terça-feira, 23 de agosto de 2005

Pega na mentira!

Parece que o marqueteiro DUDA MENDONÇA, ex-amigão do presidente LULA, mentiu quando disse à uma CPI que só abriu conta no exterior em 2003, por instrução de MARCOS VALERIO para receber, lá fora, 10 milhões de reais de dinheiro clandestino do PT.
Segundo notícia de Andréa Michael da FOLHA DE SÃO PAULO, em 1998, US$ 5 milhões teriam sido depositados por ordem do filho de PAULO MALUF para pagamento de campanha ao governo de SP.
Maluf pagou Duda via EUA, acusou o doleiro Vivaldo Alves, conhecido como Birigüi, em depoimento ao Ministério Público e à Polícia Federal afirmando que, por ordem de Flávio Maluf, filho do ex-prefeito de São Paulo, Paulo Salim Maluf, transferiu em 1998 US$ 5 milhões para o publicitário Duda Mendonça em uma conta no Citibank de Nova York.
Alves disse que, segundo Flávio Maluf, o dinheiro se destinava à campanha eleitoral de seu pai, que na época disputava com o tucano Mário Covas o governo de São Paulo.

3 comentários:

Elaine disse...

Já dizia as nossas sábias avós. "Quem com porcos se mistura, farelo come".Ou "quem com porcos dorme, farelo come" Ou, "Quem farelo come, com porcos se mistura"
Enfim, É tudo farinha do mesmo saco. O corrupto e aquele que se deixa corromper. Não valem nada!

Alice disse...

Não valem mesmo .

Marcia disse...

Nesse depoimento à CPMI, alguém lembrou do caso das rinhas, na tentativa de demonstrar que pessoa é o Duda Mendonça. Então ele, com a mesma cara com que afirmou ser novinha em folha a tal conta no exterior, disse que "não tem lei que proiba rinhas no Brasil. Só uma orientação do IBAMA". Do jeito que as investigações correm, algo me diz que ele sentirá saudades de quando seus problemas eram a "falta de compreensão" para com o seu hobby...