quinta-feira, 30 de junho de 2005

CELEBRIDADES!!!

O amigo leitor do VOX LIBRE que se identifica como COP.
Aliás, quem é COP?
Sobre Suzane Richthofen disse o seguinte:
"Aguardem para breve a entrevista da Suzane para o Jô Soares.
E para agosto, capa e página central da Playboy."
Está muito correto o COP!
No BRASIL celebridades são "fabricadas" a cada dia!
Aquela secretária, do publicitário de Minas Gerais, enrolado no escândalo do MENSALÃO, a FERNANDA KARINA SOMAGGIO, já foi entrevistada no JÔ SOARES na noite de ontem!
E já foi sondada para posar nua para a PLAYBOY, mas ela não está com esta bola toda não!
Em breve, as duas celebridades estarão na Ilha de CARAS!!!

Ah!! Como é bom ganhar da ARGENTINA!


A foto acima é do Jornal do Brasil!
BRASIL 4, ARGENTINA 1, e o BRASIL é Campeão da Copa das Confederações da FIFA, na Alemanha!
O título deste post é uma bobagem que não entendo e com a qual não concordo!
A rivalidade entre BRASIL e ARGENTINA é uma fantasia alimentada por nós, que os hermanos argentinos adoram.
Rivais são aqueles que disputam determinada posição em situação de equilíbrio!
Que equilíbrio existe entre BRASIL e ARGENTINA?
Temos mais território, mais riquezas naturais, mais população e uma economia... PIB bem maior!
Nos esportes nem se fala!
A ARGENTINA não ganha de nós no volley ball, nem no basquet ball, muito menos no FUTEBOL!
Quantos títulos mundiais tem a ARGENTINA?
O BRASIL tem 5!
Ora vamos parar com isso! A ARGENTINA vai ter que "comer muito feijão" antes de querer ser RIVAL do BRASIL!
Se eles tem um presidente caricato, nós temos um exótico, que fala mais bobagens que o presidente deles!
Também aí ganhamos!
Posted by Hello

A avó não quer saber dela!

Avó de Suzane não quer acolher neta - Agência Estado 21:20 29/06
São Paulo, 29 (AE)
- "Pergunte à Justiça para onde ela vai. Foi a Justiça que soltou. Não insiste, não incomoda, eu estou doente e não tenho nada a ver com isso!",
disse Lurdes Magnani Abdalla, 83 anos.
Ela é avó de Suzane Louise von Richthofen, de 21 anos, acusada de mandar matar os pais Marísia e Manfred von Richthofen, libertada ontem (29) da prisão por decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ).
A avó da loirinha deve estar com medo da neta, que matou os próprios pais a pauladas enquanto dormiam!
Eu teria medo dela, não conseguiria dormir com uma pessoa com esse "currículo" dentro de minha casa!
Você dormiria tranqüilo com Suzane dentro de sua casa?
Quem soltou Suzane devia levá-la para sua própria casa, seria mais justo!

INGLATERRA x BRASIL


A foto acima, de Suzane Richthofen (a loura à esquerda), é de TUCA VIEIRA da FOLHA IMAGEM.
Segundo notícia do O GLOBO ONLINE de 29/06/2005 às 17h13m, um adolescente britânico foi condenado à prisão perpétua por matar os pais (Agência Reuters LONDRES).
O adolescente matou os pais a pancadas antes de pegar seus cartões de crédito para financiar férias nos Estados Unidos com sua namorada.
Ele foi condenado à prisão perpétua nesta quarta-feira.
Brian Blackwell, de 19 anos, que sofre de uma grave perturbação, já havia admitido ser culpado de matar os pais, Sydney, de 72 anos, e Jacqueline, de 61, perante um tribunal de Liverpool no ano passado.
O casal foi morto em julho de 2004 em sua casa em um bairro nobre Merseyside, no noroeste da Inglaterra.
Os pais do adolescente foram esfaqueados repetidas vezes e receberam vários golpes de martelo.
- Ao longo dessa investigação nós descobrimos provas indubitáveis de que se tratava de pais que amavam incondicionalmente o filho Brian e que queriam apenas que ele atingisse todo o seu potencial
- disse Mike Keogh, da polícia de Merseyside.
Blackwell tinha um bom desempenho na escola, mas iludiu-se com fantasias sobre seu sucesso e sua importância. Ele foi diagnosticado como portador de distúrbio de personalidade narcisista, a mesma sofrida por John Hinckley Jr., que atirou no presidente dos EUA Ronald Reagan em 1981.
Depois de matar seus pais, Blackwell levou a namorada em luxuosas férias para os EUA, acumulando dívidas de mais de 30.000 libras esterlinas (US$ 54.660). Para a namorada, ele disse que não poderia voltar para casa enquanto os pais estivessem de férias na Espanha.
Os corpos em estado de decomposição foram descobertos em setembro do ano passado.
O caso britânico guarda incríveis semelhanças com o da jovem paulista, loura, rica e bonita Suzane Louise von Richthofen, acusada de planejar e executar, juntamente com o namorado e o irmão dele, o assassinato dos próprios pais em outubro de 2002.
Suzane abriu a porta de sua casa, à noite, para que seu namorado e o irmão dele entrassem armados de porretes.
Os pais de Suzane, foram mortos a pauladas na cama em que dormiam!
Com frieza e premeditação, Suzane "armou" um cenário de assalto, que a princípio enganou a polícia paulista.
A polícia só começou a desconfiar de Suzane quando poucos dias após o bárbaro assassinato dos pais, ela promoveu uma festa de aniversário à beira da piscina de sua casa.
Logo depois o irmão de seu namorado foi detido com uma motocicleta comprada com o dinheiro roubado durante o "assalto" e a farsa desmoronou!
SUZANE foi libertada na tarde de ontem.
A ex-estudante de direito foi solta por volta das 17h de 29 de junho.
O Superior Tribunal de Justiça determinou a libertação porque Suzane não oferece riscos à sociedade e espera-se que em razão desta decisão, os dois irmãos assassinos que ajudaram Suzane, que estão presos, também sejam soltos.
Ora... Faz sentido!
Se Suzane, que participou do assassinato dos próprios pais a pauladas, não oferece riscos à sociedade, muito menos riscos oferecem os irmãos assassinos que, afinal de contas, "apenas" mataram enquanto dormiam, pessoas a quem mal conheciam e com as quais não tinham nenhum vínculo afetivo.
Na INGLATERRA, onde não há pena de morte, todos estariam em prisão perpétua!
Nos EUA, seria também prisão perpétua para todos, ou em alguns estados, pena de morte, tranqüilamente!
Injeção Letal, ou "fritados" em Cadeira Elétrica!
Aqui, em terras brasilis, a loirinha bonitinha SUZANE, que matou os pais a pauladas enquanto dormiam, está livre, leve e solta!!!
Segundo o STJ, ela não oferece riscos à sociedade!
Que tipo de consideração pela vida alheia pode ter alguém que mata os próprios pais a pauladas enquanto dormem?
Será que Suzane vai entregar seu "porrete" na Campanha do Desarmamento?
Ah, antes que me esqueça, o julgamento do "trio ternura" sequer tem data marcada para acontecer!
Posted by Hello

MAIS PUGILATO NO CONGRESSO!!!


Num post anterior, com foto também, eu disse que ia PIORAR o clima no parlamento!
Na foto acima (de ROBERTO STUCKERT FILHO da Agência O GLOBO), a Senadora HELOÍSA HELENA, musa da desilusão PETISTA e ícone da COERÊNCIA IDEOLÓGICA, resolveu "chutar o pau da barraca" contra a tentativa governista de manipular a CPI da corrupção nos CORREIOS! Posted by Hello

quarta-feira, 29 de junho de 2005

CÓRA RONAI sobre FEBRE MACULOSA e capivaras!

CÓRA RONAI esteve aqui, no VOX LIBRE, sobre o post acerca da FEBRE MACULOSA, e disse:
"Fique tranqüilo!
Li MUITO a respeito de febre maculosa nos tempos da capivara, porque não faltavam acusações à bichinha e eu também não queria ser responsabilizada por patrocinar um possível surto de doenças na Lagoa.
Capivaras podem ter carrapatos assim como cães, cavalos, gente ou qualquer bicho de sangue quente; mas, se bem me lembro, o carrapato estrela só aparece em São Paulo, e a febre maculosa, com certeza, é praticamente restrita à região de Campinas, sabe-se lá por quê.
De qualquer forma, as melhores informações sobre as doenças transmitidas por carrapatos estão na Fundação Oswaldo Cruz.
Eles sabem TUDO a respeito do assunto.
Melhore logo, não se meta pelo mato desprotegido e, pelo sim pelo não, siga o conselho do anônimo bem intencionado: faça um exame de sangue daqui a uns dois meses...
Grande abraço!"
Apenas um reparo meu, o CARRAPATO ESTRELA não ocorre só na região de Campinas em São Paulo, mas é comum em toda a região SUDESTE e CENTRO OESTE, sem excluir outras áreas do país. A FEBRE MACULOSA é que é endêmica na região de Campinas e adjacências do estado de São Paulo, o que não significa necessariamente, que não possa ocorrer em outras regiões!

Retrato do Brasil, em Belo Horizonte - MG!


Retrato da criminalidade no Brasil, em Belo Horizonte, capital das Minas Gerais!
Para ampliar, e entender, clique na foto! Posted by Hello

Fazendas fantasmas para vaquinhas idem!

Acerca de nosso post intitulado "VAQUINHAS DE PRESÉPIO II - A MISSÃO!, o amigo LUIZ CARLOS MARQUES, responsável pelo BLOG, O VELHO NATU... FUTEBOL E FUXICOS (veja link na relação à direita), respondeu à indagação do VOX LIBRE, "Onde será que o tal publicitário mineiro botou as 24.277 VACAS???", com a seguinte resposta:
"Pergunte ao Romero Jucá!"
Resposta brilhante!!!
Para quem não se lembra, ROMERO JUCÁ é aquele ministro acusado de obter empréstimos em bancos estatais apresentando como garantia, fazendas "fantasmas"!
Nada melhor do que fazendas "fantasmas" para abrigar 24.277 vaquinhas IDEM!

