sexta-feira, 20 de janeiro de 2006

MATANDO o MORTO!

A foto acima é do jornal O DIA.
Túmulo de 'Uê' é atacado no cemitério do Caju.
O túmulo do traficante Ernaldo Pinto de Medeiros, o Uê, morto em 2002 em uma rebeliâo no presídio de Bangu 1 (chefiada então por FERNANDINHO BEIRA MAR), foi atacado na madrugada da última quarta feira, no Cemitério São Francisco Xavier, no Caju.
Duas granadas foram lançadas e também atingiram dois mausoléus próximos.
Construído com granito importado da Alemanha, o jazigo do bandido, ex-chefe do tráfico no Complexo do Alemão, custou R$ 380 mil e está localizado na alameda principal, área mais valorizada do cemitério.
Uma granada já havia sido deixada no local há duas semanas.
De acordo com a direção do Caju, no último domingo foi encontrada uma bomba falsa sobre o túmulo.
Policiais da 17ª DP (São Cristóvão) ainda não têm pista dos autores.
O ataque aconteceu por volta das 2 horas de quarta feira quando três homens armados renderam três vigias e os obrigaram a levá-los até a sepultura.
Que estranho!!!
Qual o propósito de tão complexa e arriscada operação para metralhar e bombardear com granadas um túmulo de um traficante!
Para matar quem já está morto?
Se não são loucos, os traficantes do Rio de Janeiro pelo menos estão com fartura de munição e de granadas!
Se fosse o caso da pichação de um túmulo, entenderíamos... Mas um ataque armado é uma coisa ainda para nós inexplicável!
Antes de encerrar o texto, perguntamos:
Quem pagou o túmulo de R$ 380.000,00 reais com granito importado?
Com dinheiro proveniente de onde?
Alguém investigou, ou vai investigar?
O VOX LIBRE acha que há certas coisas que só acontecem no Brasil!

5 comentários:

Elaine disse...

Eu hein, ataque esquisito esse não. Vai ver guardaram alguma coisa no túmulo, ou quem sabe deixaram algo lá mais cedo para ser apanhado depois. Ah, sei lá. O editor tem razão. Só no Brasil mesmo que acontece essas coisas.
Bom feriado!

Claudio Cruz disse...

"Bons tempos" aquele em que no máximo era colocado um "trabalho" na esquina.
Só no Brasil mesmo!

Sérpico disse...

Não concordo com violência nenhuma. Veha de onde vier. Agora, esse cara é humano? Esse "ue" nem siquer animal ele é. Animal mata para se defnder ou quando se sente ameaçado. Que eu saiba esse marginal, por assim dizer, matava por prazer. Lugar de pilantras como esse e "o inferno" e não um cimenterio. Onde as pessoas de bem devem reposar. Outra coisa, a policia (Federal, Militar, Civil) ja investigo de onde saiu o dinheiro para pagar essa sepultura tão cara? Não deve ser dinheiro da familia dele não é?

Augusto disse...

Dr.Rayol parece que granada foi posta sem o pino, e estava presa por um adesivo, no momento que alguém fosse retirá-la do local explodiria. Ainda bem que chamaram o esquadrão anti-bombas e ninguém saiu ferido.

Alice disse...

Vai entender ...