terça-feira, 13 de junho de 2006

Ensinando como ser "assaltado"!!!

RODRIGO NETTO, guitarrista do grupo DETONAUTAS, assassinado por assaltantes.
O advogado Dorneles Romualdo do Nascimento, de 59 anos, foi morto no último domingo (dia 11 de junho), por assaltantes no Rio de Janeiro. Nascimento foi atingido por um tiro de fuzil.
Segundo o jornal O Globo, há duas versões para seu assassinato.
O advogado teria sido morto por uma bala disparada contra outra vítima que era assaltada pelos bandidos ou teria desobedecido ordem dos bandidos de parar o carro em que estava.
Para o presidente da seccional fluminense da OAB, Octávio Gomes, o assassinato do advogado "é uma prova incontestável de que não há uma política de prevenção, uma polícia coletando informações e, principalmente, identificando os focos criminais.
A população está acuada, está apavorada com a falta de segurança na cidade".
A OAB cobrou do governo do Rio de Janeiro medidas urgentes na área de segurança pública.
"É difícil ter que admitir, mas quem está presente hoje na rua no Rio de Janeiro não é a população.
São os bandidos.
A polícia precisa dar um freio, um basta porque pessoas inocentes estão perdendo a vida e nada é feito para evitar esse tipo de ação dos bandidos".
No domingo 04 de junho, o guitarrista do grupo Detonautas, Rodrigo Netto (foto acima), foi morto no Rio de Janeiro nas mesmas circunstâncias.
Qualquer estatística rudimentar sobre mortes de cidadãos vítimas de assaltantes no Rio de Janeiro vai demonstrar que a cidade se transformou em um território de caça, em que os predadores (os bandidos), se movem livremente e as pessoas de bem tem que torcer para não serem caçadas e conseguirem voltar vivas para suas casas.
As autoridades responsáveis pela segurança pública do Rio de Janeiro, quando comparecem diante das câmeras de TV, admitem explicitamente que perderam o controle da situação pois, ao invés de declarar que vão resolver o problema da criminalidade urbana, em uma total demonstração de perda de decoro, preferem ensinar aos cidadãos como ser assaltados sem correr riscos!
Não têm mais a coragem de prometer resolver um problema que está visivelmente acima de suas possibilidades!
Numa das últimas aparições na mídia de um porta voz da polícia carioca, as "instruções" eram assustadoras:
"Não faça movimentos bruscos;
Deixe suas mãos à mostra;
Procure tranquilizar o assaltante porque ele está muito nervoso..."
E et coetera e tal e blá, blá, blá...
Como os assaltos são inevitáveis diante da incapacidade da polícia, só resta mesmo "treinar" as pessoas de bem na arte de fazer tudo o que os criminosos quiserem!
E nas próximas eleições, lembrem-se de que muitos dos ex-responsáveis pela segurança pública do Rio de Janeiro são candidatos a alguma coisa e baseiam suas pretensões políticas em suas "bem sucedidas" administrações!

6 comentários:

Elaine disse...

Pois é amigo blogueiro, ou você segue as regras dos bandidos ou morre. Pois então, eu já tive uma arma apontada para a cabeça e, por misericórdia de Deus, entreguei a minha bolsa como se tivesse sedada. Sem medo, sem terror,sem indignação, sem nada. E mesmo depois que o assaltante desceu do ônibus eu continuei assim.Segui para a cidade conforme havia planejado e voltei. Mas nem sempre foi assim. Eu poderia ter tido outra reação como em um situação anterior. Não adianta essas regras, pois o nosso instinto fala mais alto. Poucos tem o equilíbrio de fazer a coisa certa. Não merececemos viver assim.
Há muito tempo pessoas gritam pedindo que algo seja feito, mas a sociedade continua surda, cega, egoista e muda.
Beijins...Elaine

LCMarques disse...

Já tem ladrão dizendo para a vítima agir como o ensinado pela TV. E que qualquer coisa que ocorrer ele terá o atenuante de que avisou e foi desobedecido.
Uma grande maioria tem assaltado com armas de brinquedo, sabem que não haverá nenhuma reação.
Não estou falando que devemos reagir, mas pelo menos o criminoso deveria ficar na dúvida se o assalto poderia dar errado.

Augusto disse...

Eu vou tentar seguir os conselhos das autoridades, mas gostaria de saber como tirar o cinto de segurança e botar as mãos para cima, ao mesmo tempo. Isso, nem o Mandrake consegue.

Ozéas disse...

Muito bem lembrado, o ex-secretário de segurança Marcelo Itagiba, Delegado Federal, emprestado ao Estado vem como Deputado Federal, e o ex-chefe da Policia Civil, o delegado estadual Alvaro Lins vem como Deputado Estadual. É a dupla que vem representando a insegurança do Rio de Janeiro.
Abç

Anônimo disse...

Esclarecendo: nem seguir ordem adianta. Dorneles não tentou furar bloqueio nenhum, ele levou o tiro literalmente de graça. Os bandidos ficaram com raiva porque o motorista do vectra que achavam ter roubado acionou a trava eletrônica do carro e saíram atirando nele (motorista do vectra), que correu. Dorneles entrou na rua e os bandidos DELIBERADAMENTE viraram a arma para o motorista do ecosport e SIMPLESMENTE ATIRARAM PARA MATAR. Era entre 3 e 4 horas da tarde, estava claro e ele nem viu o que aconteceu, estava conversando, foi atingido, caiu para o lado e morreu. Hora nenhuma ouve ameaça. Esta é a verdade, meus caros.

Anônimo disse...

Família de bandido quando morre na cadeia tem direito a indenização do estado, pois segundo a cartilha dos "direitos humanos" o estado falhou em sua proteção. Agora, quem protege os milhões de trabalhadores que saem de suas casas e não sabem se voltam? Quanto recebe a família deste trabalhador, morto pela bandidagem, que deveria ser protegido pelo estado e não foi? Nesta hora não vejo nenhuma ONG protestando! Ordem e progresso ou desordem e atraso?