FEBRE MACULOSA II

O amigo leitor do VOX LIBRE que se identificou como COP disse:
"Tem capivaras nessa fazenda?
A capivara é um dos maiores disseminadores do carrapato transmissor da febre maculosa.
Aqui em Campinas tem ocorrido muitos casos.
Que me desculpe a nossa querida Cora mas capivaras e humanos devem guardar distância.
Como se dizia antigamente,
Estimo as melhoras."
Não há capivaras na fazenda em que estive, mas é verdade que as capivaras são hospedeiras ideais do CARRAPATO ESTRELA, mas qualquer animal de sangue quente serve ao ácaro, como vacas, cavalos ou nós mesmos!
Também é verdade que a região de Campinas e adjacências, em São Paulo, é endêmica da FEBRE MACULOSA.
Quem quiser saber mais, basta pesquisar no GOOGLE!
Quanto à minha amiga CÓRA RONAI, acho que o amor dela pelas CAPIVARAS é só platônico!
Contato físico só com os belos gatos dela.
Por meu lado, durmo com meus POODLES, mas também gosto de gatos, meus POODLES é que não gostam!
Antes que me esqueça, OBRIGADO pelos votos de melhora!

Carreira BRILHANTE!

O colega CUTARELLI me mandou uma piada infame, mas imperdível, que circula na GRANDE REDE:
O PELÉ FEZ UMA CARREIRA BRILHANTE!!!... O EDINHO A CHEIROU TODA!

FEBRE MACULOSA pode acabar com este BLOG!

Estou de licença médica até o dia 05 de julho, mas não vou abandonar o BLOG!
No sábado, dia 25 de junho, fui a uma reunião de família na fazenda de um de meus irmãos no distrito de Vargem Grande em Teresópolis.
No domingo à noite comecei a ter erupções por todo o corpo com muita coceira.
Na segunda fui a um médico, que disse que era uma alergia e me prescreveu um anti-histamínico.
Não melhorei, piorei, pois as erupções se alastraram pela região da virilha, cintura e pernas até os tornozelos.
Hoje fui ao serviço médico da Polícia Federal e fui examinado por 3 médicos que não descobriram nada e me recomendaram um especialista em dermatologia.
À tarde fui a um dermatologista caríssimo no bairro de Ipanema, daqueles que não têm convênio com nenhum plano de saúde, o qual descobriu que fui infestado por um tipo de carrapato invisível a olho nú, vulgarmente conhecido por MICUIM.
Por que será que os médicos muito bons não têm convênios com planos de saúde?
Estou tratado e já estou melhorando!
A má notícia é que o tal ácaro é vetor da FEBRE MACULOSA, doença perigosa causada por uma bactéria chamada RICKETSIA RICKETISI, que mata 2 em cada 10 infectados, quando não tratada a tempo.
A tal bactéria ataca as membranas das células dos vasos sanguíneos causando problemas circulatórios.
A mortalidade é grande porque os sintomas são os mesmos de uma gripe, e quando os médicos descobrem que o problema é RICKETSIA já é muito tarde.
O período de incubação é de 7 a 10 dias. Se neste período eu tiver uma "gripe" forte, devo procurar um posto de saúde e solicitar o tratamento específico que é simples e está disponível.
Salvo engano o tratamento é à base dos antibióticos CLORANFENICOL e TETRACICLINA, mas não acredite em mim, procure um médico!
Trata-se de doença de notificação obrigatória. Se o tratamento certo for dispensado desde o início, a cura é tranqüila!
O chamado micuim ou carrapato-pólvora é a larva do carrapato-estrela (Amblyomma cajennense), espécie nativa do Brasil e muito comum nas regiões Sudeste e Centro-Oeste.
É muito comum se observarem nos pastos, entre abril e julho, verdadeiros bolos de micuins sobre arbustos, à espera de um hospedeiro. Quando um cavalo, um animal silvestre ou mesmo o homem esbarram no local, as larvas aproveitam para se instalar.
Se você for passear num local silvestre, use calças compridas de preferência com botas e as pernas da calça bem fechadas nos canos das botas, se possível com fita adesiva.
Se você desconfiar de infestação por carrapatos, vistorie seu corpo de 3 em 3 horas, pois o carrapato precisa de 4 horas preso ao seu corpo para inocular a bactéria RICKETSIA.
Nem todo carrapato está contaminado pela bactéria, mas os que estão, a transmitem na forma transovariana, ou seja, por várias gerações de ácaros!
Essa estória de que contato com a NATUREZA é saudável, é pura balela, a natureza pode ser muito hostil e perigosa!
Estou colocando este post porque acho que a informação pode ser útil a muita gente.
Normalmente achamos que ser picado por um carrapato é uma bobagem (eu mesmo achava isso), mas não é bobagem e pode ser mortal!
O especialista que me atendeu e descobriu o problema declarou que na semana passada cinco pacientes que o procuraram tinham o mesmo problema.
Fique esperto!

terça-feira, 28 de junho de 2005

Vaquinhas de Presépio II - A missão!

Sobre o post "VAQUINHAS DE PRESÉPIO!", o amigo leitor e meu primo RICARDO RAYOL colaborou com informações técnicas.
Meu primo RICARDO também tem um BLOG muito bom, o JUS INDIGNATUS cujo link está na relação à direita.
Meu primo visita meu BLOG, e eu visito o BLOG do meu primo!
Trata-se de uma espécie de cyber nepotismo, e ninguém tem nada com isso, pois não há prejudicados já que não há verbas públicas envolvidas nisso.
Eu e RICARDO temos um acordo! Se um de nós virar deputado, senador ou coisa parecida, jamais irá nomear o outro como assessor, nem pedirá emprego no gabinete do lado.
Também não aceitaremos MENSALÃO, estejam desde já avisados os TESOUREIROS de PARTIDOS!!!
Sentir-nos-emos ofendidos diante de tais propostas e partiremos p'ra PORRADA!
O RICARDO é professor de JIU-JITSU e eu sou faixa preta de KICK BOXING e MUAY THAI, é briga de cachorros grandes!
Mas voltando ao assunto das VACAS, RICARDO RAYOL disse o seguinte:
"Um boi custa em média R$ 865,00.
Daí 21 milhões daria pra comprar 24.277 cabeças de gado.
Sei não, mas me parece boi pra mais de metro.
Se um boi ocupa em média 4,25 m2, o tamanho do brejo deverá ser (apertando muito) 103.177,25 m2. Se os colocassem em fila daria mais ou menos 61 km de comprimento."
E aí eu acrescento:
Se um alqueire de pasto (48.000 m2), é necessário para criar 15 cabeças de gado, 24.277 cabeças precisariam de 1.618 alqueires, ou seja, cerca de 7.776 hectares de pasto, o que equivale a 77 milhões e 660 mil metros quadrados, considerando que um hectare de terra corresponde a 10.000 metros quadrados.
Se os cálculos estiverem corretos, é um tremendo FAZENDÃO!!!
Onde será que o tal publicitário mineiro botou as 24.277 VACAS???

segunda-feira, 27 de junho de 2005

Vaquinhas de Presépio!

A última edição da revista ISTO É, revelou que 21 milhões de reais foram sacados, a maior parte em dinheiro vivo (muito vivo), de contas no BANCO RURAL de empresas do publicitário mineiro MARCOS VALÉRIO, no período compreendido entre julho de 2003 e maio de 2005.
O deputado federal ROBERTO JEFFERSON em depoimento explosivo, acusou MARCOS VALÉRIO de ser o "operador do mensalão", mesadas pagas a deputados do PP e do PL para votarem com o governo na Câmara dos Deputados, à razão de trinta mil reais por mês para cada vaca, digo, para cada deputado!
O deputado ROBERTO JEFFERSON também mencionou o BANCO RURAL em suas denúncias!
O publicitário MARCOS VALÉRIO disse que os saques em dinheiro vivo serviram para compra de gado para suas fazendas, alegando que fazendeiros não aceitam cheques.
Até agora ninguém soube dizer onde ficam as fazendas do publicitário, e sua ex-secretária FERNANDA KARINA SOMAGGIO, afirma que nunca soube que o publicitário negociasse gado.
Eu não sei quanto custa uma vaca, mas acho que 21 milhões de reais dá para comprar um montão de vacas!
Se algum leitor do blog souber quanto custa uma vaca, por favor colabore!
Talvez o publicitário tenha sido mal compreendido, e tenha desejado dizer na verdade que comprou "vaquinhas de presépio", daquelas que concordam com tudo e VOTAM na base do "tudo que seu mestre mandar, faremos todos"!
Vacas de verdade ou "vaquinhas de presépio", pelo andar da carruagem tudo indica que todas elas caminham céleres para o BREJO!
Considerando os 21 milhões de reais, o BREJO VAI TER QUE SER GRANDE, MUITO GRANDE!!!

O uso banal dos grampos telefônicos no Brasil!

