segunda-feira, 26 de setembro de 2005

Mais DESARMAMENTO!

Foto do jornal O GLOBO.

Do jornal O GLOBO de 25 de setembro de 2005:
"Na Grã-Bretanha, armas foram banidas em 1997
Grã-Bretanha e Austrália estão entre os países desenvolvidos que vão completar, em 2007, uma década de legislação específica para controle de armas.
Na Grã-Bretanha, pistolas e revólveres são proibidos.
Na Austrália, ainda se pode comprar uma arma, mas os governos estaduais, que regulam o acesso, não aceitam do candidato a comprador a justificativa de autodefesa.
As estatísticas do governo britânico mostram que o número anual de assassinatos tem estado acima do verificado no anterior à proibição: em 1996, foram 679 homicídios culposos e dolosos, contra 859 no ano passado.
A maioria deles, porém, é cometida por arma cortante/perfurante: são 28% contra apenas 9% de homicídios em que uma arma de fogo foi usada.
A Austrália teve, no ano passado, seu menor número de homicídios desde 1993, ano em que o registro estatístico foi implementado.
E, como na Grã-Bretanha, a arma mais utilizada foi instrumento cortante/perfurante, 28%, contra 13% de armas de fogo.
A tendência de queda tem sido verificada desde a aprovação da legislação de controle, em 1997."
Notem que o autor do texto fez questão de salientar que o número de homicídios com armas de fogo diminuiu, ou seja, o desarmamento foi um sucesso, embora o número de mortes tenha aumentado, agora causado por armas brancas, punhais, facas, et coetera...
Para quem foi assassinado, não faz a menor diferença se a morte foi causada por armas de fogo ou armas brancas.
Mas o autor do texto parece pensar diferente.
Os números provam que o problema da violência é de natureza HUMANA.
Não são as armas de fogo que matam, é o Homem que mata com armas de fogo ou outros instrumentos disponíveis, sejam estes facas ou porretes.
ALBERT EINSTEIN disse certa vez que não tinha certeza quanto às armas que seriam usadas na Terceira Guerra Mundial, mas estava absolutamente seguro que a Quarta Guerra Mundial seria travada com PAUS e PEDRAS!
A propósito, o BANDIDO da foto ao início deste post ainda não se apresentou para entregar seu FUZIL à CAMPANHA DO DESARMAMENTO!

5 comentários:

Ester disse...

Tenho acompanhado atentamente as opiniões de pessoas relevantes, pró e contra o desarmamento. Os argumentos, de ambos os lados, são fortes. Continuo sem saber, ou melhor, sem opinião própria a esse respeito.
Uma psicóloga, certa vez, disse algo muito verdadeiro, que me impressionou: "tire as armas de brinquedo das crianças, e elas continuarão a brincadeira, atirando com os dedos polegar e indicador".

Ozéas disse...

Acho que é hora de resistir. Estou fazendo campanha, ainda que solitária no meu blog, proponho o antigo 1 X 10. Cada computador é uma arma contra que quer nos desarmar.
abç

augusto disse...

Tenho percebido que as pessoas fazem uma tremenda confusão entre ter o direito de portar pela rua uma arma e o direito de tê-la em casa ou negócio para sua defesa.É justamente esse ponto que os pró-desarmamento se valem para confundir a cabeça dos cidadãos.Uma coisa é ter direito de portar armas.Outra é ter direito de tê-las em casa.

Anônimo disse...

Mesmo que o desarmamento aconteça como o governo quer, vou ter uma em minha casa. Danem-se!

Alice disse...

Daqui uns dias tbm vão querer proibir os " estinlingues","facas", "garfos".