segunda-feira, 22 de agosto de 2005

Mais TURISMO GRÁTIS, com NOSSO DINHEIRO!

Levantamento do jornalista JOELMIR BETING, sobre as viagens de LULA.
Até aqui, em 25 meses de governo, o presidente Lula já cometeu 62 viagens ao mundo.
Ou mais de duas por mês, tal como semana sim, semana não.
Sem contar, ora pois, as até aqui, 177 viagens pelo Brasil.
No último dia 15, ele completou 115 dias fora do país desde a posse.
E pelo Brasil, no mesmo período, 335 dias fora de Brasília.
Total da itinerância presidencial, caso único no mundo e na História: exatos 450 dias fora do Palácio, em exatos 777 dias de presidência.
Ou seja, em 57,91% do governo, o presidente estava AUSENTE!
Governar ou despachar, nem pensar.
A ordem é circular.
A qualquer pretexto.
E sendo aqui deselegante (segundo o jornalista), JOELMIR BETING diz que o presidente não é (nem nunca foi) chegado ao batente, ao despacho, ao expediente.
Jamais poderá mourejar no gabinete, dez horas por dia, um simpático mandatário que tem na biografia o nunca ter se sentado na mesa nem para estudar, nem para trabalhar.

5 comentários:

Mary disse...

Pois é, né amigos! Isto é Presidente para um país com uma dimensão, territorial e negocial como o nosso. Depois me rebatem, como alguém o fez em um determinado blog, quando disse que precisaríamos ter um Presidente com qualificacão, saber administrar, dominar, no mínimo dois idiomas, me pergunataram se eu queria um "gerentão"para o Brasil. Ora pois, precisamos sim de um grande gerente, para podermos chegar ao primeiro mundo. Alguém que entenda e queira administrar, buscar resultados, economicos e sociais para o Estado.

Ozéas disse...

Não é de graça que o senador mineiro agora ministro Hélio Costa, ficou muito impressionado que no dia da reunião após aquele pronunciamento ínfeliz, que o operário-meu-patrão tenha participado ativamente da reunião até meia noite, dando idéias e se inteirando muito nos assuntos.
Uma surpresa, ainda mais para quem normalmente não é visto trabalhando.

Ricardo Rayol disse...

Impressionante. Nao tinha idéia que a coisa era tão séria assim

Elaine disse...

Mary você está certa sim. Eu quero um "gerentão" sim. Quero alguém competente para administrar o país com eficiência e competência. Não quero alguém que passou a vida inteira falando ao vento sobre justiça social, e no final, deu no que deu.

Marcia disse...

Se com esse tempo todo fora deu no que deu, já imaginou se tivesse ficado por aqui ?