Lições da Cobra
O uso banal de grampos telefônicos no Brasil e a Operação Anaconda

Que os desvios de conduta de agentes públicos, ou de quem quer que seja, devam ser rigorosamente investigados, é algo que não se discute e deve ser apoiado! Todavia, a forma como algumas dessas investigações vêm sendo conduzidas merece exame cuidadoso porque representam séria ameaça ao Estado de Direito, já que têm atropelado a letra das leis e princípios constitucionais fundamentais, pertinentes aos direitos e garantias individuais. A pródiga safra relativamente recente de sensacionais escândalos, alguns verdadeiros -- outros nem tanto -- têm sido possibilitada pelo uso banal de interceptações telefônicas, alçadas à categoria de panacéia milagrosa, ao contrário do que estabelece a lei 9.296, que fixa limites muito claros a esta séria medida de exceção ao direito de privacidade que constitui o "grampo" telefônico.
A citada lei estabelece que a quebra do sigilo telefônico só será concedida quando a prova não puder ser estabelecida por outros meios de investigação. O fato é que os grampos telefônicos estão sendo autorizados não como último recurso da investigação, mas como medida preliminar, sem que qualquer outro tipo de investigação haja sido tentado anteriormente.
A lei em questão também prescreve que o "grampo" só será concedido quando constatados "indícios razoáveis" de materialidade e autoria do delito que se investiga. Na verdade, em casos concretos e documentados no Rio de Janeiro (e possivelmente ocorrendo em todo o Brasil), a medida de exceção foi autorizada com base em "disque denúncia", o que é no mínimo leviano e irresponsável, para não dizer ilegal, pois uma denúncia anônima está longe de constituir base sólida para justificar a quebra do sigilo das comunicações de um cidadão.
Quanto aos prazos da violação da intimidade de comunicações ocorre uma verdadeira festa! Se a lei fala em 15 dias prorrogáveis por igual período (quando houver necessidade objetivamente demonstrada), há casos em que um juiz federal concedeu a medida por prazo inicial de 90 dias, com prorrogações de 30 dias, para não mencionar investigações em que os "grampos" são prorrogados indefinidamente por até mais de um ano, naquilo que a doutrina já chama de "grampo prospectivo", absurdo que a lei 9.296 jamais pretendeu permitir, porque não consiste em investigar um fato ilícito objetivo, mas trata de escarafunchar a vida de um cidadão, coisa de fazer inveja aos agentes da GESTAPO e ao Santo Ofício da Inquisição. Quanto ao sigilo determinado pela lei 9.296, que tem o propósito de proteger os cidadãos "grampeados" em nome do princípio constitucional da presunção de inocência, o mesmo virou letra morta, já que a divulgação de conversas gravadas nos noticiários do horário nobre das emissoras de televisão transformou as investigações policiais em um show de mídia, em prejuízo dos suspeitos que são automaticamente execrados e linchados, tornando desnecessária a atuação do Poder Judiciário - que não precisa mais julgá-los - pois que já foram inapelavelmente considerados culpados pela opinião pública: a mesma que escolheu libertar Barrabás e condenou Jesus Nazareno ao Calvário.
As conversas gravadas são descontextualizadas e interpretadas ao sabor dos humores e interesses dos investigadores, que divulgarão apenas o que interessar na defesa de suas teses acusatórias.
Se houver nomes de celebridades, tanto melhor, o Ibope será maior!
Advogados que exercem o papel constitucional de defesa de acusados, função essencial à administração da Justiça - segundo a Lei Maior - são hoje considerados uma espécie de bucaneiros, automaticamente confundidos com os supostos crimes de seus clientes e passam a ser tratados como membros das "quadrilhas", onde tem o papel de "atrapalhar" e "dificultar" investigações, quando na verdade o que fazem é exigir o incondicional respeito aos direitos dos suspeitos seus clientes.
Na esteira deste raciocínio distorcido por mentes escatófilas, o recebimento dos cabíveis e necessários honorários passa a ser interpretado como partilha de propinas e butins.
Se os advogados mencionados nos "grampos" forem renomados a coisa fica ainda mais vistosa... A audiência cresce e as tiragens dos jornais e revistas atingem níveis incomuns!
A perfeita mistura de todos esses ingredientes só é possível, porém, com a indispensável cooperação de autoridades de todas as instituições envolvidas nas investigações que -- abandonando o recato e a discrição que deveria pautar a conduta de quem exerce poder público -- se deixam seduzir e se quedam deslumbrados com a notoriedade proporcionada pelos holofotes da mídia, mas, tal e qual mariposas, podem acabar por queimar suas asas, não sem antes arruinar de forma irreparável a reputação de muitos inocentes.
Há também séria irregularidade quanto à inobservância do princípio do contraditório, obrigatório na função judicante conforme determinado no inciso IX do artigo 93 da Constituição Federal.
Em sendo a concessão da quebra do sigilo telefônico uma medida de natureza cautelar, pode o juiz decidir inaudita altera pars, pois que o conhecimento prévio do ato pela outra parte - o cidadão "grampeado" - tornaria obviamente a medida inútil. Entretanto isso não significa que o contraditório não ocorrerá jamais!
Deverá incidir então o chamado contraditório diferido, quando a parte atingida pela medida (o grampo telefônico), deverá tomar conhecimento do procedimento e se manifestar, podendo até mesmo adotar medidas de retaliação legal cabíveis quando for o caso, nas esferas administrativa, penal e cível.
Na verdade, o que acontece na prática é que cidadãos que tiveram seu sigilo telefônico violado (em investigações que foram encerradas por nada terem comprovado quanto à prática de atos ilícitos), sequer ficam sabendo que sua intimidade foi devassada pelo Estado, quando o correto, em obediência ao princípio do contraditório, é que fossem intimados -- pelo mesmo juiz que concedeu a medida -- a tomar conhecimento do procedimento. A própria lei 9.296, ao tratar da destruição das gravações em seu artigo 9º, estabelece que o ato poderá ser presenciado pelo cidadão "grampeado" ou por seu advogado.
A respeito de tudo o que foi dito até aqui, creio que a tal Operação Anaconda pode vir a ser um marco histórico por proporcionar muitas lições para o futuro!
Por envolver figuras de destaque no mundo jurídico - entre as quais há certamente culpados e inocentes - e pelo conseqüente interesse que então desperta, a Anaconda pode provocar a discussão de muitos abusos cometidos decorrentes do uso indevido de instrumentos legais e do desrespeito a princípios constitucionais garantidores de direitos individuais.
Seu relatório final mostra, conforme a matéria Rastros da Cobra -- como sempre bem trabalhada pelo jornalista Claudio Julio Tognolli -- publicada na revista ConJur, que os investigadores responsáveis (ou talvez nem tanto), parecem não ter se limitado ao "relatório conclusivo" prescrito no CPP, que atrela obrigatoriamente conclusões a fatos comprovados, mas teriam emitido "juízos de valor", o que vários doutrinadores, dentre os quais Mirabete, afirmam não ser atribuição de autoridades policiais, e assim, tais investigadores teriam divagado em insinuações, especulações e elucubrações imaginativas fundamentadas em premissas desprovidas de alicerces probatórios, possivelmente incorrendo naquilo que Heleno Fragoso chamou de "criação mental" in ILEGALIDADE E ABUSO DE PODER NA DENÚNCIA E NA PRISAO PREVENTIVA.
O abuso que atinge um, ameaça a todos! Ou medidas urgentes são tomadas para reverter esta esculhambação jurídica, ou podemos rasgar a Carta Magna, por absoluta inutilidade!!!"

domingo, 26 de junho de 2005

CTI da Segurança Pública!

O Inspetor de Polícia Civil do Rio de Janeiro, FRANCISCO DE PAULA VIVEIROS DE CASTRO, mais conhecido pelo apelido de "PENA BRANCA", lança no próximo dia 30 de junho, quinta-feira, às 18:00 horas, na ACADEPOL, Academia de Polícia do Rio de Janeiro, seu livro intitulado "CTI DA SEGURANÇA PÚBLICA".
O diferencial, neste caso, é que se trata de um trabalho acadêmico de um profissional da área, com 30 anos de experiência policial!
Em um momento de crise na segurança pública, em que a população justificadamente paranóica se agarra em qualquer esperança que a ajude contra os índices de criminalidade cada vez mais crescentes, o normal é que o espaço na mídia seja ocupado por "policiólogos" de plantão!
Temos então, sociólogos, antropólogos, historiadores e outros estudiosos, apresentando seus planos e soluções para os problemas da violência urbana.
Claro que todos estão bem intencionados e têm importantes contribuições a dar, mas, nos parece que os profissionais de polícia, que forçosamente devem entender do assunto, não se manifestam e, em conseqüência, não são ouvidos!
Esperemos que o livro do "PENA BRANCA" traga alguma contribuição importante, de alguém que conhece e vivencia o assunto!

A mão estendida e o abraço de afogado!


Gostei tanto do blog do BETO SANTOS que reproduzi esta foto genial, mas o crédito está na própria foto, e o link para o blog do BETO está na relação à direita.
Visitem porque o blog do BETO é muito bom!
A foto ilustra o pedido de ajuda, em meio à crise, que o presidente LULA faz ao PMDB. Foi naquele discurso do dia 23 último, o tal da "mão estendida"!
LULA quer se livrar do "mensalão", do PTB, do PL e do PP para aliar-se ao PMDB.
Espera-se que o presidente LULA não esteja fugindo da frigideira para cair no fogo! Posted by Hello

Deu no BOECHAT!!!

A coluna de RICARDO BOECHAT publicada no JORNAL DO BRASIL na edição de 25 de junho deu a seguinte nota:
"Pega leve
Em sua fala à nação, quinta-feira, o presidente Lula afirmou que a Polícia Federal, em seu governo, goza de inédita autonomia.
Não é o que pensam os que prenderam o publicitário Duda Mendonça numa rinha de galos, no ano passado.
O delegado do inquérito foi transferido.
E o inspetor, afastado."
O delegado "afastado" mencionado na nota, é este blogueiro que vos escreve!
A cantilena que o Ministro da Justiça gosta tanto de repetir, de que o Governo age de forma republicana e "não protege e não persegue ninguém", é pura CASCATA!!!
Conversa fiada para boi dormir... E Galos também!

Relação Injusta!

