terça-feira, 20 de junho de 2006

No Brasil até os falsários são analfabetos!


Um Toyota Corolla roubado foi recuperado na manhã da última sexta-feira por policiais rodoviários graças a um erro de grafia cometido na adulteração do emplacamento.
O nome da capital catarinense, Florianópolis, estava escrito como "Frorianópolis".
O homem que dirigia o carro foi preso.
O carro foi parado na altura do km 439 da rodovia Régis Bittencourt, sentido Paraná, na região de Registro (231 km a sudoeste de São Paulo).
O erro das placas foi reproduzido também nos documentos apresentados pelo comerciante que dirigia o carro.
Por meio dos números de chassi e motor, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) descobriu que o carro havia sido roubado no último dia 31 de maio, em São Bernardo (Grande São Paulo).
O comerciante disse ter comprado o carro por apenas R$ 5.000 em um shopping de Florianópolis.
O preço real é de aproximadamente R$ 50 mil.
Ele acabou preso e autuado em flagrante por uso de documento falso e receptação de carro roubado.
Nossa sorte é que se nossa polícia é incompetente, os bandidos conseguem ser ainda mais despreparados.
O Brasil deve ser o único país do mundo onde falsários não sabem escrever.

2 comentários:

LCMarques disse...

E mães nascem desdentadas e analfabetas.
Faz sentido.

Anônimo disse...

calma gente, tem um ilustre senhor, analfabeto de nascimento( e status mantido), que já conseguiu ser presidente. então por que não dar ao larápio o direito de ser analfabeto ???