domingo, 5 de junho de 2005

CORRUPÇÃO E MEDO.

No momento atual, tem-se a nítida impressão de que nunca foi tão grande a contaminação no setor público, já que não é possível examinar o noticiário um só dia que seja sem se deparar com novas denúncias de gatunagem, alguma manobra de marketing politiqueiro ou demonstrações de estupidez explícita por parte de algum alto dirigente da nação.
Os detentores momentâneos do Poder, que deveriam dar o exemplo e procurar esclarecer exaustivamente qualquer denúncia de irregularidade, dedicam-se de corpo e alma justamente a impedir que tais investigações sejam realizadas, o que por si só pode ser interpretado como sério sinal de comprometimento.
Quem não tem nada a esconder, não deve ter MEDO de qualquer investigação, é como diz o velho adágio popular: “quem não deve, não teme!”. No caso da CPI dos CORREIOS e do desespero de membros do governo em impedir sua instalação a qualquer preço (alto preço), já está muito claro que o que não falta é MEDO, muito MEDO!!!
Com CPI ou sem CPI, 2006 vem aí! Será a hora de usar o melhor dos raticidas, o VOTO!

4 comentários:

Alexandre Ferreira disse...

E ai?

Nossa Tio, vc escreve pra caramba rsss...
Mas ta ficando legal o blog.
Mas q adianta usa o voto, se nao encontramos mais politico q preste ou que nós possamos confiar?Passam-se anos e continua a mesma coisa. Nada muda, parece algo enraizado.

Abraços.

Jaime Leitão disse...

As denúncias de Roberto Jefferson, publicadas na "Folha"nesta segunda-feira, são nitroglicerina pura.
E por mais que o governo se faça de santo, não há mais como evitar a CPI nem como remover a lama para debaixo do tapete.
A sociedade não suporta mais ser enganada.
A literatura de Kafka e o teatro
de Ionesco nunca foram tão atuais.
Queremos verdade, transparência. Nada além disso.

Josink Sergink disse...

É pelo jeito CPI é pouco!. Vamos ter que pintar a cara e ir para a rua. Com a nossa carga tributária, a saúde, educação, estradas e tudo o mais uma m*&$# e os caras se fartando com o nosso dinheiro?

Anônimo disse...

O Alexandre está certo.Votar pra que? A maioria é porcaria e os bons que votamos ficam de fora. Eu não entendo como aquele JB pode ser reeleito?? Sem contar outras figuras que conseguem votos sabe lá Deus como.