Tive dificuldades, nos dois últimos dias, em acessar a WEB, por conta de problemas em meu provedor de BANDA LARGA, o VELOX da TELEMAR.
Depois da tortura de falar com os atendentes da operadora, sendo jogado de um lado para outro, ouvindo nos intervalos aquelas musiquinhas irritantes, fui informado de que se tratava de um problema da rede, que seria resolvido algumas horas depois!
Vocês já repararam como somos tratados por essas OPERADORAS?
Se não pagamos as contas em dia, somos multados!
Se eles não fornecem os serviços contratados, nada acontece!
Eles não deviam nos pagar multas quando não fornecem os serviços contratados?
Com a palavra, a ANATEL!

sábado, 25 de junho de 2005

O conselheiro LUA PRETA!

Antes que algum amigo blogueiro pergunte:
O que é um conselheiro "LUA PRETA"?,
Em decorrencia do meu post anterior, me antecipo a responder:
O conselheiro "LUA PRETA" é aquele que atribui a seus conselhos, o status de dogma, assim, se ele diz que a LUA é PRETA, o "aconselhado" deve repetir a afirmativa, sem questionamentos!!!

Discurso equivocado!

Em meio a uma crise política causada por denúncias de corrupção que parecem se renovar a cada dia, o Presidente da República veio mais uma vez a público, na noite do último dia 23 de junho em cadeia nacional de rádio e tv, para repetir o já monocórdio discurso de que “este governo não rouba, não deixa roubar e et coetera e tal...
Talvez o presidente tenha sido convencido por algum conselheiro “lua preta”, de que a mera repetição insistente de tal construção retórica (tal e qual um mantra), pode fazer com que todos acreditem nela, inclusive ele próprio!
O presidente também aproveitou a oportunidade para louvar o trabalho da imprensa, do Ministério Público e da Polícia Federal, repetindo já enfadonha manobra de tentar fazer crer a todos que seu governo é responsável pelo trabalho de instituições sobre as quais não exerce (nem poderia exercer), nenhum tipo de comando.
Como deve ser em um Estado de Direito Democrático a imprensa exerce seu papel de forma livre e independente, a despeito dos interesses e humores de qualquer governo, o que significa dizer que para um jornalista sério, encômios ou críticas do presidente têm o mesmo valor, ou seja, nenhum!
Dependendo do contexto, inclusive, considerando de onde venham, críticas sinceras podem ser mais lisonjeiras e desejáveis do que elogios nem tanto.
A propósito, fica até difícil entender elogios à imprensa em um governo que há bem pouco atrás pretendia estabelecer um “conselho” com poderes para até mesmo suspender ou cassar o exercício profissional de jornalistas que se portassem de modo inconveniente.
Quanto ao Ministério Público, trata-se de instituição absolutamente autônoma, com atuação pautada pelo cumprimento da Lei no interesse da sociedade, completamente desvinculada de qualquer governo e Poder da República.
Portanto, o trabalho do Ministério Público, também não pode ser creditado na conta de realizações de quem quer que seja, por conta de supostas “cruzadas” contra a corrupção!
Em dado momento do discurso em questão, o presidente afirmou que usará toda a “força da lei” contra aqueles que forem considerados culpados por desvios de conduta, em mais um equívoco claro já que quem processará e julgará, promovendo a aplicação de toda a “força da lei” contra os eventualmente culpados será o Poder Judiciário.
O Poder Executivo, chefiado por nosso presidente, não tem nada a ver com isso!
Finalmente, em igualmente já requentado discurso, foi afirmado que "nenhum outro governo combateu a corrupção como este tem combatido", sendo apresentadas como argumento a corroborar tal assertiva, as inúmeras operações policiais desenvolvidas pelo Departamento de Polícia Federal.
Para parcelas expressivas de nossa sociedade (infelizmente menos esclarecidas), fica a impressão de que a Polícia Federal é uma espécie de guarda pretoriana, que só investiga e prende quando o presidente manda, idéia equivocada que se não é boa para a instituição policial federal pode ser igualmente danosa para o governo no caso da polícia cometer algum erro sério, o que desafortunadamente sempre pode acontecer.
Entretanto, no caso de um fracasso policial é muito pouco provável que o presidente faça um pronunciamento assumindo a responsabilidade!
O Departamento de Polícia Federal está ligado administrativamente ao Poder Executivo através do ministério da justiça, mas não depende de aval ou de autorização do governo para cumprir suas atribuições constitucionais, o que faz dentro dos limites da legislação, sob a fiscalização do Ministério Público e do Poder Judiciário!
Qualquer observador atento pode perceber que algumas das operações deflagradas ultimamente pela polícia federal são o resultado de investigações iniciadas anos atrás, ainda sob outro governo federal.
A nova forma de atuar do DPF também só foi possível graças à introdução de novas e sofisticadas ferramentas de gerenciamento de informações (softwares p.ex.), que foram adquiridas e começaram a ser implantadas ainda no governo anterior, conforme noticiado à época pela imprensa, ao longo do ano de 2002.
Os servidores do departamento de polícia federal, reais responsáveis pelos sucessos da instituição, queixam-se de salários defasados e da falta de melhores condições de trabalho.
O governo da república, ao mesmo tempo em que procura capitalizar politicamente o prestígio popular obtido pelo trabalho dos policiais federais, faz ouvidos moucos às reivindicações da categoria.
Não é justo!


sexta-feira, 24 de junho de 2005

quinta-feira, 23 de junho de 2005

Apelo no BLOG da Córa Ronai!

S.O.S. PARA DOIS CACHORRINHOS!!!
Dois cachorrinhos estão sendo mantidos presos, sem água ou alimento, na Faculdade de Veterinária da UFF (Universidade Federal Fluminense), em Niterói, em frente ao Instituto Vital Brasil, para serem utilizados em aula prática de técnicas cirúrgicas hoje, quinta-feira.
Embora saibam que a Lei 9.605/98 proíba a experimentação em animais em todo o território nacional quando há métodos alternativos, e de terem conhecimento que existem métodos alternativos ao uso de animais, a UFF alega não ter dinheiro para utilizar alternativas.
Há algo definitivamente errado na formação ética de veterinários que matam para aprender a operar os que se propõem a salvar.
Imaginem se todo estudante de medicina tivesse que assassinar uma ou duas pessoas em ótimo estado de saúde para aprender a operar seus futuros pacientes...
SOCORRO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
S.O.S. para estes cãezinhos!!!
Advogados, veterinários, ONGs, protetores, pessoas de bem em geral:
VAMOS IMPEDIR ESSE CRIME! É URGENTE!!!
Os coitadinhos serão mortos HOJE!!!!

Pugilato na Câmara dos Deputados!


Na volta do deputado JOSÉ DIRCEU à Câmara dos Deputados, durante seu discurso, a nação inteira viu cenas de pugilato entre parlamentares, coisa que até então só víamos pelos telejornais em parlamentos asiáticos, como na Coréia do Sul, por exemplo!
Deve ser o tal do ingresso do Brasil no Primeiro Mundo prometido pelo nosso Presidente!Posted by Hello

quarta-feira, 22 de junho de 2005

MERITOCRACIA x MEDIOCRIDADE

Quem trabalha muito, erra muito!
Quem trabalha pouco, erra pouco!
Quem não trabalha, não erra!
Quem não erra, é promovido!
E o dirigente... É aquele que nunca trabalhou!
Há os que "carregam o piano"!
Há os que vão caminhando ao lado,
e há, ainda,
os que vão "sentados em cima do piano!"
E a barca segue!!!
E nós, os CONTRIBUINTES, vamos pagando por tudo isso!
Com mãos cada vez mais gulosas,
metidas cada vez mais fundo,
em nossos bolsos cada vez mais vazios!!!
É assim no nosso BRASIL!

Delegado MARCELO ITAGIBA

O Delegado de Polícia Federal MARCELO ITAGIBA, atual Secretário de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro, pôs hoje (com muita propriedade), o dedo em incômoda ferida!
Participando de uma mesa de debates no Programa Roberto Canazio, transmitido pela manhã, diariamente, pela Rádio Tupi (AM 1280 KHz), do Rio de Janeiro, o Dr. ITAGIBA colocou na mesa uma ponderação que até então parece ter passado desapercebida por muita gente!
De acordo com o Dr. MARCELO ITAGIBA - a ser verdadeira a estória do MENSALÃO -, segundo a qual o Poder Executivo, teria “comprado” a consciência de vários Deputados Federais, para que votassem na Câmara dos Deputados na base do “tudo que seu mestre mandar, faremos todos!!!”, as votações das quais participaram tais parlamentares, seriam NULAS.
E igualmente NULAS seriam as leis aprovadas em tais votações!
Está certíssimo o Secretário ITAGIBA!!!
Se um Poder da República, o Executivo, “compra” membros de outro Poder, o Legislativo, está ferido de morte o princípio da separação dos Poderes, que devem operar de forma INDEPENDENTE e harmônica.
Definitivamente, há vida inteligente na POLÍCIA!
Três vezes AVE, Doutor ITAGIBA!!!

Mas enfim, não era só mesmo a SCHINCARIOL quem sonegava impostos!

Receita Federal cobra R$ 3 bi da AmBev em impostos sobre lucros no exterior.
Ronaldo D'Ercole - O Globo SÃO PAULO.
Desde o final de 2004, a AmBev (Companhia de Bebidas das Américas, que produz as cervejas Brahma e a Antarctica, entre outras), foi autuada pela Receita Federal duas vezes num total de R$ 3,019 bilhões pelo não recolhimento de Imposto de Renda (IR) sobre lucros obtidos em suas operações na América Latina.
O objeto das ações da Receita é a Eagle, uma subsidiária não operacional da AmBev que, através de outras duas empresas, uma com sede na Espanha (Jalua) e outra no Uruguai (Monthiers), controla as cervejarias compradas pela empresa na América Latina nos últimos anos.
A única exceção é a argentina Quinsa, dona da cerveja Quilmes, que se encaixa em outro ramo do organograma da AmBev.
A Delegacia de Assuntos Internacionais (Deain), divisão da Receita responsável pelas autuações, entende que a AmBev teria de ter pago IR sobre os lucros apurados por essas suas controladas entre 1999 e 2002.
A Ambev contesta tal interpretação garantindo que já recolheu os impostos devidos na Espanha, país com o qual o Brasil tem um tratado para evitar a bitributação de empresas.
A AmBev admite que em seu planejamento tributário leva em conta acordos internacionais desse tipo para "minimizar" a carga tributária sobre os seus negócios. Em seu balanço do primeiro trimestre, a AmBev menciona as autuações da Receita, mas não faz quaisquer provisões para possíveis perdas porque o caso sequer chegou à Justiça - ainda corre na primeira instância administrativa da Receita Federal.
"Baseada na opinião de seus consultores externos, a Companhia não efetuou provisionamento em relação às autuações recebidas no período, bem como às anteriores sobre o mesmo assunto totalizando R$ 3.019.000, por entender que estas não são procedentes", diz a empresa em nota do balanço.
Em seguida, a empresa afirma que, segundo seus consultores legais, considera "a probabilidade de perda como possível no montante de R$ 1.956.838, e como remota no montante de R$ 1.062.564."

