domingo, 28 de agosto de 2005

Ladrão abusado e prevenido!

Que os criminosos estão cada vez mais ousados e não respeitam mais nada todo mundo já sabia.
O que aconteceu na última quinta feira no Rio de Janeiro seria cômico se não fosse trágico.
A secretaria de segurança pública do Rio de Janeiro idealizou um sofisticado sistema de vigilância urbana com câmeras de vídeo ao módico custo de 52 milhões de reais.
O sistema conta com 220 câmeras e foi inaugurado há menos de 3 meses, mas parece que nem todas as possibilidades foram previstas.
Um homem, ainda não identificado, quebrou e roubou uma das câmeras instaladas pela secretaria de segurança na rua Um na Vila dos Pinheiros, no Complexo da Maré.
O bandido levou ainda o andaime tubular usado na instalação do equipamento no alto de um poste de metal, além de dois "no-breaks" , uma antena, quatro baterias, um radiotransmissor e o conjunto de pára-raios.
Antes de ir embora ele ainda derrubou o poste.
A imagem do bandido foi gravada pelo sistema antes de a câmera ser destruída com um martelo, mas ele estava encapuzado, é claro.
Qualquer vagabundo pé de chinelo já sabe que o melhor antídoto contra uma cara e "hi tech" câmera de vídeo, é um baratíssimo, reles e medieval capuz!
Mais policiais de carne e osso nas ruas seriam mais eficazes e mais baratos do que câmeras de vídeo!
220 policiais na rua custam bem menos, com certeza, do que 52 milhões de reais.
Se um cidadão for assaltado por um ladrão encapuzado diante de uma câmera de vídeo, nada vai acontecer ao criminoso!
Quando alguém liga para o 190 e pede socorro, não quer receber a ajuda de uma câmera de vídeo.
Esse negócio pode ser bom lá na Escandinávia, aqui parece que só prestou para a empresa que vendeu a parafernália!

4 comentários:

Paulo Magalhães disse...

O próximo equipamento a ser adquirido pela SSP/RJ será uma placa acoplada aos telefones 190:
"Bom dia (boa tarde ou boa noite) você ligou para o 190. Em caso de assalto relampago disque 1; roubo seguido de morte disque 2; se estão tentando lhe matar neste instante disque 3; caso você tenha sido ferido por arma de fogo disque 4; se foi arma branca disque 5; se você foi vítima de homicídio disque 6 e uma das funerárias de plantão irá lhe atender; se seu carro está sendo roubado neste instante disque 7; se um flanelinha está lhe ameaçando com um caco de vidro para receber o dinheiro da guarda do carro antecipadamente disque 8; se não for nada disso dique 9 e após duas horas e meia ouvindo a musica ´pour Elise´ um de nossos atendentes irá lhe atender. Obrigado por nos contactar, sua ligação é muito importante para nós, no momento todos os nossos atendentes estão ocupados, tã nã nã nã nã tã nã nã nã ...

Alice disse...

Ainda de férias :) ...
Aqui em " Lon beach ", rs minha Praia Grande, tem camera prá todo lado na orla da praia , sabe o que tá acontecendo? eles pararam de roubar na orla, preferem as paralelas, onde não tem cam ,estão roubando carros , motos de dentro dos prédios.
Na temporada tem de se esbarrar no calçadão,guarda municipal, policia de td que é jeito , passou a temporada desaparecem .
Morador aqui não tem muita importância :(

Elaine disse...

rsrsr Essa do paulo magalhães foi ótimaaa! Deus me livre! Era só o que faltava! Só levando na gozação mesmo.

Fernando Porto disse...

Os nossos governantes, seja a nível Municipal, Estadual ou Federal, preferem fazer contratos espúrios com "firmas especializadas" a empregar mais PMs, PCs, GMs, PFs, etc, etc e etc. Qual a razão? Porque pagando salário fica muito mais dificil, para não dizer impossível, o recebimento de "algum" por baixo dos panos, então, somente se preocupam com zepelins, câmeras e qualquer outra quinquilharia tecnológica que algum 171 ofereça para alugar. Vejamos o exemplo dos radares eletrônicos: aqui onde moramos está repleto de radares para multar excesso de velocidade, só que se esqueceram que no CNT existem outras infrações que, se não forem fiscalizadas e devidamente coibidas, são mais perigosas e/ou mortais (avanço de sinal, trafegar em contra mão de direção, retorno proibido, não usar cinto de segurança, trafegar falando ao celular, veículos trafegando sem as mínimas condições para tal, motociclistas sem capacete, motocicletas sem placa e mais uma infinidade), entretanto essas infrações somente podem ser coibidas com a presença do policial de trânsito no local, mas a fúria arrecadadora e tanta que é muito melhor assaltar o contribuinte com radares e pardais do que contratar pessoal, que seria muito mais barato e diminuiria a taxa de desemprego. Mas se isso fosse feito, de onde iriam retirar os mensalões e outros ões??????????