quinta-feira, 25 de maio de 2006

A conta que não "FECHA"!


Ainda por conta do roubo à mão armada cometido pelo presidente da Bolívia, EVO "COCALERO" MORALES, contra o patrimônio da PETROBRÁS.
EVO "COCALERO" MORALES já anunciou que vai aumentar o preço do gás fornecido ao Brasil.
O nosso presidente já disse que o fornecimento do gás boliviano não será interrompido.
Claro que não, o gás natural não pode ser empacotado para ser exportado em porões de navios, só pode ser transportado por gasodutos e, assim só pode ser vendido ao Brasil!
A Bolívia não tem a quem vender seu gás natural senão ao Brasil!
O nosso presidente anunciou que o aumento do preço do gás boliviano não será repassado aos consumidores no Brasil, nem a PETROBRÁS levará prejuízo.
É difícil entender, pois a conta não "bate", alguém vai ter que arcar com o prejuízo!
Se o aumento do preço do gás natural boliviano não for repassado aos consumidores brasileiros, a PETROBRÁS vai "amargar" o prejuízo!
Como a PETROBRÁS é uma empresa cujo maior acionista é o Estado brasileiro, significa que NÓS TODOS vamos suportar o "PREJU"!
O fato é que a PETROBRÁS não é uma empresa estatal, é uma empresa privada, uma sociedade anônima com ações na bolsa de valores com milhares de acionistas particulares, embora o controle acionário (51%), seja da União.
As sociedades anônimas são regidas por uma legislação própria e suas decisões devem ir ao encontro dos interesses de seus acionistas.
Uma sociedade anônima não pode ser dirigida de forma política ou ideológica (como pretende o presidente da república), levando prejuízo deliberadamente para "ajudar" o povo da Bolívia ou quem quer que seja.
Aliás, o governo brasileiro tem a constitucional obrigação primária de proteger os interesses dos cidadãos brasileiros e não "ajudar" cidadãos de países estrangeiros!
Entre os acionistas privados da PETROBRÁS há pelo menos cerca de 310.000 trabalhadores brasileiros, que incentivados pelo governo federal, investiram cerca de 1,6 bilhão de reais do FGTS em ações da PETROBRÁS.
A PETROBRÁS não pode arcar com um prejuízo por conta do aumento do preço do gás boliviano só porque o governo do Brasil quer!
Ela terá que repassar o aumento do gás aos consumidores porque a legislação das sociedades anônimas a obriga a preservar os interesses de seus acionistas.
Uma entidade que congrega investidores privados já avisou que recorrerá ao judiciário caso o governo insista na decisão de que a PETROBRÁS assuma os prejuízos decorrentes do aumento do preço do gás boliviano.

9 comentários:

Augusto disse...

Até a eleição o governo vai dar o famoso "jeitinho brasileiro" para não aumentar o preço do gás. Depois de todo mundo ter metido os dedinhos na famosa urna eletrônica o pau cantará mais uma vez no lombo do povão. O FHC fez a mesma coisa, só que com valor do dólar, não lembram?

Anônimo disse...

São importados 30 milhões de metros cúbicos diários de gás, que chegam ao consumidor (em SP) por até R$ 1,50 o metro cúbico. Supondo que o barbudo do apocalipse faça com que a Petrobrás pague R$ 0,10 a mais por metro cúbico, estaríamos enviando 3 milhões de reais a mais, diariamente, para o Cocalero. Em um ano, mais de 1 bilhão. Para financiar a escalada vermelha no nosso continente. Se no Brasil as finanças públicas já são uma zona, imagine as Bolivianas?

funai disse...

Tenho a solução para o problema do gás. É só mandarmos um carregamento de espelhinhos, panelas, apitos e fazer o truque da água que pega fogo com álcool, que os indígenas mandam o gás na troca. Eles vão ficar amarradões.

Anônimo disse...

YPFB y Franklin Oil and Gas firman acuerdo para iniciar estudios de factibilidad para la producción de diesel - - -
http://www.redbolivia.com/noticias/Economía/16569.html?search=Bolivia:%20La%20Nacionalización%20Parte - - -


Franklin Oil & Gas, Bolivia and YPFB to Construct and Operate Bolivia's First Gas-to-Liquid Refinery - - - http://box75.bluehost.com/~empirer1/cgi-bin/exec/view.cgi/121/21115 - - -


Franklin Mining, Inc. is engaged in the exploration, development and mining of precious and nonferrous metals, including gold, silver, lead, copper and zinc. The company opened a wholly owned subisidiary in Bolivia, Franklin Mining, Bolivia and started operations mining operations in Bolivia. - - - http://www.stockguru.com/profiles/fmnj/index.php

Kafé Roceiro disse...

Acho que se a Petrobrás engrossasse a voz com a Bolívia, uma vez que somos só nós que compramos seu gás natural, aí sim partiríamos para a negociação justa. Essa coisa do Lula ceder para tudo, isso me cheira rabo preso!
Um forte abraço,
Kafé.

LCMarques disse...

Manda pros jornais.
Com o respaldo da sua formação, respeitabilidade do seu nome e capacidade de comunicação será um editorial esclarecedor para os leitores, com visibilidade maior que a 'grande rede'.
Valeu a exposição clara e objetiva. Divulgarei.
Amplexos alvinegros.

Anônimo disse...

Conseguimos aquilo que a guerrilha não conseguiu: o apoio da população carente. Vou aos morros e vejo crianças com disposição, fumando e vendendo baseado. Futuramente, elas serão três milhões de adolescentes, que matarão vocês [a polícia] nas esquinas. Já pensou o que serão três milhões de adolescentes e dez milhões de desempregados em armas?" (Palavras de William Lima da Silva, o “Professor”, fundador do “Comando Vermelho”, página 255 do livro “Comando Vermelho. A História Secreta do Crime Organizado”, de Carlos Amorim). Para os mais jovens, ou para aqueles que não sabem ou "não se lembram": O Comando Vermelho foi fundado na penitenciária que existia na Ilha Grande, no Rio de Janeiro, onde criminosos comuns, como o "Professor" foram colocados junto com presos políticos, que os "converteram" às idéias comunistas, ensinando-lhes inclusive táticas de guerrilha aprendidas em Cuba. Daí o nome Comando "Vermelho". Mais ou menos como agora, em que tanto o PCC(Partido Comunista Carcerário) quanto o "vovô" Comando Vermelho recebem ajuda operacional, tática e estratégica do MST e das FARC. Se continuarmos de braços cruzados, achando que o voto vai resolver tudo, estaremos ajudando a consolidar a baderna, que logo será substituída por medidas governamentais saneadoras, com a execução sumária dos marginais que eles mesmos insuflaram e armaram, e a instalação de um regime totalitário de esquerda, onde as leis serão semelhantes àquelas do MST.
Paulo Sério C. Pinto


AÍ, NÃO VAI ADINTAR CHORAR NEM RANGER OS DENTES

Anônimo disse...

Isso aqui é uma imensa tribo de desordeiros e safados.

reiteudom disse...

Todas as atenções nesse momento são para a política-tupiniquim do Brasil , o próximo Governo deve atentar para a soberania do País , pois se "a moda pega " perderemos em breve !!! A NOSSA ÁGUA , onde esta o comando desse Brasil ???????