MIGUEL ARRAES, o último dos Guerreiros Sagrados!

A conversa no bar rolava solta pois a mesa estava cheia, e o chopp gelado e bem tirado!
O assunto era o estado de saúde do deputado MIGUEL ARRAES, presidente nacional do PSB, internado em estado grave em uma UTI em Pernambuco.
A turma do copo estava preocupada!
Alguém disse que MIGUEL ARRAES era o último dos “moicanos”, remanescente de uma geração de políticos que sempre lutou por mudanças, sempre brigou na oposição arriscando os próprios pescoços e que se ele se fosse, a nação ficaria órfã desse tipo de políticos, que um membro mais exaltado da mesa chamou de “guerreiros sagrados”!
Denominação que logo foi aceita pelos integrantes da mesa por unanimidade com um longo brinde!
Outro colega de copo lembrou que ainda havia políticos da mesma geração em plena atividade e, antes que começasse a nomear os tais políticos foi cortado abruptamente em sua dissertação por outro membro da távola (que nem mesmo era redonda), o qual lembrou que os tais políticos não podiam ser enquadrados na categoria dos “guerreiros sagrados”, porque ao longo de trinta anos, ou mais, sempre deram um jeito de se manter no "palácio", não importando quem estivesse no Poder, eram da turma que não tinha bandeira nem princípios, só tinham interesses!
Outro do grupo disse que eram os “hay gobierno soy a favor”, em um típico "portuñol" etílico!
Começou então a fase em que começaram os amigos a lembrar os “guerreiros sagrados” que já haviam partido desta para melhor.
LEONEL BRIZOLA, ULISSES GUIMARÃES, TANCREDO NEVES, TEOTÔNIO VILELLA...
Alguém disse que todos estes tinham defeitos!
"Demagogos", disse um;
"Populistas"; postulou um segundo;
"Carbonários", acusou um terceiro;
Um mais exaltado gritou que eram COERENTES!
Outro defendeu que não "vendiam" suas biografias!
Um membro proeminente da mesa encerrou a gritaria dizendo que nunca foram acusados de GATUNAGEM!!!
Após uma pausa de alguns minutos para reabastecimento das tulipas, a conversa continuou mais calma...
Alguém perguntou o que seria do povo eleitor esclarecido sem os “guerreiros sagrados” da política!
Um interlocutor mais sereno e dado a tiradas científicas aparteou dizendo que era este o curso natural das coisas, que uma nova geração de políticos sucederia aqueles que partiram!
Começou então interessante enquete sobre nomes de políticos do panorama atual (da nova geração), que poderiam substituir os “guerreiros sagrados”:
Um mais atrevido começou:
- Pô gente, temos o GAROTIN....
- NÃOOOOOOO!!!, gritaram todos, Esse não!!!
Um outro tomou coragem e disse:
- Mas aí temos o LUL....
- NÃOOOOOOO!!!, outra gritaria!
Mais alguém se habilitou e disse:
- O que vocês acham do ZÉ DIRC....
- DEUS NOS LIVRE!!! Protesto unânime!
O cara mais racional da mesa (o científico), ensaiou um discurso conciliador:
- Olha aí gente, também não é assim, nós temos por exemplo o..., não, esse não, mas podia ser o..., não... também não serve, mas eu acho que o.. não, não sei!!!
- Ah, deixa pr’a lá..!
Conversa desanimada, dois amigos da mesa se levantam e anunciam que está tarde e vão embora, parecendo que a noitada vai acabar!
Alguém grita, de súbito – para evitar a dissolução da roda – “FUTEBOL!!!”:
- VAMOS FALAR DE FUTEBOL!
- E o Flamengo hein? Pergunta um!
Todos se sentam de novo à mesa, e a noitada recomeça, e vai longe...

terça-feira, 21 de junho de 2005


Brincadeiras da INTERNET. Você também quer um?Posted by Hello

segunda-feira, 20 de junho de 2005

MIGUEL ARRAES

Por volta das 8:30 da noite de hoje, encontrava-me eu com meia dúzia de amigos em um bar, onde a televisão estava ligada no Jornal Nacional da TV Globo.
O âncora, William Bonner, lia um texto sobre o ex-governador de Pernambuco, deputado MIGUEL ARRAES, presidente nacional do PSB, Partido Socialista Brasileiro, o qual se encontra internado em estado grave em uma CTI.
Em determinado momento da notícia, foi dito que o estado de MIGUEL ARRAES, de 88 anos, estava agravado por ser ele fumante há 72 anos, ou seja, MIGUEL ARRAES fuma desde os 16 anos.
É o tipo de informação que não precisava ser veiculada!!!
Acho que um cidadão de 88 anos, não precisa ser fumante para ter seu estado de saúde agravado!
Qual o percentual de nossa população que chega aos 88 anos?
Eu não sei! Mas acho que deve ser um percentual pequeno.
Chegar aos 88 anos já é uma dádiva!
Nosso “projeto” inicial da Natureza, não pretendia tanto!
A “fadiga de material” é grande, parece que, segundo cientistas, fomos “projetados” para viver no máximo 40 anos. O que vivemos a mais é “lucro” oriundo dos avanços da ciência médica!
Um amigo da “roda”, DUDÚ, fumante inveterado, logo disse:
- 88 anos de idade, para mim está de bom tamanho!,
E em seguida, pediu um novo maço de cigarros ao balconista do bar.
Recebeu um maço de cigarros com uma daquelas fotos da campanha anti-tabagista, com a legenda:
FUMAR PODE CAUSAR IMPOTÊNCIA!,
e, logo em seguida, reclamou com o balconista para que trocasse o maço de cigarros:
- Aí, mermão, me dá daquele outro que PROVOCA CÂNCER!!!
Divulgar que alguém com 88 anos de idade, fuma desde os 16 anos, não me parece uma boa propaganda contra o CIGARRO!
Vamos torcer para que o deputado MIGUEL ARRAES se saia bem desse problema de saúde, e mais...
VAMOS PARAR DE FUMAR!!!

Falta de Respeito!

No último sábado, dia 18 de junho, o Deputado Federal ROBERTO JEFFERSON estava “convidado” a comparecer pela manhã para depor na Polícia Federal de Brasília, no inquérito policial que apura a suspeita de existência de “esquemas” de corrupção na estatal dos Correios.
Como parlamentar, ROBERTO JEFFERSON, goza de prerrogativas como foro especial, e por isso foi “convidado”, e não intimado!
Como tinha o direito de comparecer apenas se quisesse, o deputado não apareceu na Polícia Federal.
Na tarde do mesmo sábado, ROBERTO JEFFERSON foi encontrado por jornalistas passeando em um shopping center da capital federal e, inquirido sobre o seu não comparecimento, informou com ar irônico que não atendeu o convite porque “o inquérito do delegado ZEBRONHA é político”.
A frase acima, entre outras declarações do deputado foi levada ao ar pela TV GLOBO durante o JORNAL NACIONAL da noite do mesmo dia 18 de junho e ouvida com nitidez, certamente por milhões de telespectadores.
O delegado de polícia federal que preside o tal inquérito policial se chama LUIZ FLAVIO ZAMPRONHA.
ROBERTO JEFFERSON o chamou claramente de “zé bronha”, expressão que remete a um trocadilho chulo e ofensivo. É só consultar o AURÉLIO!
Pelo menos foi o que eu entendi, e acredito que muitas outras pessoas entenderam da mesma forma.
Não dá nem para acreditar em tropeço fonético, em cacófato ou erro de dicção, pois se há uma coisa que o deputado ROBERTO JEFFERSON sabe fazer muito bem, é FALAR!
Acho que foi pura falta de respeito mesmo, com um funcionário público que só está cumprindo seu dever.
Lamentável!
O deputado federal ROBERTO JEFFERSON não precisa disso, nem o delegado federal LUIZ FLAVIO ZAMPRONHA merece tal descortesia.
Para quem conhece pessoalmente o delegado - como eu conheço -, o Dr. ZAMPRONHA é pessoa extremamente educada e um profissional respeitável, cujo trabalho, certamente, não será prejudicado por tal ataque absolutamente injustificável!

domingo, 19 de junho de 2005

Rinhas de Galos e DUDA MENDONÇA!

