa do Luiz Ignorácio deveria conter também a sigla PCC.

Anônimo disse...

Ele não quer se complicar ainda mais.

Mario disse...

Realmente ele não sabia do debate, será que ele sabe que é candidato?