quinta-feira, 13 de julho de 2006

O "general" do PCC, MARCOLA, e a "guerrilha política" contra o povo de São Paulo!

Políticos tucanos estranharam a nova onda de ataques do PCC (Primeiro Comando da Capital) durante o período eleitoral e pediram "apuração" para as suspeitas levantadas pelo pefelista Jorge Bornhausen de que haveria uso político da crise de segurança pública no Estado de São Paulo.
"Tem muita coisa estranha por trás de tudo isso, mas não vou fazer nenhuma observação de natureza política. Cabe aos órgãos policiais a investigação profunda dos fatos e suas origens",
afirmou Geraldo Alckmin, candidato do PSDB à Presidência.
"Estranho é a forma como ocorre, a época em que ocorre e a maneira como ocorre."
Segundo ele,
"é dever investigar quais as ligações do crime organizado, qual a origem e qual é a motivação".
O senador Bornhausen, presidente do PFL, afirmou suspeitar de uma ligação entre o PT e o PCC.
"O PT pode estar manuseando, manipulando essas ações",
disse ele, em declarações publicadas na edição de hoje da Folha de S.Paulo.
A declaração do senador pefelista ganhou ressonância com o seu colega de partido e parlamento José Jorge (PE), vice de Alckmin.
"Toda vez que tem uma pesquisa a favor do Alckmin, o PCC faz alguma coisa.
Isso pode ser coincidência, mas tem acontecido",
afirmou.
"Eu não tenho informações para dizer isso (sobre a suposta ligação do PT com o PCC).
Não me cabe julgar a declaração do presidente Bornhausen".
O mesmo termo "estranho" foi usado pelo candidato do PSDB ao governo paulista, José Serra, em campanha pelo interior do Estado, que chegou até a lembrar de que um ex-secretário municipal na gestão do PT em São Paulo enfrentou acusações de ter influência sobre perueiros que seriam ligados ao PCC.
O VOX LIBRE andou pesquisando e descobriu no site www.midiasemmascara.com.br que em Cochabamba, território de plantio ilegal de cocaína na Bolívia, foi eleito um deputado de nome: Gabriel Herbas Camacho (clique no link do título deste post).
Marcola chama-se: Marcos Willians Herbas Camacho.
Seu irmão aqui no Brasil chama-se: Alejandro Juvenal Herbas Camacho Júnior, de 34 anos, preso pelo DENARC (Departamento de Investigações Sobre Narcóticos).
Na CPI do Tráfico de Armas, instalada em 2003, foi apurado que Alejandro Juvenal Herbas Camacho Júnior, como braço direito e irmão de Marcola, era o responsável pela compra e distribuição de armamento para os integrantes do PCC.
As armas seriam trazidas para o Brasil junto com carregamentos de cocaína, vindos da Colômbia e da Bolívia
Marcola e Alejandro são filhos de um boliviano!!!
Marcola, que tem ligações com o MST, muito possivelmente com as FARC e agora talvez até com o MAS (Movimento ao Socialismo), através do deputado Gabriel Herbas Camacho (suposto irmão de Marcola), aliado de EVO MORALES, que é amigo dos atuais governantes do PT!
Raciocinou???
A questão relevante é que a "manobra" pode sair pela culatra porque a população de São Paulo já está percebendo quem é realmente o "inimigo".
Em outubro, o eleitorado vai dar a resposta que MARCOLA e seus "aliados" merecem e as pesquisas eleitorais já começam a apontar nessa direção!

6 comentários:

LCMarques disse...

É Rayol, não podemos esquecer que tudo começou no Presídio da Ilha Grande quando colocaram na mesma cela guerrilheiros e criminosos comuns, originando o Comando Vermelho. Foram muitos ensinamentos sobre organização, estratégia e outras coisas.
Não me impressiona que possa ser a cobrança de uma fatura antiga...

Sérpico disse...

muito clara a sociedade PT-PCC-MST-FARCS. A Abin possue documentos que confirmam essa noticia.

Anônimo disse...

Pra quem mora em Sampa é óbvio oelo entrePTe PCC,basta prestar atenção na família Tatto, a famosa Tattolandia e sua estreita ligação com a máfia das vans,dominadas pelo crime e que não foram molestadas nestes ataques.

Novinha de Taubaté.

Anônimo disse...

Excelente observação da "Novinha", pois somente que mora em Sampa notou que as vans rodaram tranquilamente ontem sem serem alvos dos "ataques".

abcs
Rubone

Anônimo disse...

Não sou petista e nunca serei, mas que os tucanos ou pmdb, ppp,mmmmkkk,cúcúcú, têm culpa, tem.
Foram eles que deram mole para esses facinoras, inescrupulosos, se criarem.
Viva ERASMO DIAS!!!!!

Elaine disse...

Apesar de ter uma turma de "intelectuais" que manipula o pobre eleitor, eu também acho que dessa vez, os paulistanos vão dar uma resposta a altura aos poderosos. A conferir.