Como todo internauta sabe, ou deveria saber, um BLOG é um diário pessoal na INTERNET. O VOX LIBRE é o meu diário, e sou responsável por tudo que escrevo aqui, sob o abrigo do direito constitucional à liberdade de expressão.
Aceito críticas e discussão, a idéia é esta mesmo, mas gostaria que os blogueiros que me dão a honra de visitar este espaço, quando poderiam estar fazendo coisa muito melhor como por exemplo visitar o BLOG da CÓRA RONAI, ou o site do UCHO, SE IDENTIFICASSEM.
O anonimato é uma coisa meio esquisita, é como alguém que escreve encapuçado!
De qualquer maneira, quem não quiser se identificar pode continuar comentando como anônimo, eu prometo não apagar os comentários, exceto se contiver mensagens criminosas como apologia ao crime, racistas, et coetera..
Digo isso porque um amigo anônimo postou um comentário, meio que parodiando, minha nota intitulada OPERAÇÃO CEVADA x OPERAÇÃO AMBEV de 16 de junho, falando sobre o caso das RINHAS DE GALOS envolvendo o senhor DUDA MENDONÇA, comentário que reproduzo abaixo para ao final responder:
Anônimo disse...
É só o DUDA MENDONÇA que participa de rinha de galos? Você acredita SINCERAMENTE que outros políticos de partidos distintos não participam, também, de rinha de galos?Realmente, acho que outros políticos e cidadãos do Rio de Janeiro ou Niterói participam, eventualmente, de rinhas de galos, e aí pergunto, CADÊ OUTRAS DILIGÊNCIAS?Acho que o certo seria investigar TODAS as rinhas de galo, inclusive as de Niterói e as demais do Rio de Janeiro!Sob pena de restar uma sombra pairando sobre a legitimidade das investigações!Tempos atrás, em uma vistosa operação policial, foi preso o pompilioso, ou melhor, pomposo DUDA MENDONÇA.Mesmo DPF´s tendo sido removidos para outras unidades, nestas novas lotações nenhuma rinha de galo foi atingida em nova operação policial.Não há rinhas de galo em Niterói ou no Rio de Janeiro?Claro que há.A quem servem as outras rinhas de galo do Rio de Janeiro e Niteroi?Será que não cabe mais nenhuma investigação no Estado do Rio de Janeiro sobre as demais rinhas de galo? Será que foi coincidência que a única diligência em rinha de galo tenha pego DUDA MENDONÇA? Será? Será? Será?(Skol)
Domingo, Junho 19, 2005 8:49:43 PM
Depois da OPERAÇÃO RUDIS em 21 de outubro de 2004, em que o senhor DUDA MENDONÇA e outras pessoas foram presas em uma rinha de galos no CLUBE PRIVÊ 5 ESTRELAS no Rio de Janeiro, várias outras rinhas de galos foram reprimidas não somente no Rio de Janeiro como em outros estados da federação, por outras instituições policiais, PM's e Polícias Civis.
A Polícia Federal não reprimiu outras rinhas de galos.
Eu fui o responsável pela OPERAÇÃO RUDIS e não prossegui com o projeto de reprimir outras rinhas de galos, como crimes ambientais em geral, diga-se de passagem, com o apoio de muitas ONG's ambientalistas, porque fui destituído da chefia da Delegacia de Crimes Ambientais da Polícia Federal no Rio de Janeiro.
Segundo a administração da Polícia Federal, minha destituição foi um mero ato de rotina, eu não acredito nesta balela, quem quiser acreditar que acredite!
O fato do senhor marqueteiro e rinheiro DUDA MENDONÇA ser íntimo conselheiro auricular do presidente LULA, não é mera coincidência!!!
Se alguém quiser saber por que a Polícia Federal não continuou a reprimir as rinhas de galos, não deve perguntar a mim, mas à administração da Polícia Federal.
Antes de terminar, cabe uma informação útil, o senhor DUDA MENDONÇA é dirigente da Associação Brasileira de Galos Combatentes, uma entidade que pretende praticar em âmbito nacional um CRIME AMBIENTAL!

Comentários interessantes sobre o post MAIS ARMAS SIGNIFICAM MENOS CRIMES?

Elaine disse...
Bom dia! Dr. Rayol, mantenho o meu pensamento sobre a decisão de cada cidadão em portar ou não uma arma, mas em referência ao texto gostaria de salientar aos amigos e visitantes (e não ao delegado-num carece) que as leis dos Estados Unidos (até onde sei - lembrando que sou leiga) são mais rígidas e objetivas que do nosso país (me corrijam se eu estiver errada. Por isso, lá fica mais fácil uma discussão do assunto em pauta e até uma decisão mais acertada de seus cidadãos. Em nosso país é complicado porque o código penal é cheio de brechas. Se tivessemos leis mais duras para aqueles que cometessem crimes, e se o Brasil fosse um país sério, talvez a sociedade se decidisse e brigasse por seu direito de portar uma arma. Mas pelo que tenho escutado desde as pessoas, simples até os mais, digamos, intelectuais é que arma só trás desgraça. E que a campanha teve seu valor porque tirou de circulação as armas não registradas e muitas adquirida sabe lá como. Para mim, a questão do desarmamento engloba uma série de fatores importantes: Como a nossa lei; a falta de estrutura das corporações; de policiais mal treinados; de policiais que se acham o dono da cocada preta porque são "autotidades" e pensam que podem tudo;de pessoas que não tem condições de portar uma arma; da politica dentro das instituições, da política propriamente dita porque no fundo para eles quanto mais o povo tiver acuado, melhor é para eles e assim vai...Finalizando, tem um ponto na questão do desarmamento que me incomoda bastante. Eu tenho que concordar com o ilustre Dr no que se refere ao governo, principalmente, ao atual que vem querendo ditar uma série de regras, de que, é típico de governos ditadores desarmarem a população. Isso me preocupa sim, embora eu acredite que o brasileiro não vá mais permitir que esse tipo de "regressão e agressão" ao nosso país aconteça.No mais, bom domingo.
Domingo, Junho 19, 2005 4:03:10 AM

Forny disse...
Bom dia Eliane,Discordo do seu entendimento sobre a necessidade de leis mais rígidas. Montesquieu já afirmava que não era a quantidade da pena, mas a certeza da punição que atuava sobre a criminalidade. ou seja, de nada adianta um crime hediondo ser punido com 30 anos. O que importa é a certeza de que o criminoso será preso e condenado pelo crime. Nossa realidade, hoje, estampada em diversos noticiários, dão conta de que cerca de 10% dos crimes são efetivamente punidos. Existe um livro, que inspirou a política do ex-prefeito de New York, Rudolph Giuliani - o qual conseguiu uma redução espantosa na criminalidade daquela cidade - chamado Broken Window, segundo o qual, as pessoas ao verem algumas janelas quebradas, têm vontade de pegar uma pedra e continuar o "trabalho". Em síntese, algo parecido observamos no metrô carioca. Não vemos ninguém jogar lixo no chão, o qual é sempre limpo. Aquela autoridade, inspirada na teoria, reprimiu fortemente os pequenos delitos, mandando um recado, que se os pequenos delitos são repreendidos, os mais graves também o serão.
Domingo, Junho 19, 2005 7:58:37 PM


LCMarques disse...
Para Forny e Elaine: O assunto é polêmico e por isso é que nos manifestamos.Tivemos recentemente exemplos que ilustram muito bem o assunto impunidade e tamanho da pena. No caso dos dois julgamentos referentes ao Tim Lopes, os condenados não pegaram a pena máxima, mesmo com todo estardalhaço feito pela mídia.E aí? Medo dos jurados, "peninha", falta de provas consistentes, incompetencia da Promotoria? Complicado, né? A Sociedade não acredita ou tem medo de punir os criminosos. Eu fiquei estarrecido com a desenvoltura da Defesa e o total das penas, sem falar nos indultos e reduções legais. Lastimável.Abraços
Domingo, Junho 19, 2005 8:54:17 PM

Pergunta e Resposta

Sobre nosso post ATENÇÃO BANDIDOS!!!, um leitor amigo fez uma pergunta:
"O que acontecerá se, após a data, um ladrão invadir minha casa, eu lutar com ele, tomar sua arma e feri-lo. Muda alguma coisa em relação à legislação atual? Ele terá sua pena agravada pela posse da arma? Me prejudicarei pelo uso de uma arma de fogo?"
Em princípio não muda muita coisa em relação à lei atual.
O ladrão que invade a casa de alguém armado, responde pelo crime de ROUBO À MÃO ARMADA.
A vítima, se conseguir arrebatar a arma do criminoso e feri-lo ou matá-lo, será processada, mas não será condenada porque terá agido em LEGÍTIMA DEFESA, condição que a lei penal considera como EXCLUDENTE DE CRIMINALIDADE, ou seja, DEFENDER-SE não é crime!

ATENÇÃO BANDIDOS!!!

Termina na próxima quinta-feira, dia 23 de junho de 2005, o prazo para entrega de armas na CAMPANHA DO DESARMAMENTO.
Até agora, segundo o governo federal, 362.000 armas já foram recolhidas, mas todas foram entregues por cidadãos de bem!
Nenhum TRAFICANTE DE DROGAS, ASSALTANTE, SEQÜESTRADOR ou ESTUPRADOR se apresentou para entregar sua arma de fogo!
Falta de espírito cooperativo desse pessoal.
Alô CRIMINOSOS, vamos colaborar!
Dessa maneira, só os cidadãos de bem vão ficar desarmados. NÃO É JUSTO!
QUANDO AS ARMAS DE FOGO FOREM TORNADAS FORA DA LEI, SÓ OS FORA DA LEI TERÃO ARMAS!

