domingo, 15 de janeiro de 2006

FIM DE CARREIRA! (É menos um!)

Na manhã de ontem, por volta das 05:00 horas, WEBERTON FREITAS DOS SANTOS de 19 anos (foto acima), teve sua (até então "produtiva" carreira de assaltante de residências), encerrada de forma abrupta e definitiva.
Após ter invadido uma residência num condomínio da Barra da Tijuca e rendido o casal de moradores, WEBERTON foi surpreendido pelo filho do casal que voltando de uma noitada resolveu partir para a "porrada" com o assaltante.
WEBERTON perdeu seu revólver 38 e acabou morto pela sua própria arma!
WEBERTON foi o criminoso que invadiu a casa dos apresentadores do JORNAL NACIONAL da TV GLOBO, WILLIAM BONNER e FÁTIMA BERNARDES em fevereiro de 2005.
WEBERTON era conhecido da polícia desde sua adolescência e só na área da Barra da Tijuca era acusado em 11 inquéritos por ataques a residências, fora os assaltos eventualmente praticados em que ele não foi identificado!
Preso em julho de 2005, fugiu em outubro e perseverou no caminho do crime até encontrar a morte pelas mãos de uma de suas vítimas.
Nem sempre o dia é do caçador, de vez em quando quem vai buscar lã acaba tosquiado!
Reagir contra um assaltante armado é algo extremamente desaconselhável, mas é com indisfarçável prazer que escrevo sobre isso!
Agora, é bem provável que o jovem que matou o criminoso profissional de invasões de residências seja alvo da ira das ONG's de direitos humanos que costumam lamentar a morte de inequívocos facínoras contumazes.
O VOX LIBRE parabeniza o jovem cidadão que livrou todos nós de um predador, criminoso perigoso e incorrigível!

17 comentários:

Gustavo de Almeida disse...

Pois é. A gente tem a casa invadida, e nada acontece. Quando se defende, temos de responder.

O mais incrível é que o SIM no referendo do desarmamento parecia querer nos tirar este poder de escolher se eu quero defender aqueles que eu amo ou se eu quero deixar aqueles que eu amo serem escorraçados pela bandidagem.

O argumento era risível: "Ah, é melhor não ter uma arma, pode ser pior". Legal, né? O facínora que invade uma casa pode ter até o direito de estuprar mulhneres e filhas da gente, mas é melhor "não ter arma", na opinião do povo do Sim.

Espero que este jovem tenha direito a se defender, sempre. Difícil haver maior pesadelo do que um sujeito entrar na sua casa. Casa é sagrado.

Dr. Rayol, se puder me envie um email, queria tirar umas dúvidas. Neste domingo (15/01) estarei no meu local de trabalho (o sr. sabe qual é)

Anônimo disse...

Vocês cariocas tem ainda sorte.Não existe aí, ao que consta, um genérico do grande irmão petralha paulistano, chamado Pde. Lancelotti, que "cuida" do chamado "povo da rua", mas não leva os excluídos para sua igreja, mas acha lindo eles morarem nas ruas,urinando e defecando nas mesmas. Para isso ele ainda recebe salário da Febem e sua ONG fatura R$ 420.000,00 por mês.É mole ou quer mais!!!

Novinha de Taubaté

Helena disse...

Penso que é chegada a hora de reagirmos. Fazer justiça com nossas próprias mãos.
Chega de impunidade.
Vamos reagir aos ladrões domésticos, vamos reagir aos ladrões de gravatas.
O assaltado não pode ser punido, afinal agiu em legítima defesa. Não estava armado.

Nemerson Lavoura disse...

Concordo totalmente. O rapaz foi muito corajoso, mas agora terá de enfrentar os picaretas das ONGs, sempre dispostos a faturar em cima da desgraça alheia. Aliás, os endereços desses "donos de ONG" deveriam ser disponibilizados para os ladrões, pois os defensores de bandido certamente terão o maior prazer em ser assaltados...
Abraços.

Anônimo disse...

Falar mal do Padre Júlio que é um verdadeiro santo era só o faltava para esse blog neo-nazista.


O GRANDE IRMÃO PETISTA.

Anônimo disse...

