domingo, 28 de agosto de 2005

Uma questão de HIGIENE!

Alguns amigos freqüentadores do VOX LIBRE afirmam que eu devia ser desagravado e reconduzido à chefia da delegacia do meio ambiente do Rio de Janeiro, depois de ter sido defenestrado de lá em razão da prisão do marqueteiro mor da república DUDA MENDONÇA!
Outros estranham que o DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL a instituição "republicana" a que se refere com freqüência o afetado ministro da justiça, seja capaz de "censurar" o acesso a determinados sites, no caso, blogs, como este VOX LIBRE.
Em primeiro lugar devo dizer que não quero voltar a chefiar nada na atual administração do DPF, por simples questão de HIGIENE, não quero correr o risco de emporcalhar meu currículo participando da atual administração petelha do DPF!
Em segundo lugar, não se deve confundir a instituição com seus administradores eventuais, a censura a sites e blogs não é obra do DPF, mas dos seus atuais administradores, que com muita razão, temem a crítica, eles sabem melhor do que ninguém, que são ídolos com pés de barro!

6 comentários:

maria alyce alves de castro disse...

Rayol, discordo quando você diz que a Instituição é uma coisa e os dirigentes são eventuais e passageiros. Por conta desses "diriquentes eventuais" muitas injustiças, perseguições e safadezas têm sido feitas e "assinadas" em nome da Polícia Federal. Como sair dessa enrascada se os "bandidos" deitam e rolam e os "mocinhos" se calam, desistem, não reagem com vigor, não assumem uma contra-partida? Não tem jeito:nesse filme, enquanto o motorista dirigir o carro com incompetência, o atoleiro é certo e a lama vai sujar a Blaser toda...Tanta coisa grave acontecendo neste país, serviço não falta ao DPF, e no entanto, a sua direção tem tempo e audácia para perseguir delegados (e delegadas) que trabalham, são honestos, destemidos, não se curvam e têm produtividade 40 vezes maior do que a mediocridade de suas chefias apostiladas. Quem vai lavar a Blaser, no final? Boa-tarde para você, com as minhas perplexidades...

Alice disse...

Que feio heim ...não entendo da DPF,mas nessa minha ignorância ,como acreditar que devem "nos defender ", se não conseguem defender seus próprios policiais e os castigam por desempenharem sua função .

Elaine disse...

Questão de higiene, foi genial.
Vai que a administração muda antes do tempo. Quem sabe não chega uma pessoa nova na área e muda o rumo da história.
Bom início de Semana!

R A Fernandes disse...

Sobre este episódio do Duda Mendonça, escreví um artigo para o jornal local, dedicado à colônia brasileira (moro no exterior). É curto e talvez vc goste de lê-lo e, eventualmente, deixá-lo registrado no seu blog. Há como fazer isso? Não percebí recursos no blog para copiar e colar o artigo.

Antonio Rayol disse...

Oi R.FERNANDES,
Mande o texto para meu e-mail, veja o endereço no perfil do blog.

Marcia disse...

Coisa complicada o poder, quando em mãos de pessoas que, agora sabemos, não têm lá muitos escrúpulos nem pudor. Mas acredito nas voltas que o mundo dá. Chegará o momento de valorizarem-se os profissionais sérios, que cumprem com o seu dever. Neste absurdo caso do Duda Mendonça, estou com o sr.Delegado, e não abro.