IBERÊ CAMARGO (1914-1994)


Não imaginei, sinceramente, que o post O REI LUIS XVI E A CAMPANHA DO DESARMAMENTO fosse suscitar tantas manifestações de amigos freqüentadores do BLOG.
Mas isso é muito bom, pois o que tem faltado nesse assunto do desarmamento é justamente discussão, mas em bases sérias, científicas, racionais, e não apaixonadas e emocionais.
O caso do artista plástico IBERÊ CAMARGO (1914-1994), foi citado como exemplo de uso indevido de arma de fogo, só que não acho que o caso seja exemplo de uso indevido de arma de fogo. Explico:
Em meados dos anos 80, IBERÊ CAMARGO (já um sexagenário), passeava na zona sul do Rio de Janeiro acompanhado de uma bela e muito mais jovem mulher, quando um indivíduo robusto e com menos da metade de sua idade, resolveu dirigir um gracejo indecente à sua acompanhante.
Provavelmente, se IBERÊ fosse igualmente jovem e corpulento, o galanteador indecoroso tivesse contido seus impulsos, mas como se tratava de um "velho", o sujeito achou que sua agressão sexista não teria conseqüências.
Mas IBERÊ CAMARGO reagiu verbalmente com veemência, e o tal indivíduo não teve a menor dúvida em partir para a agressão física, certo de que não teria dificuldades em subjugar e exercer sua virilidade sobre um idoso, talvez pensando em impressionar a jovem e bela acompanhante de IBERÊ com sua "coragem covarde"!
Mas o sujeito se deu mal!!!
IBERÊ CAMARGO tinha um revólver e com ele se defendeu da agressão!
IBERÊ CAMARGO foi julgado e absolvido por ter agido em LEGÍTIMA DEFESA!
Se o artista plástico sexagenário não portasse uma arma de fogo, qual seria sua opção?
Deixar-se espancar até que saciasse a sanha frustrada do agressor movido a testosterona?
Poderia IBERÊ CAMARGO ser seriamente ferido ou até morto pelo seu agressor?
A Justiça entendeu que sim, e por isso o ABSOLVEU!
Quantos cidadãos indefesos são espancados, por exemplo, por pitboys sedentos de sangue?
Os pitboys atacariam tais pessoas se ao menos suspeitassem que elas poderiam estar armadas?
ARMAS são instrumentos e, como tais, são AMORAIS. O elemento humano é que irá determinar se serão usadas para o bem ou para o mal!
Armas foram inventadas para isso mesmo, tornar iguais os desiguais.
Quando o Coronel SAMUEL COLT desenvolveu o revólver de repetição no final do século XVIII, surgiu um provérbio até hoje lembrado nos EUA:
“God didn’t make all men equal, Sam Colt did.”
"DEUS FEZ OS HOMENS DESIGUAIS, SAMUEL COLT OS TORNOU IGUAIS"
Os cidadãos devem ter o direito de decidir se querem usar armas de fogo para se defender, ou não.
Não é o governo quem deve tomar essa decisão por nós. A estória do referendo é uma farsa, porque só um dos lados ocupa a mídia para fazer sua propaganda!
Essa é a questão!
Posted by Hello

sábado, 18 de junho de 2005

Mais armas significam menos crimes?

Síntese extraída do livro escrito pelo Professor John R. Lott Jr. da Escola de Direito da Universidade de Chicago.
O livro se chama MORE GUNS, LESS CRIMES.
Eu li o original, e soube que o livro já foi traduzido para o português, mais ainda não o encontrei nas livrarias.
"Para o Partido Democrata, a solução para os crimes violentos é obvia: mais controle sobre as armas. Os discursos proferidos na convenção do partido por James e Sarah Brady estavam recheados com a triste história de seus sofrimentos pessoais.
Embora os argumentos empregados por ambos os lados sejam reais, a questão crucial sobre qualquer controle de armas é a seguinte: Qual é o seu efeito? Mais vidas serão salvas? Elas inibem o crime ou o estimulam?
Testemunhos pessoais obviamente não contribuirão para a solução do debate. Para obter uma resposta mais coerente sobre o assunto, completei, recentemente, um estudo sistêmico sobre um tipo de controle de armas: as leis sobre o porte oculto de arma, também conhecidas por Leis do Porte Livre.
Trinta e um estados americanos dão aos seus cidadãos o direito de portar armas se eles não tiverem ficha policial ou registro de doença mental importante.
Meu estudo, em conjunto com David Mustard, um estudante de pós-graduação em economia da U. de Chicago, analisou as estatísticas disponíveis do FBI para 3054 municípios americanos entre 1977 e 1992.
Nossas conclusões são dramáticas. Nossas estimativas mais conservadoras mostram que ao adotar leis favoráveis ao porte de arma os estados reduziram os assassinatos em 8,5%, estupros em 5%, roubos em 3% e assaltos em 7%. Se esses estados, que não concediam porte de arma em 1992, tivessem adotado então as atuais leis do porte livre, teriam sido evitados 1570 assassinatos, 4177 estupros, 60000 assaltos e 12000 roubos.
Em outras palavras, descobrimos que os criminosos respondem racionalmente às ameaças contra suas atividades.
Os benefícios do porte de arma não se limitam apenas àqueles que as portam ou as utilizam em defesa própria. O simples fato dessas armas estarem ocultas mantém os criminosos incertos quanto a capacidade da vítima em potencial retrucar com força letal. A possibilidade de que qualquer um pode estar armado torna pouco atraente o ataque a qualquer pessoa. De fato, os cidadãos desarmados pegam carona na segurança provida por seus colegas armados.
Nosso estudo revelou que, enquanto alguns criminosos passam a evitar crimes potencialmente violentos após a adoção das leis do porte livre, eles não abandonam, necessariamente, a vida criminosa.
Alguns voltam-se para atividades onde a possibilidade de um confronto armado com uma vítima é menor.
De fato, um sub-produto das leis do porte livre é que, enquanto caem as taxas de crime contra as pessoas, aumentam os crimes contra a propriedade (furtos de automóveis e roubos em máquinas de venda automática, por exemplo). Entendo que está é uma troca aceitável para a sociedade.
Nosso estudo também revelou alguns dados surpreendentes.
Enquanto nas grandes cidades, onde a criminalidade é maior, é grande a oposição ao porte de arma liberal, é justamente ali que se observam as maiores reduções nas taxas de crimes com vítimas. Em cidades com mais de 200 mil habitantes, por exemplo, as leis do porte livre produziram uma queda média na taxa de homicídios de 13%. A metade das cidades com maior índice de estupros viram esse tipo de crime baixar em mais de 7%.
Uma arma oculta parece ajudar mais às mulheres que aos homens.
As taxas de homicídios caem quando ambos os sexos portam mais armas, mas o efeito é especialmente pronunciado quando as mulheres são estudadas em separado. A existência de mais uma mulher armada reduz a taxa de homicídios para mulheres em cerca de 3 a 4 vezes mais que a existência de mais um homem armado reduz as taxas de homicídios para homens. Vítimas de crimes contra a pessoa são, geralmente, fisicamente mais fracos que os criminosos que as atacam. O aumento na capacidade de defesa de uma mulher proporcionado por uma arma de fogo é muito maior que o aumento proporcionado para um homem.
As armas de fogo são o grande "equalizador" entre agressor e agredido.
Na convenção do partido Democrata, o Pres. Clinton anunciou sua intenção de expandir a Lei Brady de forma a proibir homens condenados por violência doméstica de adquirir armas. Isto, supostamente, seria uma forma de reduzir os crimes contra mulheres.
Nosso estudo é o primeiro a oferecer evidência empírica que o efeito produzido é justamente o oposto: a adoção da Lei Brady está associada a mais assaltos e estupros. As estimativas exageradas da Sra. Brady sobre o número de malfeitores que tiveram acesso negado à compra de armas, constituem um fraco indicador sobre o impacto da lei na criminalidade.
Nós também coletamos dados sobre a suspeita de que cidadãos armados são mais propensos a cometer crimes.
A raridade desses incidentes é espelhada nas estatísticas da Flórida: mais de 300 mil portes de arma foram expedidos entre 31 de outubro de 1987 e 31 de dezembro de 1995, mas somente 5 crimes violentos foram cometidos nesse período e nenhum desses resultou em fatalidade. Isto significa duzentos avos de um porcento num período de 8 anos, ou seja: menos que um milésimo de 1% de taxa de mal uso por ano.
E o que dizer de confrontos em acidentes de trânsito?
Será que os possuidores de porte de arma são mais propensos a usá-las nessas situações?
Em 31 estados, alguns dos quais possuem leis liberais de porte de arma há décadas, existe um único incidente registrado (aconteceu esse ano no Texas) no qual um cidadão possuidor de porte usou sua arma após um acidente de trânsito. Mesmo nesse caso, o tribunal julgou sua ação como legítima defesa: ele estava sendo violentamente agredido pelo outro motorista.
E o que dizer de mortes acidentais? O número de mortes acidentais por armas curtas nos EUA é menor que duzentos por ano. Nosso estudo conclue que se os estados que ainda não adotaram as leis do porte livre as adotarem, este número aumentará em cerca de mais nove (9) casos por ano. Este é um número pequeno se considerarmos as 1570 (no mínimo) mortes que serão evitadas.
Embora nenhum estudo, per si, será capaz de encerrar o debate sobre o porte de arma, o nosso é o primeiro a fornecer evidências de forma sistêmica e em nível nacional. Em comparação, o maior estudo anteriormente feito examinou apenas 170 municípios durante um único ano. Os quase 50 mil registros em nossa base de dados permitem-nos levar em consideração uma série de fatores que nunca foram considerados por outros estudos sobre o crime, muito menos por estudos sobre o porte de arma. Entre outras coisas, nossas metodologias levam em conta taxas de condenações, sentenças de prisão, mudanças na legislação de armas, período de espera, renda per capita, pobreza, desemprego, mudanças demográficas e a imposição de penalidades adicionais pelo uso de uma arma de fogo em um crime.
Proibir o cidadão honesto de portar uma arma não acaba com a violência, apenas o torna mais vulnerável ao ataque. O mero tamanho e consistência metodológica de nosso trabalho deveria, ao menos, fazer com que aqueles que se opõe ao porte de arma parem para pensar. A oportunidade de reduzir a taxa de homicídios, simplesmente relaxando as leis restritivas ao porte, é atraente demais para ser ignorada."

O Rei LUIS XVI e a Campanha do Desarmamento!