O pe. julio lancelotti é um santo do pau oco isso sim, se não, não moraria atrás de cercas eletrificadas. Porque ele não vai lá morar com o seu amado povo de rua debaixo dos viadutos?

Anônimo disse...

O meliante em questão era um ladrão à moda antiga.Hoje em dia,quando vão assaltar uma casa nunca vem só um criminoso, geralmente no mínimo três. Por isso, digo sempre que os cães inibem esse tipo de ação melhor que qualquer alarme ou coisa.Portanto, não adianta ficar confiando em guardinhas e olheiros de condomínios. Adotem, comprem cachorros que essa tragédia nunca irá se abater em suas casas.Claro, se estiverem com disposição de tratar bem dos animais! Aditivamente, se tiver condição e preparo adquira também um bom trabuco. Quanto à família valente, mais especificamente ao rapaz, acho que trata-se de uma típica legítima defesa sem nenhum excesso, pois o criminoso só foi atingido por um único tiro na axila.

Anônimo disse...

Esse povo que o tal Padre Lancelotti tanto defende, não só defeca e urina, como também pratica assaltos no horário do rush.As vítimas- desses moradores assaltantes- não são procuradas por nenhuma ONG de defesa dos direitos humanos! Por falar nisso, segundo consta, existem mil e vinte menores moradores de rua, com o que o "altruísta" Lancelotti recebe através de sua ONG (420.000,00) daria mais que um salário mínimo para cada um. Essa sim seria uma boa solução para mitigar o problema. Mas vê se ele topa??? Topa o c...

Seu Carlos

Sérpico disse...

Infelizmente no Brasil delinqüente tem mais atenção que a vítima. Parabéns para o filho da vitima que consigueu por fim a carreira delitiva desse pilantra. Já que se esperar pela polícia o desenlace ia ser outro. Essas ONG's dos direitos humanos que foram criadas na década do 70 por interesse político dos Estados Unidos e seus aliados hoje não tem nada melhor a fazer que apontar suas estruturas para América Latina e em especial o Brasil. Essas ONG's deveriam se dedicar a dar apoio as vítimas de crimes hediondos, sequestros, latrocínios, e não se ocupar de seres violentos que nada querem com a sociedade a no ser violentar nossos direitos.
Temos que mudar nosso código penal de forma urgente. Como é possível que existam milhares de presos sem fazer nada e nossas estradas, escolas e universidades caindo aos pedaços. Coloquem esse povo para trabalhar e quem não quiser trabalhar se aumenta a pena. Ora.

MUITO BEM FEITO PELO FILHO DA VÍTIMA, MENOS UM PILANTRA PARA SUSTENTAR!

Anônimo disse...

Vocês tem que aprender o que é política social para depois reclamar da violência urbana.

PATRULHA DA ESTRELA VERMELHA

Anônimo disse...

um mil e vinte menores de rua ? só?

acho que tem mais ongs que isto.
se cada uma adotasse um menor ( apenas um ) o "probrema" estaria resolvido.

Jotaesse disse...

Ótimo. Outros estão vindo e virão. Menos um para assaltar e matar inocentes. O Estado não prende. Quando prende não tem competência para mantê-lo preso. E a Justiça não condena por falta de provas, pois o processo foi "tocado nas coxas". Então tá bom, menos um bandido.

Anônimo disse...

Talvez as pessoas que não gostam do padre julio, rezem na cartilha da padre Pinto de Salvador, aquele que dança nas missas e faz doações de manhã, tarde e noite.

Anônimo disse...

Só lamento o marginalzinho assassino não ter morrido de maneira mais dolorosa. Um tiro de misericórdia foi pouco para o sofrimento que ele deve ter causado a dezenas de pessoas honestas e trabalhadoras.

MV

holandamagno@uol.com.br disse...

É realmente uma limpeza.Igual a esse tinha que ir era centenas por dia.
Coloquei essa reportagem em um tópico na comunidade do orkut"direitos humanos" e perguntei o que eles achavam.
Simplesmente me expulsaram e apagaram o tópico.Vá assaltar no inferno.

Raul Balboa disse...

O patrulha da estrêla vermelha,

Porque você não vai nas penitenciárias e leva uns vagabundos desses pra casa?

Klatos magnus disse...

Deveriam ter chamado aquele frei comunista,frei beto,para celebrar uma missa pra ele.