sexta-feira, 19 de maio de 2006

Serviço Secreto do PCC em ação!

A foto acima, referente a agentes secretos, é só uma ilustração, não tem nada a ver com o PCC.
Alguns maledicentes já apelidaram o governo paulista de SCC (Segundo Comando da Capital), porque o PCC (Primeiro Comando da Capital), como o próprio nome já diz, viria em primeiro lugar mandando e desmandando na maior cidade do Brasil.
Pode parecer exagero, mas o fato é que o PCC tem até o seu serviço secreto que espiona os "inimigos"!
O depoimento secreto dos delegados da Polícia Civil de São Paulo Godofredo Bittencourt e Rui Ferraz Fontes, do Deic (Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado), foi vendido a dois advogados do PCC (Primeiro Comando da Capital) por um funcionário terceirizado da Câmara, informou anteontem (quarta-feira), a CPI do Tráfico de Armas.
De acordo com a CPI, Arthur Vinicius Silva, contratado para trabalhar no registro do áudio da reunião, vendeu por R$ 200 dois CDs com a gravação integral dos depoimentos dos delegados aos advogados Maria Cristina de Souza Rachado e Sérgio Wesley da Cunha.
O funcionário terceirizado prestou depoimento à CPI ainda na quarta feira.
Por meio dos advogados, os CDs teriam chegado ao líder do PCC, Marcos Willians Herba Camacho, o MARCOLA, e detonado a série de 251 ataques a forças de segurança e de 80 rebeliões de presos que atingiu diversos pontos do Estado de São Paulo.
Na audiência, os delegados informaram que transfeririam e isolariam um grupo de presos considerados de alta periculosidade (incluindo líderes da facção), e que tinham conhecimento do plano dos criminosos de promover uma megarrebelião no domingo passado, Dia das Mães.
O depoimento dos delegados foi transformado em "sessão secreta" (reservado a parlamentares), justamente porque Bittencourt e Fontes identificaram os dois advogados do PCC na platéia da audiência aberta, marcada para quarta-feira passada (10).
Quando uma organização criminosa consegue ter um serviço de "inteligência" capaz de "vazar" uma "sessão secreta" do parlamento, é porque está sobrando inteligência de um lado e faltando inteligência do outro lado!
É uma verdadeira piada que uma diligência secreta do parlamento tenha a participação de funcionários de uma empresa terceirizada!
E o incidente só se tornou público porque o tal funcionário da empresa terceirizada que "vendeu" os CDs aos advogados espiões do PCC, moído por remorsos aos constatar o desastre que sua inconfidência causou em São Paulo, resolveu confessar TUDO.
Caso contrário, ninguém jamais saberia que MARCOLA, bandido mor do PCC espiona até o Congresso Brasileiro!

11 comentários:

Augusto disse...

Esse serviço do PCC funciona para valer, não é como a agência de informações do governo federal que informa mal o presidente "que nunca sabe de nada". Temos aí o exemplo das refinarias na Bolívia. A sede do nosso serviço de inteligência deveria ser em Lisboa.

COP disse...

ZUENIR VENTURA "falta com a verdade" sobre a censura da GLOBO ao PCC.

Em sua coluna de hoje, 20 de maio, Zuenir discute o papel da mídia na crise de São Paulo.

Afirma:
"Historicamente, sabe-se o quanto os jornais contribuíram para a glamourização de criminosos e para a promoção involuntária de seus crimes".

Discute medidas adotadas na Colômbia e defende um "acordo tácito da imprensa" para controlar o que se publica sobre crimes e criminosos.

Ao final diz que "há uns dois anos O GLOBO cessou de chamar pelos nomes as facções criminosas e nem por isso a liberdade de informar sentiu-se prejudicada".

Para não dizer que o Sr. Ventura mente, diremos que ele se engana redondamente.

Para tanto, basta consultar a seção ARQUIVO PREMIUM do jornal e procurar a palavra PCC.

Até o dia 18 último aparecem muitas citações, inclusive em EDITORIAIS.

A "auto-censura" passou a vigorar apenas a partir de ontem, dia 19.

Bom assunto para as classes de ética nos cursos de jornalismo.


( http://oglobo.globo.com/jornal/colunas/zuenir.asp )

Alice disse...

Fazendo cara de passada :(

Sérpico disse...

SABE QUAL A SOLUÇÃO: BALA E BURACO PARA OS CRIMINOSOS! Bom final de semana!

Anônimo disse...

Pra que serve ABIN, Polícia Federal, Polícia do Congresso, Policia Civil, Serviços de Inteligência das Forças Armadas?

A incompetência é generalizada?

As "caixinhas" falam mais alto? Sempre, com tudo, com todos, em qualquer lugar?

Que vergonha, que vergonha...

Zeus disse...

A melhor saída para o Brasil é mesmo o aeroporto.

Anônimo disse...

Endereço de policial vale 20 pedras de crack... + 3 mil reais

“Inimigo secreto

MARINÊS CAMPOS, marines.campos@grupoestado.com.br
(Site www.estadao.com.br)

Já faz uma semana que o soldado R., antes de sair para o trabalho, sobe na laje da casa inacabada da Zona Leste e vasculha com os olhos a rua onde mora. Depois, deixa a mulher e os filhos no apartamento dos sogros e, assustado, segue sozinho para o quartel. O temor do PM não é apenas o de ser o próximo alvo do PCC. Pouco tempo atrás, ele descobriu que, entre os bandidos, o endereço do sobrado onde vive com a família está valendo 20 pedras de crack mais R$ 3 mil.