No governo de Luis Augusto, coroado como LUIS XVI, Rei da FRANÇA em 1774, a sede do governo ficava no Palácio de VERSAILLES (v. foto acima), habitado por cerca de 4.000 membros da corte, em 226 apartamentos num total de 500 quartos.
O palácio de VERSAILLES era ABERTO AO PÚBLICO, e era visitado por cerca de 10.000 cidadãos todos os dias!
Para visitar o palácio era necessário apenas estar vestido "decentemente" e PORTAR UMA ESPADA!
NÃO ERA PERMITIDO O INGRESSO DE CIDADÃOS DESARMADOS!
A guarda do Palácio de VERSAILLES "emprestava" espadas a cidadãos que não as possuíssem, e que quisessem visitar a sede do real governo Francês.
Tratava-se de uma ordem direta do REI LUIS XVI.
O REI queria demonstrar que CONFIAVA, e MERECIA A CONFIANÇA de seus cidadãos!
Por esse motivo, queria seus súditos andando "ARMADOS" dentro do PALÁCIO REAL!
Tudo isso aconteceu em um governo monárquico absolutista do século XVIII.
No BRASIL de hoje, do Estado de Direito Democrático, o governo quer desarmar os cidadãos de bem.
Apenas os cidadãos de bem, porque os bandidos continuam muito bem armados, e não vão entregar suas armas na Campanha do Desarmamento.
Sob a ótica do Rei Luis XVI, ou o governo brasileiro não confia em seus cidadãos de bem, ou está mal intencionado em relação a eles!!!
Posted by Hello

sexta-feira, 17 de junho de 2005

Passeata "Brasil de Luto: o que é isso, 'companheiro' Lula?"

Domingo - 19 de junho Concentração às 9h00. Saída às 10h00
* São Paulo - Av Paulista (em frente ao Masp)
* Rio de Janeiro - Leme (em frente ao Meridien)
* Curitiba - Mal Deodoro (em frente ao CCI)
* Recife - AV. Guararapes (em frente aos Correios)
* Brasilia - Praça 3 Poderes
* Salvador - Farol da Barra
* Mais cidades visite a nossa comunidade no Orkut.
Se você é:
* pela democracia;
* contra as "más companhias";
* contra a corrupção e a impunidade na política brasileira;
* pela moralidade e ética na administração pública;
* pela Reforma Política;
* pela punição dos corruptos: "doa a quem doer";
* pela CPI dos Correios/"Mensalão";
* a favor de que o presidente Lula venha a público explicar tudo que fez desde que recebeu as denúncias do "Mensalão"...
JUNTE-SE A NÓS: Vista a cor preta e participe das passeatas! Passe para seus amigos!

Começou a DEBANDADA!

O super ministro JOSÉ DIRCEU resolveu abandonar a barca do Governo!
Jura que não tem nada a ver com o depoimento do deputado-bomba ROBERTO JEFFERSON, mas é mentira!
Até meus cachorros sabem que uma coisa levou à outra coisa.
O governo “naufragando” LULA tenta se livrar de seus pesos mortos!
JOSÉ DIRCEU pensa que vai desfilar sua velha fantasia de vestal no carnaval do Congresso, mas está enganado.
Vários deputados da oposição só estão esperando seu retorno à Câmara para protocolar pedidos de sua cassação, por quebra de decoro parlamentar, por conta do escândalo Waldomiro Diniz e do MENSALÃO.
É muito escândalo para um deputado só.
É muita “gatunagem” travestida de discursos íntegros!!!
Por fora, bela viola, por dentro, pão bolorento!

quinta-feira, 16 de junho de 2005

Operação CEVADA x Operação AMBEV

Voltando ao assunto.
É só a SCHINCARIOL que sonega imposto?
Você acredita SINCERAMENTE que as outras cervejarias não sonegam impostos?
Enquete do BLOG: quem sonega impostos?:
Realmente, acho que todas as cervejarias sonegam impostos, e aí pergunto, CADÊ AS OUTRAS?
Acho que o certo seria investigar TODAS as cervejarias!
Sob pena de restar uma sombra pairando sobre a legitimidade das investigações!
Tempos atrás, em uma vistosa operação policial com o pomposo nome de FAROL DA COLINA, várias casas de câmbio foram “fechadas” em diversas capitais do Brasil.
Nenhuma casa de câmbio de Brasília foi atingida na tal operação policial.
Não há casas de câmbio em Brasília?
Claro que há.
A quem servem as casas de câmbio de Brasília?
Inquirido a respeito pela imprensa, o Diretor Geral da Polícia Federal, delegado Paulo Lacerda, alegou que as casas de câmbio de Brasília realmente não foram investigadas na operação policial FAROL DA COLINA, mas que isso não significava que não pudessem ser atingidas em uma segunda fase da operação policial.
Até hoje, a tal “segunda fase”, ainda não aconteceu!!!
Cadê a segunda fase doutor Paulo Lacerda???

Papagaio corruPTaco!


No vidro traseiro do carro de um carioca. O carioca é mesmo um sujeito antenado! Posted by Hello

quarta-feira, 15 de junho de 2005

OPERAÇÃO CEVADA - Não entendi nada, II

Acho que o sub título NÃO ENTENDI NADA!, vai acabar virando série neste BLOG.
Hoje a POLÍCIA FEDERAL, juntamente com a RECEITA FEDERAL deflagrou a OPERAÇÃO CEVADA, com a pretensão de reprimir crimes fiscais supostamente praticados pela cervejaria SCHINCARIOL.
Na verdade nem tolero a SCHIN, prefiro a SKOL, mas segundo disseram os investigadores à imprensa, os crimes fiscais praticados pela SCHINCARIOL, entre os quais o de sonegação fiscal, explicariam o rápido crescimento da empresa no mercado de bebidas no país, incomodando gigantes do setor como a multinacional AMBEV, cujos dirigentes a essa altura dos acontecimentos, devem estar com cãibra facial de tanto rir!
Teria sido talvez uma OPERAÇÃO AMBEV?
Segundo li na imprensa, um advogado de Vitória-ES, de nome BELLINI foi preso como membro da quadrilha SCHIN.
As acusações vão de sonegação fiscal à evasão de divisas, passando por formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.
Prometo que em um novo POST vou demonstrar que SONEGAÇÃO FISCAL é incompatível com LAVAGEM DE DINHEIRO!
Segundo os investigadores, o tal advogado conseguiria liminares judiciais para reduzir o ICMS, possibilitando a venda de bebidas a preços mais baixos e, portanto, mais competitivos no estado do Espírito Santo.
Mas ‘péra aí!
O tal advogado conseguia as liminares judiciais onde? Na quitanda da esquina?
Ele falsificava liminares judiciais?
O advogado preso foi exibido algemado à imprensa, segundo a “receita de bolo” de sucesso consagrado pela PF nas mega operações que vão ao ar no horário nobre da TV GLOBO.
Quem concedeu as liminares judiciais?
É direito de qualquer cidadão requerer uma medida liminar à Justiça desde que tenha motivos minimamente razoáveis.
Já conseguir a concessão da liminar é outra estória... vai depender do Juiz!
O advogado foi preso por conseguir liminares judiciais? E cadê o Juiz que concedeu as liminares!
Se as liminares judiciais eram irregulares, o juiz que a concedeu também não estaria envolvido?
Será que vão algemar o juiz também? O IBOPE seria altíssimo! Páreo duro para o folhetim das 8.
Como não sou tão inteligente como minha mãe diz, não estou afirmando nada, só estou perguntando!
E perguntar não ofende.
Como provavelmente não entendi direito o que li, imploro para que alguém me explique!
Como se eu tivesse 6 anos de idade.
Se ainda assim eu não entender, por favor DESENHE!!!
Finalizando: alguém aí têm informações sobre doações de campanha eleitoral de cervejarias?
Só para conferir, nada demais não!

A COISA ESTÁ FICANDO PRETA

Do BLOG do Jornalista RICARDO NOBLAT em 14/06/2005 20:28.
No cafezinho do Senado, agora há pouco, os senadores Cristovam Buarque (PT-DF), João Capiberibe (PSB-AP) e Fernando Bezerra (PTB-RN), líder do governo no Congresso, comentavam o depoimento de Roberto Jefferson. Com a chegada à mesa do senador Gérson Camata (PMDB-ES), trava-se o seguinte diálogo rápido entre Bezerra e o representante do Espírito Santo:
- Camata, estamos achando que o Jefferson ganhou a opinião pública...
- Sem dúvida, sem dúvida, concordou sem vacilar o senador Camata.
enviada por Ricardo Noblat

terça-feira, 14 de junho de 2005

O ADVOGADO DO TRAFICANTE E O DELEGADO MALUCO

Tempos atrás, escrevi um artigo sob o título que encabeça este post, o qual tratava do paradoxo que consiste em advogados que são remunerados para defender narcotraficantes que não tem nenhuma fonte lícita de renda.
Ou seja, os advogados nestes casos são quase certamente remunerados com dinheiro “sujo” pois que oriundo do tráfico de drogas.
Dinheiro sujo de sangue!
O tal artigo conta inclusive, episódio documentado em que dois advogados foram presos em flagrante, no Rio de Janeiro, ao tentar subornar policiais federais, para que libertassem um criminoso ligado a “Fernandinho Beira Mar”.
Agora, e só agora, recebo uma relevante informação: a de que um dos advogados presos na ocasião acima mencionada, o Dr. Wellington Corrêa da Costa Junior, estaria inscrito como candidato ao concurso público do Ministério Público do Rio de Janeiro, e prestaria uma das provas no dia seguinte ao da sua prisão.
Obviamente ele não fez a prova!
É claro que se tal informe for verdadeiro, em nada denigre a instituição do Ministério Público, mas serve para ilustrar o risco que corre nossa sociedade com a possibilidade de infiltração de prepostos do crime organizado em setores altamente prestigiados e importantes do serviço público.
Quem não tiver nada melhor para fazer e quiser ler o artigo “O ADVOGADO DO TRAFICANTE E O DELEGADO MALUCO”, é só acessar o link abaixo.
http://www.ucho.info/Colunistas/Rayol/advogado_delegado.htm