O pânico do soldado foi ainda maior: a "venda" do nome da rua e do número do sobrado estava sendo negociado entre o chefe de um ponto de tráfico e um companheiro do próprio quartel. Mas o colega não conseguiu fechar o negócio com o bandido - alertado do risco por um informante, R. deixou a casa que construiu aos poucos, mudou de bairro e agora paga aluguel.
Hoje, além do medo de serem surpreendidos pelo tiro de um criminoso desconhecido, policiais civis e militares têm convivido com a desconfiança e a suspeita dentro das delegacias e quartéis - além de se proteger do PCC, convivem com a insegurança de trabalhar ao lado de colegas ligados ao crime. Há muito tempo sabem que a organização criminosa tem infiltrado seus homens nas duas corporações - eles chegam a prestar concurso público - e que, dessa posição privilegiada, conseguem informações valiosas para os chefes. Já os policiais corruptos preferem vender endereços, munição ou armas. Por isso, nesses dias de guerra na Cidade, os caçadores têm virado caça.

"Vivemos num campo minado. Estão matando policiais de folga, à paisana. E quem pode indicar o lugar onde a gente mora ou está fazendo bico? Bandido não vai ficar ficar seguindo o policial para ter essas informações. A questão é que tem muitos inimigos entre nós", diz um oficial da PM.

"Nunca fico de costas para algumas pessoas que trabalham comigo. Foi instalada a máfia na polícia", revela um dos delegados mais antigos da Polícia Civil.

As queixas não são feitas sem motivo. Há pouco tempo, policiais da Zona Norte receberam a denúncia de que um PM estava ensinando bandidos da região a lidar com armas mais modernas - os criminosos estavam tendo dificuldade em atirar com metralhadoras e fuzis. "A Corregedoria não conseguiu apurar a denúncia, mas o comando transferiu o cara lá para a periferia da Zona Sul", contam alguns soldados.

O cabo J., há 15 anos na PM, também não confia nos próprios colegas de farda: "A corrupção na polícia aumentou muito e o deus dos caras é o dinheiro. Dão R$ 1 mil pela sua cabeça e você roda." O valor oferecido pelo endereço do policial visado, segundo o cabo, depende do "prejuízo" que causa na sua área de trabalho: "Se é um policial que quebra as bocas de tráfico, a informação pode valer R$ 5 mil."
Algumas denúncias contra os maus policiais chegam a ser apuradas. Outras, contam os PMs, são escondidas por quem tem interesse em manter a sujeira debaixo do tapete: "Tem oficial que sabe que o subordinado é bandido, mas não faz nada para que os superiores não saibam que ele não teve competência para comandar a tropa." "

Anônimo disse...

A criminalidade também é alimentada pela corrupção e criminalidade dos próprios agentes públicos, não apenas pela "desigualdade social", pelo desemprego, pela falta de escolas, etc, etc e muito bla bla bla.

Quantos policiais, agentes penitenciários e até mesmo magistrados são corruptos?

Qual a "taxa" cobrada por celular que "passa pela revista"? Idem, para uma arma de fogo?

Quanto é pago por “serviço extra e de risco” feito pelo advogado (criminoso, diga-se) em favor do criminoso, um “dileto cliente injustiçado” e vítima da “desigualdade social” e falta de escolas?

Cada agente público corrupto também é cúmplice de cada policial, agente e cidadão assassinado pelos criminosos do PCC, CV e outras “organizações” criminosas.

A banda podre é maior que a banda saudável?

O político, a autoridade, o agente público - que trai a confiança da sociedade é o pior dos traidores, o pior dos bandidos. Desses tipos de vermes estamos cheios no Brasil, infelizmente.

Anônimo disse...

"Rebelião de suspeitos

No retorno dos Estados Unidos, o presidente da Câmara, Aldo Rebelo, será recebido por deputados rebelados: acusados de integrar a máfia dos sanguessugas, ameaçam revelar os pecados de todos os 513 colegas, caso a Corregedoria insista em investigar o esquema de compra fraudada de ambulâncias. As provas são abundantes, segundo a Polícia e o Ministério Público Federal, mas eles temem os efeitos eleitorais da investigação." - blog http://www.claudiohumberto.com.br)

::::::::::::::::::
513 na Câmara Federal + 81 no Senado + "milhares" noS ExecutivoS Federal, Estaduais e Municipais + "milhares" nos Legislativos Estaduais e Municipais: CRIMES "FENOMENAIS" E DE CAUSAR INVEJA ATÉ NAS PODEROSAS MÁFIAS RUSSA, JAPONESA, ITALIANA, AMERICANA, COLOMBIANA, BOLIVIANA, VENEZUELANA, PCC, CV...

Pelos rombos e mais rombos cometidos diuturnamente nos cofres públicos, dá para aquilatar a riqueza e poderio do Brasil. Se reduzissem a corrupção em 50% não haveria mais miséria e a "lucrativa desigualdade social". Só tem um detalhezinho: "E quando as riquezas naturais e a capacidade de empreendedorismo e de produção dos verdadeiramente honestos e competentes se extinguirem?"...

Eu disse...

O que você pode esperar do Aldo? No seu gabinete tem um quadro grandão com S.Bolívar. Ele é bolivariano. Porra, não entendo esses caras para ser revolucionário tem falar espanhol? O marcola é filho de boliviano, também é revolucionário e ladrão. Ah! esqueci. Também deve ser "guerrilheiro".

Anônimo disse...

A polícia de SP investiga a existência de uma loteria do PCC. Presos e familiares de detentos participam do concurso, que usa os resultados da Loteria Federal para garantir a transparência!!! (Viram só? Até bandido confia na CEF do Governo PT!!! Só o caseiro Francenildo é que se estrepou...)

Tá aí uma oportunidade de ouro para o Waldomiro Diniz. Assim que estiver preso (se é que vai ser preso...), já tem emprego garantido: alavancar os resultados financeiros da loteria do PCC.